Arquivo diário: 05/11/2009

Spurs (2-1) @ Jazz (1-3) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Utah Jazz – Temporada Regular

Data: 06/10/2009

Horário: 01:30 (Horário de Brasília)

Local: Energy Solutions Arena

Situação do Jogo

O San Antonio Spurs volta a jogar após seis dias descanso e treinos, depois da inesquecível partida na noite de Halloween contra o Sacramaneto Kings. O time texano enfrentará o Utah Jazz em Salt Lake City. O Spurs deve contar com o retorno de Antonio McDyess, que ficou fora da última partida por estar com sintomas de gripe, e espera que o ala Richard Jefferson, adquirido na  última offseason, faça mais uma boa apresentação, como na partida contra o Kings, quando anotou 21 pontos, acertando sete de oito arremessos de quadra. O Jazz busca a recuperação dentro de seus domínios após apenas uma vitória em quatro partidas.

Foto em nba.com

San Antonio Spurs

PG – Tony Parker

SG – Michael Finley/Manu Ginobili

SF – Richard Jefferson

PF – Tim Duncan

C –  Matt Bonner

Fique de olho – Depois de ficar fora de 32 jogos da temporada regular e dos playoffs em 2008/09, Ginobili tenta voltar a contribuir como antigamente, mesmo que de formas inusitadas. Após abater um morcego no ar durante a vitória sobre o Kings, Manu vem para o jogo após ter que tomar quatro injeções anti-rábicas por sua proeza. O ala-armador argentino mantém médias na atual temporada de 13.7 pontos, 3.7 assistências e 2.7 rebotes por jogo.

Foto em nba.com

PG – Deron Williams

SG – Ronnie Brewer

SF – Andrei Kirilenko

PF – Carlos Boozer

C – Mehmet Okur

Fique de olho – Williams é o comandante da equipe de Salt Lake City. Mesmo com boas atuações nas partidas iniciais da temporada, Deron conseguiu apenas uma vitória para o Jazz até o momento, e vem para esta partida buscar melhorar no campeonato. O armador tem médias na atual temporada de 22.2 pontos, 8.8 assistências e 4.5 rebotes.

O primeiro teste para Richard Jefferson

SPURS - NA LINHA DOS 3 - NOVO

RJ24 é orientado por Duncan. Jefferson tem seu primeiro grande teste contra o Jazz

Richard Jefferson chegou ao Spurs com status de estrela. De fato, por onde passou, o ala conseguiu fazer sucesso; seja na era Nets, com Jason Kidd e Kenyon Martin, quando ele era um dos pilares daquele time, ou na curta era Bucks, quando teve uma temporada consistente como líder da equipe. Jefferson teve seu nome ventilado ao Spurs desde a trade deadline da última temporada, ou seja, era objeto de desejo da equipe já há algum tempo.

Em San Antonio, contudo, o ala sabe que terá um papel diferete do que estava acostumado em suas outras equipes. Em New Jersey era um dos principais jogadores, a segunda ou terceira alternativa na hora de atacar. Em Milwaukee, por sua vez, era a estrela principal – junto com o sempre contundido Michael Redd. No Spurs, ele chega para ser coadjuvante de um time quase pronto para triunfar. Antes dele, outros três aparecem como prioridade ofensiva – Tim Duncan, Manu Ginobili e Tony Parker.

Jefferson pode ser considerado o substituto natural de Bruce Bowen: tem uma boa defesa – embora aquém do seu antecessor – e um ataque muito mais eficiente. No conjunto da obra é mais completo, pois sabe jogar muito bem dos dois lados da quadra. E é hoje que o camisa 24 inicia seu primeiro teste junto ao elenco texano. Contra o Utah Jazz, R24 terá que parar o atlético Ronnie Brewer, que aparece com médias de quase 15 pontos por noite. Amanhã, a tarefa é mais ingrata; quem aparece pela frente é o all-star Brandon Roy – uma das grandes estrelas dessa nova safra da NBA.

Ou seja, em um pequeno espaço de tempo, Jefferson terá a oportunidade de mostrar que é o novo stopper da equipe. Durante o último jogo do Spurs, diante do Sacramento Kings, o ala foi bem ofensivamente, mas deixou algumas folgas para Kevin Martin, que fez 28 pontos e obteve mais de 50% de aproveitamento nos tiros de quadra. Gregg Popovich fez questão de ‘aplaudir’ o seu principal reforço; disse que ele ainda está se adaptando e que logo vai ser o que todos esperam. E Pop está certo,;é impossível cobrá-lo até o momento. Só o tempo dirá quanto Richard Jefferson pode render com a camisa do San Antonio Spurs.