Arquivo diário: 07/11/2009

Parker deve ficar de fora por uma semana

SPURS - NOTÍCIAS - NOVO

Spurs Trail Blazers Basketball

Parker é marcado de perto. Armador deverá perder alguns jogos

A contusão sofrida pelo armador Tony Parker no segundo quarto da derrota de ontem para o Portland Trail Blazers foi mais branda do que se esperava. Com um histórico de lesões no tornozelo esquerdo – Parker perdeu alguns jogos da temporada passada, no Spurs e na seleção francesa, pelo mesmo motivo – o jogador preocupou os torcedores texanos, que viram sua estrela sair de quadra e não voltar mais.

“Essa nem chegou perto das outras”, disse o francês após o embate. “Eu caí de uma maneira e meu tornozelo de outra”, explicou. “Deverá ser uma semana, talvez”, comentou o armador, sobre o provável tempo de recuperação. Um raio-x feito no próprio Rose Garden, em Portland, deu negativo, o que tranquilizou os médicos. Por garantia, o atleta passará por mais exames hoje para checar a gravidade do problema.

George Hill, que assumiu a condição de titular após a saída de Parker, teve uma atuação discreta e foi eliminado por faltas com oito pontos e dois roubos de bola. O armador reserva, que está em sua segunda temporada, também falou com a imprensa após o jogo: “Sei como o Tony (Parker) é. Ele é um lutador e sempre quer jogar. Quando ele saiu, tinha certeza que estava realmente machucado”, pontuou.

Motivos de preocupação

Sou um torcedor do San Antonio Spurs daqueles bem otimistas. Não estou preocupado com a campanha da equipe – que venceu apenas Hornets e Kings e não conseguiu uma vitória longe do AT&T Center. Porém, admito que a equipe texana já inspira algumas preocupações em sua torcida.

A primeira delas é a defesa de perímetro do time. Os Spurs não estão conseguindo parar os principais scorers adversários – Kevin Martin, Deron Williams e Brandon Roy fizeram a festa recentemente com isso. Talvez, por isso, Gregg Popovich tenha optado pela entrada de Keith Bogans como titular ontem – estratégia que não funcionou.

Na minha opinião, talvez a equipe de San Antonio nem precise de um especialista defensivo como Bogans. Entre Tony Parker, George Hill, Roger Mason, Manu Ginobili e Richard Jefferson, não vejo nenhum péssimo defensor – apenas Michael Finley sofre um pouco quando a equipe está sem a bola. O que Pop precisa logo é encontrar um novo sistema para que seu time não sinta falta de Bruce Bowen.

O segundo grande motivo de preocupação para os torcedores texanos é a lesão de Tony Parker, que sentiu o tornozelo durante a derrota de ontem. Embora confie em Hill e Mason – prováveis substitutos do francês – vejo Parker como comandante de nossa equipe hoje, função que deve ser assumida por Tim Duncan e pelo próprio Ginobili na ausência do armador.

Segunda-feira, contra o Raptors, a defesa em cima de Hedo Turkoglu e as atuações de Hill, Mason – como armadores principais – e de Ginobili e Duncan – como líderes da equipe – serão fundamentais para que os Spurs comecem a reagir na temporada.

Spurs (2-3) @ Blazers (3-3) – Nova derrota, os mesmos problemas…

84X96

A equipe do San Antonio Spurs amargou mais uma derrota fora de casa nesta temporada, dessa vez diante do Portland Trail Blazers. Esta foi a terceira derrota da equipe em cinco jogos. Para piorar, os texanos perderam Tony Parker, que sofreu uma torção no tornozelo no final do segundo quarto.

Bonner teve dificuldades para parar Aldridge (Foto por Don Ryan/AP Photo)

Bonner teve dificuldades para parar Aldridge (Foto por Don Ryan/AP Photo)

A partida começou de maneira muito parecida com o confronto da noite anterior contra o Utah Jazz; nem mesmo a alteração de Keith Bogans como titular no lugar de Michael Finley surtiu efeito. Muitos erros ofensivos e a fraca defesa permitiram que os donos da casa abrissem rapidamente 15 pontos de vantagem.

Spurs Trail Blazers Basketball

Parker saiu contundido no segundo quarto e deve desfalcar o time (Foto por Don Ryan/AP Photo)

No segundo quarto, o Spurs conseguiu equilibrar as ações e chegou a reduzir a diferença para nove pontos, mas parou por aí. A situação ficou mais complicada quando, restando pouco menos de três minutos para fim do primeiro tempo, Tony Parker torceu o tornozelo e não retornou mais à quadra. Os jogadores foram para os vestiários e o placar apontava vitória parcial do Blazers por 51 a 40.

Na volta do intervalo, os texanos tentavam mas não conseguiam se aproximar no marcador. A diferença mantinha-se na casa dos dez pontos mesmo quando as equipes estavam com os reservas em quadra.

O último período ainda reservava algumas emoções aos torcedores. Sob o comando de Manu Ginobili, a diferença foi reduzida a apenas três pontos, dando esperanças a torcida texana. Mas, do outro lado, Steve Blake, Brandon Roy e principalmente Greg Oden frearam o ímpeto dos rivais e garantiram a vitória para o time de Portland.

Vejam os melhores momentos da partida:

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Richard Jefferson – 19 pontos e cinco assistências

Manu Ginobili – 17 pontos e quatro assistências

Tim Duncan – 14 pontos e oito rebotes

Portland Trail Blazers

Brandon Roy – 24 pontos e cinco rebotes

Greg Oden – 14 pontos, oito rebotes e quatro bloqueios

Steve Blake – 15 pontos e seis rebotes

Andre Miller – Dez pontos e seis rebotes