Arquivo diário: 24/07/2009

Análise das estatísticas da Liga de Verão

Nos dias 10 a 19 desse mês, assistimos a Liga de Verão em Las Vegas, onde os recém draftados mostraram suas habilidades, outros jogadores mais experientes jogaram em busca de espaço em seus times, e jogadores da D-League e os não draftados ou de outros países buscaram conseguir um contrato na NBA. E o San Antonio Spurs estava entre os times que participaram do torneio.

Em cinco partidas, o Spurs venceu as três primeiras e perdeu as duas últimas. Neste “Passando a Limpo”, vamos analisar os números dos principais jogadores do San Antonio nessa Summer League. Como esperado, tivemos grandes partidas de jogadores confirmando seu bom jogo, outros decepcionando e gratas surpresas.

George Hill – Armador

Foto por Tom Reel/Express-News

Foto por Tom Reel/Express-News

O armador, que foi a 26ª escolha de 2008, chegou nessa Liga de Verão para se firmar como o reserva imediato de Tony Parker. Na mesma liga de verão no ano passado, Hill teve uma participação desastrosa, acertando apenas dois de 25 arremessos tentados, mas mesmo com esse início catastrófico mostrou-se um eficiente reserva, substituindo muito bem Parker em suas ausências por lesão.

Neste ano, Hill fez grande participação no torneio, com médias de 15.8 pontos, 3.6 rebotes, 3.8 assistências, 1.4 roubos de bola, 3.8 erros de ataque e 4 faltas em 29.8 minutos por jogo em cinco partidas. Dessa vez, o armador foi bem melhor em seus arremessos de quadra, anotando 45,8% deles, com 22 convertidos em 48 tentativas. Ele também foi muito bem nos lances livres, acertando 89,7% (35-39) deles. Sua pior atuação foi contra o Portland Trail Blazers, quando anotou apenas seis pontos e cometeu seis faltas em 22 minutos, e sua melhor atuação aconteceu no confronto  com o Oklahoma City Thunder, em que alcançou 20 pontos, nove assistências, três roubos de bola e converteu sete dos 11 arremessos que tentou.

DeJuan Blair – Ala-Pivô

Foto por AP Photo/Laura Rauch

Foto por AP Photo/Laura Rauch

Blair, selecionado na 37ª escolha do último Draft, mostrou que realmente foi o grande achado dessa classe de novatos que chegou à NBA.

As preocupações sobre a condição de seu joelho continuam, tanto que o time resolveu não colocá-lo em jogos seguidos. Não jogou o segundo por estar fechando seu contrato e o último por precaução da comissão técnica. Assim, com apenas três partidas, o ala-pivô teve médias de 16.3 pontos e 8.7 rebotes em 25 minutos por jogo. Também teve um bom aproveitamento de 52,9% (18-34) nos arremessos de quadra. Sua pior atuação no torneio foi contra o Thunder, em que teve boa atuação no ataque com 20 pontos, mas defensivamente não foi bem e pegou apenas cinco rebotes. Sua melhor atuação foi na partida em que enfrentou o Blazers, quando conseguiu um duplo-duplo com 16 pontos e 11 rebotes.

Malik Hairston – Ala-Armador/Ala

Foto por Tom Reel/Express-News

Foto por Tom Reel/Express-News

O ala-armador começou bem essa offseason, conseguindo um contrato parcialmente garantido com o time texano. Vindo para seu segundo ano na liga, Hairston, assim como Hill, também não teve uma boa participação na última Summer League, com médias de 6.3 pontos, 2.8 rebotes, 1.3 assistências e 44,4% (12-27) nos arremessos de quadra em 20.5 minutos por partida em quatro jogos. Na última temporada, participou de 15 jogos pelo Spurs, com médias de 3.3 pontos e 1.9 rebotes em 10.3 minutos por partida, e pela D-League, no Austin Toros, fez uma grande temporada, com 22.9 pontos, 5.5 rebotes, 3.7 assistências, 1.4 roubos de bola, 1.1 bloqueios e 53,2% nos arremessos de quadra em 41.3 minutos por partida em 30 jogos.

Neste ano, pela Liga de Verão, Hairston mostrou ser um jogador atlético e com um arremesso sólido, conseguindo médias de 13.4 pontos, 3.2 rebotes e 52,8% (28-53) nos arremessos de quadra e 50% (3-6) nos de três pontos em 30 minutos por jogo em cinco partidas. Malik teve grande atuação contra o Thunder, conseguindo 16 pontos e seis rebotes, e fez uma partida irregular na derrota para o Blazers, anotando nove pontos.

Ian Mahinmi – Pivô/Ala-Pivô

Foto por  Tom Reel/Express-News

Foto por Tom Reel/Express-News

O pivô francês veio para esse torneio buscando mostrar serviço para conseguir seu espaço na rotação do Spurs. Mahinmi, na Liga de Verão do ano passado, foi o grande jogador da equipe com 14 pontos e nove rebotes em 30.7 minutos por jogo em três partidas. Mas, logo no início da temporada, ele lesionou o tornozelo direito e acabou ficando fora do restante do ano.

Ian não foi tão impressionante quanto no ano anterior, mas conseguiu boas médias de 10.8 pontos, 7 rebotes, 2 bloqueios e 6 faltas em 27.2 minutos por partida nos cinco jogos que participou. Sua melhor participação foi na vitória contra o Denver Nuggets, quando conseguiu um duplo-duplo com 12 pontos, 16 rebotes e dois bloqueios, porém cometeu 10 faltas.  Ele iniciou mal o torneio na vitória sobre o New Orleans Hornets, em que fez oito pontos, quatro rebotes e sete faltas.

