Arquivo diário: 01/03/2010

Spurs dispensa veterano Michael Finley

Foto por Darren Abate/AP Photo
.
A diretoria do San Antonio Spurs decidiu dispensar o armador veterano Michael Finley nesta segunda-feira para permitir que o atleta busque oportunidade em outros times, segundo fontes.
.
Aos 36 anos, Finley teve seu tempo em quadra reduzido nesta temporada. Ele foi uma peça essencial na conquista do título de 2007 dos Spurs. A franquia tem até hoje à meia-noite para liberar o atleta para que ele possa estar elegível para disputar os playoffs. A diretoria declarou ter atendido um pedido do atleta para liberá-lo de seu contrato.
.
O veterano está em seu último ano de contrato com a equipe do Texas, pelo qual ganhará US$ 2,5 milhões. Finley participou de apenas 25 dos primeiros 57 jogos dos Spurs, e sustentou média de 3,7 pontos.

Fonte: playoff

Anúncios

Spurs (33-24) @ Hornets (31-29) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ New Orleans Hornets – Temporada Regular

Data: 01/03/2010

Horário: 22:00 (Horário de Brasília)

Local: New Orleans Arena

Situação do Jogo

Após acabar com a sequência de cinco vitórias do Phoenix Suns neste domingo, o San Antonio Spurs volta à quadra nesta noite para enfrentar fora de casa o New Orleans Hornets. O time texano iniciará o mês mais movimentado da temporada; jogará 17 partidas em 31 dias. O Spurs triunfou três de nove partidas na segunda noite de jogos seguidos, enquanto o Hornets conseguiu quatro vitórias em dez jogos. O San Antonio venceu apenas metade dos últimos dez jogos. O time texano vem completo para esta partida, buscando melhorar sua posição na tabela e tentando sair da incomoda sétima posição da conferência Oeste. O Hornets continuam sem o armador Chris Paul, que só deve retornar ao time no meio de março.

Confrontos na temporada (2-0)

28/10/2009 – Spurs 113 vs. 96 Hornets

No primeiro jogo da temporada, a equipe texana venceu o Hornets com facilidade. A partida marcou a estreia com pé direito do pivô DeJuan Blair, que na oportunidade anotou 14 pontos e pegou 11 rebotes.

18/01/2010 – Spurs 97 @ 90 Hornets

O San Antonio Spurs encerrou com vitória uma sequência de quatro partidas fora de casa. Mesmo atuando em seu ginásio, o Hornets foi dominado desde o início pela equipe texana. O trio formado por Duncan, Parker e Manu foi o grande responsável pelo resultado positivo; juntos, eles anotaram 57 pontos.
.

PG – Tony Parker

SG George Hill

SF – Keith Bogans/Richard Jefferson

PF – Tim Duncan

C – Antonio McDyess

Fique de olho – Jefferson chegou ao Spurs para ajudar Duncan, Parker e Manu no ataque e substituir Bowen na defesa do perímetro. Mas, por enquanto, ele não anda correspondendo às expectativas. Contudo, nas últimas partidas, o ala vem tendo boas apresentações, como no último jogo contra o Phoenix, em que  ele anotou 20 pontos e cinco assistências. Na temporada, ele tem médias de 12.2 pontos, 3.8 rebotes e 2.1 assistências.
.

PG – Darren Collison

SG – Mo Peterson

SF – Peja Sojakovic

PF – David West

C – Emeka Okafor

Fique de olho – O novato Collison vem comandando muito bem o Hornets durante a lesão de Chris Paul. Ele tem médias de 23.9 pontos, 8.1 assistências e 2.2 roubos de bola nos últimos dez jogos do time. Na em sua primeira temporada, sustenta médias de 10.4 pontos, 4.4 assistências e 2.4 rebotes.

Spurs (33-24) vs. Suns (37-24) – Ooooô freguês voltou!

113X110https://i0.wp.com/us.i1.yimg.com/us.yimg.com/i/us/sp/v/nba/teams/20080123/80x60/pho.gif

O San Antonio Spurs enfrentou o Phoneix Suns, na tarde deste domingo, e saiu vitorioso diante do rival. Com um basquete coletivo, com seis jogadores anotando mais de dez pontos, a equipe texana relembrou os bons tempos de vitórias sobre o time do Arizona. Destaque para Richard Jefferson, que não vinha agradando mas teve belo desempenho.

Duncan foi o pilar do Spurs mais uma vez...

Entre os titulares que foram à quadra, nenhuma surpresa. As duas equipes iniciaram com as formações que eram previstas, e o time da casa saiu na frente, com Tim Duncan e Tony Parker. Mas o Suns manteve o jogo equilibrado e passou a se alternar com o Spurs no comando do placar. Ao fim do primeiro quarto, vitória parcial dos visitantes por 25 a 21.

Enfim, Richard Jefferson fez bela partida

A vantagem de quatro pontos chegou a sete com uma cesta de três pontos de Channing Frye nos primeiros segundos do segundo período.  Richard Jefferson recolocou o Spurs no jogo, anotando oito pontos em seis minutos, mas Amare Stoudemire estava inspirado; anotou 12 pontos no quarto e levou sua equipe para o intervalo vencendo por 52 a 49.

Na volta dos vestiários, o equilíbrio se manteve. As equipes se alternavam na liderança, mas nenhuma conseguia abrir vantagem. Stoudemire continuava comandando o Suns, enquanto Manu Ginobili ditava o ritmo dos texanos. O Spurs foi para o último quarto vencendo por um ponto apenas: 77 a 76.

Nos últimos 12 minutos, Ginobili ditou o ritmo em quadra. Anotou 11 pontos e distribuiu cinco assistências somente no quarto período. Mas o lance chave aconteceu a apenas 42 segundos do final. George Hill errou o passe para Tim Duncan e, no contra-ataque, Jason Richardson errou, livre de marcação, uma enterrada que empataria o jogo em 107 a 107. Depois disso ficou difícil para o Suns, que foi obrigado a parar o jogo com faltas. Os comandados de Gregg Popovich fizeram a lição de casa, converteram os lances livres e fecharam o jogo.

Veja os melhores momentos da partida

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Tim Duncan – 21 pontos e dez rebotes

Manu Ginobili – 21 pontos, seis rebotes e oito assistências

Richard Jefferson – 20 pontos, quatro rebotes e cinco assistências

Tony Parker – 16 pontos e quatro assistências

DeJuan Blair – 14 pontos e sete rebotes

Antonio McDyess – 12 pontos e nove rebotes

Phoenix Suns

Amar’e Stoudemire– 41 pontos e 12 rebotes

Jason Richardson – 20 pontos

Steve Nash – 18 pontos e 11 assistências