Spurs (21-12) vs. Pistons (11-23) – De volta às vitórias

112X92

O San Antonio Spurs, jogando em casa, venceu ontem o Detroit Pistons por 112 a 92. A partida foi equilibrada nos três primeiros quartos, o que lembrou os confrontos entre as duas equipes no começo da década. Porém, um atropelamento no período final manteve os texanos na quinta colocação da Conferência Oeste.

Duncan foge do toco de Wallace - esse duelo tem história! (Fonte: sports.yahoo.com)

Gregg Popovich voltou a utilizar DeJuan Blair e Tim Duncan como titulares. Na derrota para o Toronto Raptors, o treinador havia escalado Antonio McDyess e Theo Ratliff para poupar o camisa 21. Tony Parker, Keith Bogans e Richard Jefferson completaram o quinteto titular na noite de ontem.

A partida começou equilibrada, com os dois times se estudando bastante e não dando chances para o adversário disparar. Manu Ginobili veio calibrado do banco; marcou sete pontos apenas no primeiro quarto, que teve como placar uma vitória mínima texana; 28 a 27.

Parker foi o cestinha do Spurs no jogo (Fonte: sports.yahoo.com)

No segundo período, o perímetro montado pelo San Antonio Spurs para essa temporada assumiu o controle do jogo; no intervalo, Richard Jefferson era o cestinha da equipe com 13 pontos, e Tony Parker e Manu Ginobili ainda contribuiam com 12 pontos cada. Com os arremessos de média e longa distância calibrados, os texanos desceriam para os vestiários vencendo por 59 a 52.

O teceiro quarto marcou a volta do Pistons para o jogo. Comandada pela excelente atuação de Richard Hamilton, a equipe de Detroit encaixou sua defesa e dificultou bastante as ações do Spurs no quarto. O jogo ficou parelho, com as defesas fortes, lembrando os bons times que eram presença confirmada nos playoffs no início da década. O período derradeiro começaria com uma pequena vantagem para o Spurs: 77 a 75.

Porém, o saudosismo dos três primeiros períodos deu lugar à realidade no quarto. A superioridade do Spurs ficou clara na hora da decisão; a equipe conseguiu abrir vinte pontos de vantagem para vencer o Pistons com tranquilidade por 112 a 92.

Os texanos voltam a jogar amanhã (08/01); recebem o Dallas Mavericks, rival local, no que promete ser um jogaço. O Pistons volta a jogar apenas no sábado, quando recebe o Philadelphia 76ers.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 23 pontos e seis assistências

Richard Jefferson – 17 pontos e três rebotes

Manu Ginobili – 16 pontos, cinco assistências e duas roubadas de bola

Tim Duncan – 14 pontos, seis rebotes e três assistências

DeJuan Blair – Dez pontos e oito rebotes

Roger Mason – Dez pontos

Detroit Pistons

Richard Hamilton – 29 pontos

Charlie Villanueva – 14 pontos e oito rebotes

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é editor assistente do UOL Esporte. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 07/01/2010, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.