Romel Beck – Ala/Ala-Armador

Foto por Tom

Foto por Tom Reel/Express-News

A grata surpresa do Spurs nessa Liga de Verão foi a grande atuação do ala mexicano. Ele que busca um contrato na NBA após passar a última temporada na D-League jogando pelo Dakota Wizards, com médias de 15.9 pontos, 2.9 assistências, 2.1 rebotes, 50,9% dos arremessos de quadra e 49,2% dos de três pontos em 28 minutos por jogo.

Beck, com seu ótimo arremesso, conseguiu médias de 9.8 pontos, 3 rebotes, e 52,8% (19-36) e 42,9% (3-7) de arremessos convertidos em quadra e de três pontos, respectivamente, em 24.8 minutos por jogo em cinco partidas disputadas nesta Summer League. Sua melhor atuação foi contra o Nuggets quando anotou 14 pontos – desses, 10 foram no segundo quarto – e 54,5% (6-11) nos arremessos de quadra, e sua atuação mais fraca aconteceu na boa vitória sobre o Thunder, marcando apenas seis pontos e acertando um de quatro arremessos tentados.

James Gist – Ala-Pivô

Gist veio para essa Liga de Verão tentar buscar uma vaga no time texano. Escolhido na 57ª posição do Draft em 2008, o ala-pivô passou essa temporada no time italiano Angelico Biella da Lega A Basket, onde conseguiu o vice-campeonato e teve médias de 13 pontos, 6 rebotes, 1.7 roubos de bola e 55,4% dos arremessos de quadra convertidos em 26.9 minutos por jogo em 34 partidas. Continuou assim com as boas atuações que teve na Liga de Verão do ano passado, quando obteve 10.8 pontos, 7.3 rebotes, 1 roubos de bola e 62,1% (18-29) dos arremessos convertidos em 22.8 minutos por partida em quatro jogos.

Nesta Summer League, porém, James não conseguiu repetir as boas atuações de sua última temporada, conseguindo assim 5.6 pontos, 3.8 rebotes e 35,3% (12-34) dos arremessos de quadra convertidos. Gist conseguiu uma partida razoável na vitória sobre o Blazers, com oito pontos e cinco rebotes mas cometendo seis faltas e quatro erros. Sua pior partida aconteceu contra o Hornets, quando marcou apenas quatro pontos, três rebotes e quatro faltas, acertando apenas um de seis arremessos tentados.

Jack McClinton – Ala-Armador

Foto por

Foto por Tom Reel/Express-News

McClinton, selecionado na 51ªescolha do último recrutamento, saiu de sua universidade com um dos melhores arremessadores de três pontos de sua divisão e do Draft. Porém, em sua priemria experiência pela NBA, na Liga de Verão em Las Vegas, Jack não conseguiu mostrar as habilidades que o fizeram ser draftado.

O ala-armador anotou em cinco partidas médias de 2.6 pontos, 1.8 rebotes e 1.6 assistências em 15.6 minutos por jogo. O pior de tudo é que ele acertou apenas 21,7% (5-23) de seus arremessos, conseguindo sua primeira cesta apenas em sua terceira partida, contra o Thunder. Sua única boa partida no torneio foi a última, na derrota para o Memphis Grizzlies, quando ele conseguiu fazer oito pontos, três rebotes e duas assistências, mas acertou apenas quatro de 10 arremessos tentados. A pior de todas as partidas foi contra o Thunder, em que jogou pouco tempo e errou todos os quatro arremessos que tentou.

Marcus Vinícius – Ala

https://i2.wp.com/4.bp.blogspot.com/__Jzqm6bF4YU/SIPVuTkZD6I/AAAAAAAAAR4/nSCjGm4HSyo/s400/summer080719traub_vinicius.jpgPor último, o ala brasileiro Marcus Vinícius, que jogou a NBB pelo Pinheiros, buscava nesta Liga de Verão mais uma oportunidade na NBA, após ter sido dispensado pelo Grizzlies em 2008. Marquinhos teve a impressionante marca de ter jogado apenas uma partida contra o Nuggets, em que jogou exatamente enormes 55 segundos finais do primeiro quarto, conseguindo cometer uma falta neste tempo todo. Segundo alguns rumores, ele está negociando com uma equipe da Itália para a próxima temporada.

Anúncios

Dr. J gostaria de jogar ao lado de Duncan

Dr. J e Duncan; daria trabalho esse garrafão? Fonte: bestweekever.tv

Julius Erving, lendário ex- jogador dos 76ers, foi perguntado sobre com qual superstar da NBA nos dias de hoje ele gostaria de jogar. E, dentre os grandes nomes do basquete nos dias de hoje, como LeBron James e Kobe Bryant, ele escolheu o maior ala-pivô da história do San Antonio Spurs, Tim Duncan.

“Eu gosto do jeito que Duncan joga. Eu gostaria de ter jogado com ele. Tendo um cara dominante no garrafão, meu trabalho ficaria um pouco mais fácil. Ele seria um pivô, que nem foi Moses Malone (na década de 80, quando jogaram juntos) – declarou o Dr. J.

Uma das maiores estrelas da história da NBA, Erving acredita que a aposentadoria de Duncan ainda está um pouco distante. “Ele ainda tem muito gás. Ele é um cara que eu gosto de assistir jogando, então eu provavelmente gostaria de jogar com ele” – finalizou o ídolo de Filadélfia.