Spurs (45-29) vs. Rockets (37-37) – Hill anotou 30 pontos e deixou o Rockets sem esperanças

Robson Kobayashi - Resumo de Jogo

119X102

Recuperado das dores nas costas, Manu Ginobili começou jogando e ajudou o time a vencer mais o Houston Rockets nesta quarta-feira, em jogo realizado no AT&T Center. Todos jogaram muito bem, contribuindo para a vitória. George Hill anotou seu recorde de pontos e roubos de bola.

Dessa vez Luis Scola teve dificuldades para pontuar (Foto por D. Clarke Evans/NBAE via Getty Images)

Após trocas de cestas, o Houston tomou a dianteira, mas ficamos colados neles. Depois de conseguir o empate, Duncan anotou dois pontos, recebeu a falta e converteu o lance livre, abrindo três pontos de vantagem. Hill iniciou a noite com uma bola de fora, aumentando a diferença para seis pontos. O Houston não conseguiu virar o jogo e o quarto terminou em 27-34.

O Spurs voltou meio sonolento, e os visitantes aproveitaram para encostar no placar, diminuindo a diferença para apenas um tento, mas em seguida Mason mandou uma bomba de três pontos. O Houston tentou encostar novamente, mas Duncan respondeu com uma cesta de cada lado da tabela. O placar ficou em 59-64 antes do intervalo.

Hill roubando mais uma bola (Foto: AP Photo/Eric Gay)

Durante os comentários da ESPN, R.C. Bufford disse ter se arrependido de não trazer Scola para o Spurs e que Duncan precisa de um bom pivô para jogar ao seu lado. Um dos nomes sugeridos, foi do brasileiro Anderson Varejão; contar com dois brazucas no Spurs agradaria muito aos compatriotas, apesar da vinda do Wild Thing ser apenas uma especulação. Splitter deverá se juntar ao nosso time, a menos que se queira cometer o erro duas vezes. No retorno dos vestiários, Hill começou o seu show particular, anotando 11 pontos (4-5 FG), e o placar terminou em 78-92 antes do quarto final.

No período decisivo, os visitantes diminuiram a diferença para oito pontos, mas Manu logo mandou uma bomba de três pontos, retornando a vantagem para os dois dígitos. Com pouco mais de seis minutos jogados, Hill fecharia sua pontuação com chave de ouro com uma cesta de fora do perímetro, acabando com as chances do Rockets.

Na sexta, o time de Houston vai até Boston, enquanto nós enfrentaremos o Orlando Magic no AT&T Center. Com a terceira derrota seguida do Memphis, matematicamente só precisamos vencer o Grizzlies em casa ou vencer dois jogos dos oito restantes do mês de abril para garantirmos a vaga dos playoffs.

Confira os melhores momentos da partida:

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

George Hill – 30 pontos (11-15 FG, 2-2 3pts, 6-6 FT), sete assistências e cinco roubadas.

Richard Jefferson – 19 pontos e três bloqueios.

Manu Ginobili – 18 pontos e dez assistências.

Tim Duncan – 17 pontos e dez rebotes.

DeJuan Blair – Dez pontos e nove rebotes (17 minutos jogados).

Houston Rockets

Aaron Brooks – 21 pontos e cinco rebotes.

Kyle Lowry – 17 pontos, sete rebotes e cinco assistências.

Luis Scola – 17 pontos e sete rebotes.

Sobre koba

Torcedor do San Antonio Spurs desde 1992.

Publicado em 01/04/2010, em Resumo de Jogos e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. 11 Comentários.

  1. Bruno Pongas

    Tô gostando do Richard Jefferson, viu…

    • Ele se entrosou bem com o Manu, pediu até para não ser titular, caso o Manu fosse pro banco.

      Hill tbm vem jogando muito, a melhora na pontuação o deixa em segundo colocado, atrás apenas do Galinari.

      Blair perdeu espaço, precisa melhorar a defesa, mas nosso banco é o melhor da NBA.

  2. Boa Spurs! Rumo a classificação aos playoffs.

    O placar não foi 119 x 102?

  3. Guilherme Markus

    Agora, tenque ganha e torçe pro Blaizerz e Thunder perderem.. pq pega o Laikers logo na 1ª rodada, acho que nós ia dança…

  4. Guilherme Markus

    POHAAA deixa o Blair mais tempo, quase meteu double-double em 17 min… ta loko, tinha que deixa ele uns 22 no min. ele ia evoluir muito mais, e tbm pegaria mais confiança…

  5. O foda do blair e q ele e baixo.. entao ele tem q pular c bem mais força pra chegar nos caras mais altos.. ai se esses caras so ameaçam fode.. 2 pts mais falta na certa…

  6. Guilherme Markus

    ajeita ae, 119 x 102…

  7. Será q o Splitter vem mesmo? Acho difícil hein… mas acho q ele em um ano de NBA se tornaria tão bom ou até melhor q o Scola…

  8. Eu vi a entrevista do Buford

    Não entendi quase nada, mas vi ele falando do Scola e dos pivôs
    ksaopkposakop

    Splitter deve vir mesmo, ele falou do Varejão e bah
    Ele falou do Ginobilli tbm, só não sei o que

  9. Falha minha do placar, valew pela correção.

  10. tb assisti durante o jogo a entrevista com o Buford. qdo o perguntaram sobre os ‘overseas’, citou de colo, splitter….

    (…)
    – e o que podemos esperar de tiago splitter?

    Buford:
    – um novo robinson, um novo tim.

    HAHA!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s