Um outro olhar sobre Romel Beck

Esta semana, estamos de volta com nossa coluna Um Outro Olhar. Convidamos para participar dela hoje o torcedor do Cleveland Cavaliers Marcelo Urbano, que também é membro da equipe do site Cavs Brasil. A partir da próxima semana, teremos uma coluna totalmente reformulada e escrita por um novo membro do site. Aguardem. A equipe Spurs Brasil agradece a seus leitores.

Um outro Olhar sobre Romel Beck

Por Marcelo Urbano

Um nome que vem despertando curiosidade de todos nessa liga de verão é o do ala mexicano Romel Beck.  Romel Beck, que pelo segundo ano consecutivo tenta integrar-se a algum time da NBA, ficou conhecido mundialmente após um grande drible seguido de cesta em cima do astro Kobe Bryant, atual campeão da NBA pelo Los Angeles Lakers.

Uma  curiosidade sobre Romel Beck é que ele nasceu em Los Angeles, California (EUA), porém mais tarde  naturalizou-se mexicano. O início de sua  carreira foi na Croácia, onde jogou pelo KK Zadar. Também tentou seguir carreira na Itália, mas não teve muito sucesso. Depois disso, Beck passou a jogar por uma universidade Mexicana, e depois  pela universidade de Las Vegas, a UNLV. Foi em Las Vegas que ele atraiu o interesse do norte-Americano Nolan Richardson, técnico mexicano da época.

Em 2007, no campeonato classificatório para as olimpíadas de 2008, em Las Vegas, Beck destacou-se jogando pelo Mexico, e atraiu olheiros norte americanos.  Nesse campeonato, além do lance em cima de Kobe Bryant, Beck conseguiu a excelente média de 20 pontos por jogo.

Na liga de verão do ano passado – 2008 – Beck jogou pelo Cleveland Cavaliers. Nas cinco partidas que disputou pelo Cleveland, o time foi derrotado, mas Beck teve um bom desempenho –  em 21 minutos jogados, ele conseguiu dez pontos por jogo e um aproveitamento de quadra e da linha dos três pontos invejável.  Seu aproveitamento em quadra foi de 54%, e o da linha dos três pontos foi de 66%. Apesar de todos esses números, Beck não teve chance na equipe do Cleveland Cavaliers.

A meu ver, Beck é um jogador que pode muito bem fazer parte do elenco de algum time da NBA. Não é jogador para participar efetivamente da rotação de uma equipe em busca de um título, mas pode ser utilizado como opção para a substituição de algum jogador, caso alguém da equipe venha a se contundir. Pode ter seus minutos e contribuir para a equipe com seu instinto ofensivo e chutes certeiros de média e longa distância. Na equipe do San Antonio Spurs, não vejo muito espaço para Romel Beck cumprir este papel,  pois a posição de ala/armador está bem preenchida com Manu Ginobili, Roger Mason e o veterano Michael Finley. Mas Beck é um jogador que, no Spurs, poderia evoluir ainda mais, e, quem sabe um dia, fazer parte efetiva de alguma equipe da NBA.

Twitter de Romel Beck: http://twitter.com/beck32

Anúncios

Sobre Victor Moraes

Formado em Jornalismo no ano de 2012 pela Universidade Metodista de São Paulo. Fanático por esportes, sobretudo o basquete, passou pela redação do Diário Lance!, trabalhou na Liga Nacional de Basquete e no extinto Basketeria. Se orgulha de fazer parte da equipe do Spurs Brasil desde a criação em 2007.

Publicado em 15/07/2009, em Um outro olhar. Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. Rafael Pereira

    vendo a summer league, dá pra perceber que esse cara ai tem potencial.acho que o spurs poderia testar ele antes da temporda, quem sabe na pretemporada. bom artigo

  2. thi velloso

    oloco eihn barbar ! entro na facul aprendeu a escrever é ? hahaha bom artigo … talves um teste seja a melhor opçao e cabe ao Pop analizar sua utilidade

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s