Arquivo diário: 11/01/2010

Mahinmi grato a Parker

(Foto por D. Clarke Evans/NBAE via Getty Images)

O jovem pivô francês estava mais que pronto no domingo quando o técnico do Spurs, Gregg Popovich, o chamou do banco para fazer sua primeira partida na temporada regular desde 13 de novembro de 2007. Em quase 21 impecáveis minutos contra o New Jersey Nets, ele conseguiu 15 pontos, nove rebotes e um belo bloqueio.

O sentimento de Ian Mahinmi foi bem diferente daquele quando ele descobriu, na noite de Halloween de 2009, que o Spurs, time que o selecionou na 28ª posição do Draft em 2005, não iria mantê-lo no seu quarto ano de contrato na escala dos novatos da NBA. Naquela noite, Mahinmi disse entender o porque do Spurs não sentir confiança em seu jogo para manter seu contrato em 2010-11, que lhe pagaria U$1,77 milhões. Ele prometeu trabalhar duro, estar pronto quando fosse chamado e fazer o melhor para continuar otimista.

Manter o otimismo nem sempre foi fácil, e Mahinmi expressou gratidão aos companheiros que o ajudaram a enfrentar o desapontamento e a frustração, especialmente o armador Tony Parker, seu conterrâneo. “Eu quero dizer que Tony vem sendo como um irmão mais velho,” disse Mahinmi. “Ano passado, Ime (Udoka) estava lá, e me ajudou a continuar positivo e com minha cabeça boa com o problema no tornozelo. Malik (Hairston) é um dos meus melhores amigos na equipe, também, mas ‘TP’ é como um irmão mais velho”, completou.

Parker não conseguia esperar para parabenizar Mahinmi, cuja lesão o acompanhou até a Europa durante a offseason, quando os dois jogaram pelo Les Bleus, o selecionado francês. “É muito difícil estar na NBA e nunca jogar,” disse Parker. “Foram três anos. Ele jogou comigo na seleção; ele se machucou no primeiro jogo. Esse ano, ele esteve saudável toda temporada. Ele apenas não jogou. Pop deu a ele sua oportunidade, ele se manteve pronto, e estou muito feliz por ele”, finalizou.

O belo jogo feito por Mahinmi lhe rendeu a melhor jogada da NBA no dia 10/01/10. Veja o vídeo:

Spurs (22-13) vs. Nets (3-34) – Ian Mahinmi existe!

San Antonio Spurs97X85

Foi mais difícil do que o esperado, mas o objetivo foi alcançado. O San Antonio Spurs superou o New Jersey Nets, pior time da liga, sem desgastar seus jogadores – nenhum atleta permaneceu mais de 30 minutos em quadra. Mas, para vencer, o time texano contou com uma ajuda surpreendente vinda do banco. O pivô Ian Mahinmi fez sua primeira partida na temporada, atuou por 21 minutos e aproveitou a oportunidade para anotar 15 pontos e pegar nove rebotes.

Olha a fera ai! Desconhecido até pela própria torcida, Mahinmi aproveitou sua primeira chance na temporada (AP Photo/Eric Gay)

Nos quintetos iniciais das equipes, apenas uma mudança em relação ao que era esperado. Devin Harris não atuou devido a uma lesão, e deu lugar a Keyon Dooling. O caminho parecia fácil, mas quem começou à frente foi o Nets.  Contando com boas atuações de Brook Lopez e Chris Douglas-Roberts, os visitantes venceram o primeiro quarto por 22 a 20.

Manu foi o cestinha do Spurs. (AP Photo/Eric Gay)

Já com Ian Mahinmi em quadra, a virada veio no início segundo período. Junto com o francês, Manu Ginobili também era um dos destaques do jogo e liderava a equipe em pontos. Mesmo passando à frente, os donos da casa não conseguiram abrir vantagem e foram para o intervalo a liderando por apenas dois pontos, 49 a 47.

No terceiro quarto o rumo da partida começou a ser decidido. Tony Parker anotou todos os seus oito pontos neste período e ajudou os texanos a abrirem 12 pontos no placar, 77 a 65.

Nos últimos 12 minutos, coube ao Spurs administrar a vantagem alcançada. O time de New Jersey ainda tentou uma reação, mas foram anulados rapidamente pelos comandados de Gregg Popovich. Graças à boa atuação de Mahinmi, Duncan sequer entrou em quadra no período, sendo poupado para o próximo embate da equipe, que acontece terça-feira diante do Los Angeles Lakers.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Manu Ginobili – 21 pontos

Tim Duncan – 14 pontos e 17 rebotes

Ian Mahinmi – 15 pontos (6-6 nos arremessos de quadra) e nove rebotes em 21 minutos

New Jersey Nets

Brook Lopez – 28 pontos, 11 rebotes e três bloqueios

Yi Jianlian – 16 pontos e oito rebotes

Chris Douglas-Roberts – 13 pontos e cinco rebotes

Bruce Bowen alfineta Jason Terry

E ele já jogou até no melhor time do mundo...

“Vendo Jason Terry passar a rasteira em George Hill… algumas coisas nunca mudam. Pelo menos é melhor do que atingir jogadores abaixo da cintura, como em 06”.

A frase é de Bruce Bowen, ex-jogador do San Antonio Spurs, em seu twitter.

Na derrota da última sexta-feira diante do Dallas Mavericks, o armador George Hill se irritou com Jason Terry após uma jogada estranha em que ambos foram ao solo disputar a bola. Terry, que já havia tentado derrubar Hill, tentou roubar a bola intencionalmente de forma irregular. O jovem texano reclamou: “Para mim foi jogo sujo”, disse Hill. “Penso que ele tentou me derrubar de propósito”, pontuou. Na oportunidade, ambos levaram falta técnica.

Acusado de ser um jogador desleal, Bruce Bowen foi atacado por seus seguidores na rede social. Contudo, ele se defendeu: “Eu aceito o calor da partida, mas eu nunca acertei um jogador abaixo da cintura; ainda mais quando se trata de um ex-companheiro”. Bowen se referia aqui ao soco que Terry acertou em Michael Finley no esquentado playoff da temporada 2005-2006.

Abaixo, você pode ver que existem muito mais jogadores sujos pela liga.