Arquivo diário: 16/01/2010

Spurs (24-14) @ Grizzlies (20-18) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Memphis Grizzlies – Temporada Regular

Data: 16/01/2010

Horário: 23:00 (Horário de Brasília)

Local: FedEx Forum Memphis, TN

Situação do Jogo

O Memphis recebe o Spurs na quarta partida seguida em casa. Na noite anterior, o time da casa venceu o Wolves, enquanto os visitantes foram derrotados pelos Bobcats. Após a saída de Allen Iverson, os Grizzlies venceram 18 partidas e foram derrotados dez vezes. Ao contrário do ano passado, o Memphis melhorou muito em rebotes, estando entre os cinco melhores na categoria no ranking da NBA.

PG – Tony Parker

SG – Keith Bogans

SF – Richard Jefferson

PF – Tim Duncan

C – DeJuan Blair

Fique de Olho – Blair fez uma partida espetacular na ausência de Tim Duncan na quarta-feira, e anotou  outro double-double na noite passada. Vamos ver como ele se sai contra um dos melhores times em rebotes.

PG – Mike Conley

SG – O.J. Mayo

SF – Rudy Gay

PF – Zach Randolph

C -Marc Gasol

Fique de Olho – Depois de ‘doar’ o seu melhor jogador para o Lakers, o Memphis aposta no futuro do irmão espanhol. O pivô adversário anotou double-doubles nos dois últimos jogos.

Anúncios

Spurs (24-14) @ Bobcats (18-19) – Arrasados em Charlotte

San Antonio Spurs76X92

Em uma das piores partidas da equipe na temporada, o San Antonio Spurs foi derrotado pelo Charlotte Bobcats fora de casa. Os donos da casa arrasaram o time texano no segundo tempo de partida, com uma forte defesa e um ataque eficiente. Contribuiu também para a derrota o péssimo aproveitamento dos arremessos do Spurs: 38,8%.

A equipe de Larry Brown impôs boa velocidade ao jogo (Foto por Kent Smith/NBAE via Getty Images)

O Spurs iniciou a partida com o mesmo quinteto dos últimos jogos, formado por Tony Parker, Keith Bogans, Richard Jefferson, Tim Duncan e DeJuan Blair. O confronto começou com as duas equipes muito lentas no ataque, errando grande parte dos arremessos, sendo cinco do Spurs. Mas logo as duas equipes conseguiram melhorar seu aproveitamento e disputavam ponto a ponto a liderança. Com sete pontos de Ginobili, o San Antonio venceu o primeiro período em 24 a 22.

Blair anotou mais um double-double (Foto por Kent Smith/NBAE via Getty Images)

As duas equipes continuaram parelhas no segundo quarto, com uma melhora no aproveitamento dos arremessos de ambos. Contudo, o jogo continuava em um ritmo lento e eles terminaram empatados o quarto, indo para o intervalo ainda com o Spurs vencendo em 42 a 38.

No retorno, o San Antonio não conseguiu melhorar seu jogo e foi totalmente anulado pelo Bobcats, que usou de uma defesa forte e do ataque veloz para ir ao último tempo vencendo por 64 a 57. O time texano continuou a errar muito no último quarto e levou do Charlotte a uma corrida de 19 a 2, contando o final do terceiro e o início do quarto período, com o Spurs ficando quase nove minutos sem acertar uma cesta. Assim, o time texano não conseguiu se recuperar e fez sua menor pontuação em um jogo nessa temporada, perdendo por 92 a 76.

Confira abaixo os melhores momentos da partida:

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

DeJuan Blair – 11 pontos e 16 rebotes (sete rebotes ofensivos)

Manu Ginobili – 11 pontos e seis assistências

Tony Parker – 11 pontos

George Hill – 11 pontos

Tim Duncan – Dez pontos, nove rebotes e cinco assistências

Charlotte Bobcats

Boris Diaw – 26 pontos e 11 rebotes

Gerald Wallace – 21 pontos, sete rebotes, quatro roubos de bola e cinco bloqueios

Stephen Jackson – 16 pontos

Flip Murray – 11 pontos

D.J. Augustin – Sete assistências

Já vai, Mahinmi?

Na última semana, os torcedores do San Antonio Spurs ganharam um assunto a mais para discutirem a respeito – o pivô Ian Mahinmi. O francês, nesta semana, fez sua estreia na temporada – foi aproveitado pelo treinador Gregg Popovich em duas oportunidades.

A primeira, no último dia dez, foi uma chance de verdade para Mahinmi mostrar seu basquetebol – em 21 minutos diante do New Jersey Nets, foram 15 pontos (6-6 da quadra), nove rebotes e um toco que lhe valeu a melhor jogada do dia no site da NBA. Ontem, contra o Charlotte Bobcats, o pivô entrou apenas nos cinco minutos finais do jogo, no chamado garbage time; tempo para apenas dois pontos, um rebote e um toco.

A pergunta que fica é: por que o atleta passou a ser aproveitado só agora, entre a segunda e a terceira semana de janeiro? A resposta para essa dúvida fica ainda mais nebulosa quando lembramos que o Spurs optou por não renovar o contrato do francês no dia 1º de novembro – ou seja, ele será um free agent ao fim da temporada.

A princípio, quando vi que Mahinmi havia entrado tão cedo diante do Nets, pensei – Popovich acha que o garoto está pronto. Vale lembrar que, desde o dia 2 de novembro de 2008, o pivô não volta para a D-League; ou seja, mesmo que não aproveitado, o francês seguiu treinado com o Spurs. Mas, se o desenvolvimento do atleta estava encaminhado, por que não renovar seu contrato?

Até que, navegando por sites americanos especializados em NBA, vi uma possibilidade que me chamou a atenção; será que o Spurs pretende incluir Mahinmi em alguma troca? Não me parece uma possibilidade completamente absurda, pois é difícil pensar em outra explicação para o aproveitamento do pivô sem seu contrato renovado.

Mahinmi poderia estar sendo escalado para ser mostrado para outras equipes – um bom pivô que abra cap salarial ao fim da temporada pode ser atrativo para muitas equipes, mesmo que o salário do francês não seja alto. É bem verdade que Popovich não costuma fazer trocas no meio da temporada – mas então por que não renovou o contrato de Mahinmi antes de lançá-lo?