Arquivo diário: 08/01/2010

Curtinhas: O run and gun de San Antonio

Eles também sabem fazer outra coisa...

O run and gun de San Antonio

Havia uma época, há um tempo atrás, que o San Antonio Spurs era conhecido como uma equipe chata, pouco empolgante. Isso, no entanto, parece ter mudado esse ano com a chegada de jogadores como Richard Jefferson e Antonio McDyess. A média de pontos da equipe atualmente é de 102, quase cinco pontos a mais do que na temporada passada e dez pontos à frente da equipe vencedora em 1998-1999.

“Eles adicionaram algumas armas”, disse o técnico Rick Carlisle, do Dallas Mavericks. O armador do Mavs, Jason Kidd, também comentou essa novidade em San Antonio. “Eles têm caras que podem colocar a bola na cesta”, disse. “Pop sabe como fazer ajustes com as peças do quebra-cabeça que ele tem”, completou.

O run and gun de San Antonio tem dado certo, especialmente com a característica do elenco de se adaptar aos diversos estilos de jogo. “Temos excelentes pontuadores, não há a necessidade de ficar procurando por alguém que vá converter o arremesso”, disse o ala Richard Jefferson, que anotou sua melhor marca da temporada justamente contra o Mavs – 29 pontos.

Manu prefere começar no banco

Manu Ginobili - San Antonio SpursNa única vez que o argentino Manu Ginobili entrou em quadra como titular na temporada, no dia 18 de novembro de 2009, ele se machucou e acabou ficando de fora de cinco jogos. Coincidentemente, o adversário na oportunidade era o Dallas Mavericks, o mesmo desta noite.

“Acho que aquela foi minha única titularidade dos últimos anos, e provavelmente a última”, brincou o jogador.

O argentino se sente mais confortável vindo do banco; se acostumou a entrar durante as partidas e decidir os jogos. “Agora eu falo para o Pop – deixa que o George [Hill] começa [os jogos]. Quero ficar no banco”, declarou Manu.

Mason apoia David Stern

Roger Mason - San Antonio SpursO ala Roger Mason Jr., ex-Washington Wizards, já havia condenado na semana passada a atitude de Gilbert Arenas em guardar armas no vestiário do Verizon Center, em Washington. Nessa semana, o jogador voltou a ‘atacar’ Arenas e apoiou a decisão de David Stern em suspender o ‘Agente Zero’ por tempo indeterminado.

Na oportunidade, Stern afirmou que o polêmico armador não estava apto a entrar em uma quadra na NBA. Mason concordou: “Essas palavras do comissário falam por si só”, disse. “Ninguém quer ver um companheiro suspenso, ninguém quer ver um jogador perder dinheiro, mas era algo necessário”, completou.

Gripe de Ginobili é página virada

A gripe que pegou o argentino Manu Ginobili de jeito nas viagens para Toronto e Washington parece ter ido embora. No duelo na última quarta-feira, diante do Detroit Pistons, o jogador roubou bolas e foi eficiente como sempre para a equipe.

“Me senti bem. Parecia que eu tinha mais energia”, disse. “É muito bom ver o time jogando como se fosse nos playoffs, especialmente no último período”, completou. “Os últimos três jogos foram muito difíceis para mim, mas agora minha energia voltou. Me sinto realmente bem!”, garantiu Manu.

Finley voltará em poucos dias

O ala Michael Finley, que sofreu um entorse no tornozelo esquerdo e perdeu os últimos 13 jogos do San Antonio Spurs, já voltou a treinar e deverá estar pronto para jogar em uma ou duas semanas. O veterano se machucou no último dia 5 de dezembro, em partida diante do Denver Nuggets.

Hairston continuará em San Antonio

A última quarta-feira foi muito importante para o ala reserva Malik Hairston. Ele teve seu contrato garantido e deverá continuar com a equipe até o final da temporada. O atleta receberá uma quantia anual de US$ 736,420.

