Arquivo diário: 19/02/2010

E mais uma trade deadline se foi…

Caros amigos do Spurs Brasil. Mais uma data limite para trocas foi embora e nossa equipe, como de costume, saiu ilesa. Ah, sim, antes havíamos dispensado o Marcus Haislip e ontem trocamos o Theo Ratliff por um saco de balas soft, aquela mesma que quase fazia as pessoas morrerem engasgadas. Assim, quem ansiava por uma troca bombástica que nos livrasse dos contratos do Richard Jefferson e do Antonio McDyess, como esse que vos fala, caiu do cavalo.

Depois de pensar, refletir e gastar horas e horas fazendo contas com papel e caneta, percebi que no final das contas isso nem foi tão ruim. A verdade é que temos que entender que ganhar o título nessa temporada está praticamente impossível. Os adversários estão muito mais fortes e se reforçaram ainda mais nessa trade deadline; casos de Cleveland e Mavericks. Desta maneira, todos sabemos que até sonhar com o anel está difícil; quanto mais conquistá-lo.

Mas se temos um time insuficientemente bom para ganhar o troféu, por que foi bom continuar com os mesmos jogadores e praticamente aceitar passar o ano em branco? Bem, eu explico! Torcedores do Spurs, é sempre bom ressaltar que nossos managers têm feito de tudo para reconstruir a equipe, assim como foi feito ao final da era-Robinson. Desta vez, quem está no fim de carreira é Tim Duncan, e é consenso de todos que precisamos montar um novo time, com jogadores jovens e promissores.

Isso já começou. George Hill será nosso titular em um futuro breve. DeJuan Blair é um jogador impressionante, que se tiver a cabeça no lugar com certeza irá nos dar muitas alegrias daqui pra frente. Tiago Splitter deverá chegar mais hora ou menos hora, o que significa mais um jovem talento em nosso plantel. Além de adicionar promessas, temos que perceber que R.C. Buford e sua trupe têm feito contratos curtos, justamente com o objetivo de montar uma equipe de peso em pouco tempo. Por mais que reclamemos do contrato alto do Richard Jefferson, é bom ressaltar que ele expira em 2011, ou seja, já na próxima temporada.

Tony Parker é outro que tem contrato expirante para 2011, o que pode ser alvo de cobiça para muitos times que buscam o mesmo que nós: se reconstruir. Além disso, é bem provável que nossa escolha no próximo draft seja um TOP-25, o que já me deixa com um sorriso de orelha a orelha tendo em vista os ‘roubos’ que temos conseguido nos recrutamentos dos últimos 12 anos [Tony Parker, Manu Ginobili, George Hill e DeJuan Blair].

Ou seja, caro torcedor, temos tudo para sonharmos com um futuro próspero, com uma equipe vencedora que poderá voltar a brigar por títulos. Basta que façamos os negócios certos, sem enfiar o pé na jaca com contratos absurdos ou gastar mundos e fundos com pseudo-estrelas [Richard Jefferson]. Com cabeça no lugar, temos tudo para voltar a brigar por título em cerca de três anos.

Anúncios

Spurs (31-21) @ Sixers (20-33) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Philadelphia 76ers – Temporada Regular

Data: 19/02/2010

Horário: 22:00 (Horário de Brasília)

Local: Ford Center

Situação do Jogo

Após a parada do All-Star Game, o San Antonio Spurs superou o Indiana Pacers. Agora, a viagem pelo Leste continua e o adversário será o Philadelphia 76ers. Para confirmar o bom momento, os texanos contarão com forma máxima para o confronto que, em caso de derrota do Dallas Mavericks, coloca a equipe na lideração da divisão e na quarta posição do Oeste. Já o Sixers, após conseguir cinco triunfos consecutivos, perdeu duas seguidas e ostenta campanha discreta no Leste, ocupado apenas a 10ª colocação, distante das equipes que iriam hoje aos playoffs.

Confrontos na temporada (1-0)

29/11/2009 – San Antonio Spurs 97 vs. 89 Philadelphia 76ers

Em noite de homenagem ao almirante David Robison, o San Antonio Spurs venceu o Philadelphia 76ers por 97 a 89, jogando no AT&T Center. Com esta vitória, a equipe construia uma sequência de cinco consecutivas. Tim Duncan e Tony Parker lideraram a equipe texana com 22 e 16 pontos respectivamente.

PG – Tony Parker

SG – George Hill

SF – Keith Bogans

PF – Tim Duncan

C – Matt Bonner

Fique de Olho – Gorge Hill conquistou de vez a confiança do técnico Gregg Popovich, e junto veio a titularidade na equipe. Mesmo com a volta de Parker, o jovem armador seguiu entre os cinco que iniciaram a última partida. Além disso, Hill atuou em pelo menos 29 minutos por jogo em 12 das últimas 13 partidas.

PG – Jrue Holiday

SG – Allen Iverson

SF – Andre Iguodala

PF – Elton Brand

C – Samuel Dalembert

Fique de Olho – Com Tim Duncan geralmente empenhado na marcação dos pivôs adversários, a equipe do Spurs vem sofrendo nesta temporada contra bons alas-força. Elton Brand, apesar do mau momento que vive, em uma noite inspirada pode trapalhar os planos texanos.

Spurs envia Ratliff para o Bobcats

Perto do final do período de trocas da NBA, o San Antonio Spurs, que provavelmente passaria esse período sem nenhum movimento, acabou fechando uma troca no último minuto. A equipe texana enviará o pivô Theo Ratliff para o Charlotte Bobcats e receberá uma escolha de segunda rodada protegida do Draft em 2016.
.
O Spurs assinou com Ratliff, veterano com 35 anos de idade e 15 de experiência na NBA, como agente livre em 28 de julho. Ele jogou apenas em 21 dos 52 jogos desta temporada, com médias de 1.6 pontos e 1.9 rebotes.

Pelas regras do acordo coletivo dos contratos da NBA, apenas U$827.497 do salário mínimo para veterano de Ratliff de U$1,3 milhões contou na folha de salário. Combinado com a recente rescisão do contrato de dois anos com Marcus Haislip, o San Antonio irá economizar quase U$1,7 milhões em multa por ultrapassar o limite da folha salarial.