Chatice hipócrita

Está chegando a hora do All Star Game. Principal momento de descontração da NBA em meio à temporada regular, o evento reunirá os principais jogadores da liga e colocará frente a frente as conferências Leste e Oeste – com, acredito, favoritismo do Leste. Sem encantar há muito tempo, o ASG de 2010 terá como principal atração o local a ser realizado: o Cowboys Stadium, um dos estádios mais modernos do mundo, com capacidade para cerca de 110 mil espectadores e que pertence ao Dallas Cowboys, franquia da NFL, liga de futebol americano. Tudo bem. Ou não.

A NBA caminha a passos largos na queda de popularidade nos Estados Unidos – e, deste modo, no mundo. É uma situação preocupante que começou a se destacar depois da aposentadoria do lendário Michael Jordan. A carência de ídolos e a chatice de algumas novas regras fizeram com que a liga de basquete perdesse espaço no coração dos estadunidenses. O dinheiro investido continua monstruoso, mas o retorno já não é mais o mesmo. A necessidade faz com que garotos da high school sejam colocados em patamares absurdos, visando sempre a criação de novos astros, que possam ser idolatrados pela torcida. John Wall, provável primeira escolha do próximo Draft, é o exemplo mais recente. Mas acredito que o problema é um pouco maior.

Alguns podem lembrar melhor dos tempos nos quais Jordan desfilava em quadra. Lembrarão que ele não era o único ídolo e que outros brilhavam muito, do jeito que fosse. Brilhavam, inclusive, porque as regras permitiam. O contato físico era mais intenso, assim como a permissão para provocações. O jogo, hoje, virou um esporte mais frio, no qual se condena muito o uso das chamadas “gracinhas”. Uma baita hipocrisia.

Uma liga que passa metade de sua temporada coletando votos para o All Star Game e que torce desesperadamente por jogadas de malabaristas e risadas durante o evento, proíbe tudo isso ao longo dos jogos considerados corriqueiros. É estranho e faz perder a graça. Só a graça? A esperança também – nunca mais vou ver um Dennis Rodman.

Anúncios

Sobre Leonardo Sacco

É jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero. Cravou a opção pelo jornalismo no estouro do cronômetro, quando criou o Spurs Brasil em uma madrugada de domingo para segunda. Escreve para o Yahoo! Esportes e dá seus pitacos no @leosacco.

Publicado em 06/02/2010, em Na linha dos 3 e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 4 Comentários.

  1. Gabriel Fonseca

    http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=98399459

    DEJUAN BLAIR SPURS

    DIVULGUEM ESSA COMU PLIS :D

  2. Bruno Pongas

    Eu nao concordo com a parte da carência de ídolos. Nós temos tendência a sermos nostálgicos, mas isso é besteira, pq daqui há 10, 15 anos nós vamos vir com a mesma ladainha: ahhh, o Kobe e o LeBron que eram bons e ídosos.. esses de hj sao uma merda…

  3. Bruno Pongas

    idolos*

  4. Acho q faltam caras c carisma.. deixar o jogo divertido..
    c o Shaq de fora desse allstar game praticamente tda a graça foi embora.. Ao meu ver o unico q pode deixar as coisas mais legais c alguns lances e talz é o Dwight Howard..

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s