Arquivo diário: 14/03/2010

Spurs (39-25) vs. Clippers (25-42) – Série perfeita

118X88

O San Antonio Spurs dominou o jogo e acabou com o Los Angeles Clippers, fechando a série da temporada vencendo todas as partidas contra o primo pobre de L.A. e aumentando a sequência de derrotas do time californiano para sete. Além disso, o Spurs detém a melhor marca atual de vitórias seguidas contra uma mesma equipe – 16 – e o Clippers nunca venceu em sete temporadas no AT&T Center.

Duncan teve muito tempo pra conversar com o lesionado Parker no jogo contra o Clippers (Foto por Edward A. Ornelas/Express-News)

O Spurs iniciou o jogo com os mesmos jogadores da partida anterior contra o Minnesota Timberwolves, tendo George Hill, Manu Ginobili, Richard Jefferson, Tim Duncan e Antonio McDyess. Logo no início, o time texano fez uma sequência de oito a dois, abrindo uma boa vantagem. Baron Davis fez sete pontos, mas Duncan e Matt Bonner fizeram oito cada, Ginobili e Jefferson anotaram mais seis cada e o time contou ainda com belos passes de Hill, que já tinha oito assistências, conseguindo o San Antonio fechar bem à frente o primeiro quarto por 32 a 18.

Jefferson mostra que está de volta a sua boa fase (Foto por Edward A. Ornelas/Express-News)

Duncan não entrou em quadra no segundo período, descansando do jeito que o técnico Gregg Popovich planejou para os jogos em dias seguidos. A vantagem que o  Spurs conseguiu já era considerável, permitindo que Pop colocasse seus reservas em quadra. O Clippers tentou se manter no jogo, mas a tentativa foi em vão. O Spurs, que já tinha três jogadores com mais de dez pontos, foi para o intervalo à frente por 65 a 48.

Retornando do intervalo, Duncan entrou mais um pouco em quadra, e fechou sua participação na partida com oito pontos em 13 minutos e 19 segundos jogados. A equipe texana teve uma certa queda do rendimento no terceiro quarto, mas nada que afetasse sua grande vantagem. Os californianos foram para o último tempo perdendo por 90 a 68.

No período final, Ginobili não jogou, tendo também seu tempo diminuído para descansar. Assim, os jovens, como Cedric Jackson e Malik Hairston, tiveram um bom tempo em quadra no final. Hill anotou o recorde de assistências da carreira com 11. O Spurs fechou tranquilamente a vitória em 118 a 88.

Veja os melhores momentos da partida

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Matt Bonner – 21 pontos, 88,8% (8-9) nos arremessos de quadra e 83,3% (5-6) nos arremessos de três pontos

Richard Jefferson – 18 pontos e nove rebotes

George Hill – 14 pontos e 11 assistências

Malik Hairston – 12 pontos

Roger Mason – 11 pontos

Los Angeles Clippers

Baron Davis – 22 pontos

Travis Outlaw – 17 pontos e seis assistências

DeAndre Jordan – Cinco bloqueios

Anúncios

Huertas classifica o Caja Laboral

Grande semana para o Caja Laboral – equipe espanhola em que joga o pivô brasileiro Tiago Splitter, cujos direitos, na NBA, pertencem ao San Antonio Spurs. Após boa vitória na Liga ACB – o campeonato espanhol de basquete – a equipe conseguiu se classificar para as oitavas de final da Euroliga graças a uma estratégia curiosa protagonizada pelo armador brasileiro Marcelinho Huertas. Confira, a seguir, um pequeno resumo das partida da equipe na semana:

06/03/2010 – Caja Laboral 104 x 79 DKV Joventut

Jogando em casa em partida válida pela Liga ACB, a equipe basca – ainda sem poder contar com Splitter, machucado – impôs seu ritmo desde o começo e não deu chances para o adversário; no intervalo, a vantagem já era de dez pontos em favor do Caja Laboral. Os mandantes tiveram ainda o cestinha da partida: o ala-armador canadense Carl English, que, além dos 27 pontos, contribuiu ainda com seis rebotes, três assistências e duas roubadas de bola. Do lado do DKV Joventut, destaque para Pere Tomas, que anotou 12 pontos, três rebotes e duas roubadas de bola.

11/03/2010 – Caja Laboral 102 x 90 KK Cibona Zagreb

Ainda sem poder alinhar Splitter, o Caja Laboral contou com outro brasileiro, o armador Marcelinho Huertas, para vencer o jogo. Além de contribuir com 16 pontos e sete assistências, o jogador protagonizou uma estrategia curiosa. No final da partida, quando o placar apontava empate em 78 pontos, Huertas errou um lance livre de propósito para levar o jogo para a prorrogação. O motivo era simples; como a decisão da classificação iria para o saldo de cestas, já que o BC Khimki tinha a mesma campanha da equipe espanhola, o Caja Laboral resolveu levar o duelo para a prorrogação para tentar uma vantagem maior. A estratégia deu certo, pois a diferença de 12 pontos no marcador foi suficiente para colocar o time nas quartas-de-final da Euroliga.

Situação da equipe

A vitória na Liga ACB manteve o Caja Laboral (20-4) na segunda colocação da Liga ACB, atrás apenas do Regal FC Barcelona (22-2). A equipe basca volta à quadra pela competição logo mais, fora de casa, diante do Asefa Estudiantes.

Na Euroliga, o time de Splitter terá um difícil confronto. A equipe enfrenta o CSKA Moscow em uma série melhor de cinco, sendo que os russos têm a vantagem de jogar um possível quinto jogo em casa. Na primeira fase, os times dividiram o Grupo C, e o CSKA ganhou as duas partidas. O primeiro duielo acontece no dia 23, em Moscou.

Não perca, na semana que vem, o resumo de mais uma semana de Splitter e companhia aqui, no Spurs Brasil!