Duncan em terceiro entre os alas do Jogo das Estrelas

A NBA divulgou na última quinta-feira a quarta parcial dos resultados da votação popular para eleger os titulares do Jogo das Estrelas de 2010.  O ala-pivô Tim Duncan aparece em terceiro lugar entre os alas do Oeste, atrás de Carmelo Anthony, do Denver Nuggets, e Dirk Nowitzki, do Dallas Mavericks

Duncan e Dirk disputam a preferência do público por uma vaga no Jogo das Estrelas.

O jogador do Spurs recebeu 776.225 votos, conta 826.130 do jogador do Mavs e 1.568.259 votos de Carmelo Anthony. O líder geral da votação é Kobe Bryant, do Los Angeles Lakers. O ala-armador recebeu 1.793.782 votos, contra 1.769.287 do segundo colocado, o ala Lebron James, do Cleveland Cavaliers.

Restam apenas mais nove dias para votar e, para ajudar a eleger Duncan para o All-Star Game, basta acessar o site oficial do evento, fazer o login e escolher os seus preferidos. Lembrando que Tony Parker, Manu Ginobili, Richard Jefferson e Antonio McDyess também estão entre os postulantes a voto. A partida será disputada no dia 14 de fevereiro, na cidade de Dallas.

Spurs (21-12) vs. Mavericks (24-11) – Temporada regular

San Antonio Spurs vs. Dallas Mavericks – Temporada regular

Data: 08/01/2010

Horário: 23:30 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Situação do Jogo

Após tropeçar em Toronto diante do Raptors no último domingo, o San Antonio Spurs voltou ao caminho das vitórias na quarta-feira, quando, em casa, bateu o Detroit Pistons. Hoje, os comandados de Gregg Popovich seguem no AT&T Center para enfrentar um difícil adversário; o Dallas Mavericks, rival local, atual segundo colocado na Conferência Oeste. Uma vitória é fundamental para que o Spurs melhore seu recorde contra equipes que têm mais de 50% de aproveitamento e para que a equipe siga sonhando com boas colocações dentro da Conferência. As duas equipes vêm com problemas; no Spurs, Michael Finley e Matt Bonner seguem de fora, enquanto no Mavericks o pivô Eric Dampier é dúvida.

Série na temporada (1-1)

11/11/2009 – Spurs 92 vs. 83 Mavericks

Sem poder contar com Tony Parker e Tim Duncan, que estavam machucados, o Spurs surpreendeu o rival graças à grande atuação de Richard Jefferson, que terminou a partida com 29 pontos, sete rebotes, quatro assistências e três roubadas de bola.

18/11/2009 – Spurs 94 @ 99 Mavericks

Ainda sem poder contar com Parker, o Spurs foi a Dallas e, em partida emocionante, padeceu na prorrogação. O Mavericks contou com um Nowitzki inspiradíssimo para vencer: foram 41 pontos e 12 rebotes do alemão. Pelo Spurs, o destaque foi Tim Duncan, com 22 pontos, 14 rebotes, seis assistências e quatro tocos.
.

PG – Tony Parker

SG – Keith Bogans

SF – Richard Jefferson

PF – DeJuan Blair

C –  Tim Duncan

Fique de olho – O especialista em defesa de perímetro do San Antonio Spurs terá uma noite movimentada; terá de acompanhar de perto nomes como Jason Kidd, Jason Terry e Josh Howard. Bogans vem com médias de 5,1 pontos, 2,7 rebotes e 1,3 assistências em 19,8 minutos por jogo.
.

PG – Jason Kidd

SG – Jose Juan Barea

SF – Shawn Marion

PF – Dirk Nowitzki

C –  Eric Dampier/Drew Gooden

Fique de olho – O armador portorriquenho viveu em 2009 o melhor ano de sua carreira. No fim da última temporada, nos playoffs, marcou Tony Parker de uma maneira que poucos conseguem na Liga, e começou esta  época com atuações convincentes. Essas exibições garanritam que Barea seja titular do Mavericks neste início de 2010. Nesta temporada, suas médias são de 9,8 pontos e 3,9 assistências em 24,8 minutos por jogo.