Arquivo diário: 25/06/2009

Draft 2009: O Spurs e suas possíveis escolhas

Após a grande troca que o San Antonio Spurs fez com o Milwaukee Bucks, enviando o ala Bruce Bowen e os pivôs Kurt Thomas e Fabricio Oberto  e recebendo Richard Jefferson, o Draft desse ano se tornou um ponto importante para a franquia texana continuar a ser um dos grandes concorrentes ao título da NBA. Com o elenco reduzido, a equipe nessescita das escolhas para encontrar jogadores que ajudem o time neste momento. Segue abaixo uma tabela com as previsões dos sites especializados sobre as escolhas de segunda rodada do Spurs:

Yahoo

College Hoops

Draft Express

RealGM

Hoops World

37ª

Jermaine Taylor, SG, Central Florida

Jonas Jerebko, SF, Suécia

Patrick Mills, PG, Saint Mary’s

Marcus Thornton, SG, LSU

Jermaine Taylor, SG, Central Florida

51ª

Dante Cunningham, PF, Villanova

Dante Cunningham, PF, Villanova

Paul Harris, SF, Syracuse

A.J. Price, PG, UConn

Robert Dozier, PF, Memphis

53ª

Jon Brockman, PF, Washington

Christian Eyenga, SG/SF,Congo

Dionte Christmas, SG/SF,Temple

Chris Johnson, PF, LSU

Slava Kravtsov, C, Ucrânia

Pelo time texano apenas possuir escolhas de segunda rodada, as previsões são bem imprecisas, pois dependem muito do que acontecer nas seleções anteriores. R.C Buford, GM do San Antonio, recebeu uma missão do presidente do time Peter Holt: recuperar a forma do time, não importando quanto custará.

Um jogador que está nos planos do Spurs desde o início de sua carreira é o ala israelense Omri Cassipi, sobre quem falamos sobre no “Passando a Limpo” há algumas semanas. Cassipi é projetado para ser escolhido no final da primeira rodada, então para isso o San Antonio precisará se movimentar para conseguir uma escolha mais alta.

Outros prospectos internacionais que podemos citar são o ala australiano Joe Ingles, os armadores franceses Rodrigue Beaubois e Nando De Colo, o armador espanhol Sergio Llull, o ala-pivô espanhol Victor Claver e o ala-pivô sueco Jonas Jerebko.

Joe Ingles, 22 anos, é ala e joga desde 2006 pelo Melbourne South Dragons, equipe da liga de seu país natal, a NBL. Na última temporada, teve médias de 13.1 pontos, 4.4 rebotes e 3.5 assistências em 23.9 minutos com 38 jogos, ajudando seu time a ser campeão da liga.

Rodrigue Beaubois, 21, é armador e joga desde 2006 pelo Cholet Basket na Franch Pro A, liga principal de seu país natal. Na última temporada, conseguiu 10 pontos, 2.5 rebotes, 2.3 assistências e 1.1 roubos de bola por jogo em 22.3 minutos nas 29 partidas que esteve presente na competição. Pela FIBA EuroChallenge, teve médias de 9.9 pontos, 2.8 rebotes, 2.1 assistências e 1.2 roubos de bola em 20.6 minutos nas 19 partidas.

Nando De Colo, 22, é ala-armador e joga desde 2006 pelo Cholet Basket,  junto com Beaubois, na Franch Pro A. Na liga nacional, fez 13.1 pontos e 3.5 assistências em 27.8 minutos por jogo em 22 partidas. Na FIBA EuroChallenge, teve médias de 13.9 pontos, 3.7 rebotes e 2.5 assistências em 27.1 minutos por partida.

Sergio Llull, 22, é armador e joga pelo RealMadrid há duas temporadas. Na atual, conseguiu anotar 8.6 pontos, 2 rebotes, 2.8 assistências e 1.1 roubos de bola em 21.8 minutos por jogo pela ACB em 27 partidas. Na Euroleague, Llull conseguiu médias de 7.2 pontos e 2.1 assistências em 18.9 minutos em 19 aparições.

Victor Claver, 21, é ala-pivô e joga pelo Pamesa Valencia desde 2004. Nesta temporada, teve médias de 8.4 pontos e 4.4 rebotes em 22.1 minutos por 15 partidas, e 2.5 pontos e 2.5 rebotes em 15.3 minutos por jogo em quatro partidas pela Eurocup. Ele perdeu boa parte da temporada por causa de uma fratura na perna esquerda.

Jonas Jerebko, 22, é ala e joga pelo Angelico Biella, da Liga Italiana, desde 2007. Teve médias de 9.0 pontos e 5.5 rebotes em 25.4 minutos por jogo na competição em 23 partidas, e, pela seleção da Suécia, 11.8 pontos e 9.3 rebotes em 29.3 minutos na rodada de classificação para o EuroBasket 2009.

Das universidades americanas, os prospectos para o Spurs são os alas Wayne Ellington  e Danny Green, de North Carolinan,  o armador Jermaine Taylor, de Central Florida, e o armador Jeremy Pargo, de Gonzaga.

Wayne Ellington, 21, é ala-armador e fez sua terceira temporada por North Carolina. Liderou a universidade em cestas de três pontos convertidas, com 85. Teve médias na última temporada de 15.8 pontos, 4.9 rebotes e 2.7 assistências em 35 partidas.

Danny Green, 22, é ala e fez sua quarta temporada por North Carolina. Teve médias na última temporada de 13.1 pontos, 4.7 rebotes, 2.7 assistências, 1.8 roubos de bola e 1.3 bloqueios em 38 partidas.

Jermaine Taylor, 22, é armador, e fez sua terceira temporada por Central Florida. Teve médias na última temporada de 26.2 pontos, 5.2 rebotes, 1.9 assistências e 1.3 roubos de bola em 31 partidas.

Jeremy Pargo, 23, é armador e fez sua quarta temporada por Gonzaga. Conseguiu médias na última temporada de 10.2 pontos, 3.4 rebotes, 4.9 assistências e 1.4 roubos de bola em 34 partidas.

Aquecimento para o draft

O draft da NBA acontece hoje, no Madson Square Garden, lendário ginásio de Nova York. Enquanto você aguarda a famosa seleção de novatos, pode conferir aqui, no Spurs Brasil, um pequeno aquecimento para o evento.

Base da equipe pré-draft*

Com a troca que trouxe Jefferson para o Spurs, teremos, até a hora do draft, a seguinte base:

PG – Parker / Hill

SG – Mason / Ginobili / Finley

SF – Jefferson

PF – Duncan

C – Bonner / Mahinmi

* Vaughn, Udoka e Gooden têm seus contratos se encerrando nessa offseason e ainda não renovaram. Bowen e Thomas, enviados para o Bucks na negociação que trouxe Jefferson, podem acabar recebendo buyout e retornando a San Antonio.

O San Antonio Spurs no draft nos últimos 5 anos

  • 2004

Em 2004, o principal nome selecionado pelo San Antonio Spurs foi o armador Beno Udrih, draftado na 28ª posição. Ele jogou por três temporadas na franquia texana antes de ser negociado com os Kings, equipe onde atua até hoje; já são cinco temporadas completas do esloveno na NBA. Além de Udrih, os Spurs selecionaram o ala Romain Sato, hoje no Montepaschi Siena, na 52ª posição, e o pivô Sergei Karalov, hoje no Lokomotiv Moscow, na 57ª.

  • 2005

Em 2005, os Spurs tiveram apenas a 28ª escolha, e selecionaram o pivô francês Ian Mahinmi, que passou a última temporada com o elenco mas não chegou a entrar em quadra. Lesionado no começo da última pré-época, os torcedores da franquia provavelmente terão a chance de enfim verem Mahinmi em ação nas Ligas de Verão deste ano. Depois dele, foram selecionados por outras equipes David Lee, Brandon Bass e Monta Ellis.

  • 2006

Em 2006, apenas a nada promissora 59ª escolha para os Spurs. O escolhido foi Damir Markota, ala que hoje atua com as cores do Iurbentia Bilbao Basket, da Espanha.

  • 2007

Em 2007, o San Antonio Spurs selecionou o brasileiro Tiago Splitter na 28ª colocação. O pivô atua na equipe do TAU Cerámica, e provavelmente só se juntará ao plantel da franquia texana no ano que vem. Após a seleção de Splitter, outras equipes tiveram a chance de draftar Glen Davis e Marc Gasol.

Depois dele, na 33ª posição, foi escolhido o ala Marcus Willians, que hoje joga no Austin Toros, equipe filiada ao San Antonio Spurs que joga a Liga de Desenvolvimento da NBA. Ainda nesse ano, na 58ª posição, foi selecionado o ala-pivô grego Giorgos Printezis, hoje no Olympiakos.

  • 2008

No ano passado, o principal nome selecionado foi o armador George Hill. Escolhido na 26ª posição, ele passou a ser, ao lado de Roger Mason, a principal opção nos minutos de descanso de Tony Parker. Após Hill, Mario Chamlers e Luc Mbah a Moute foram escolhidos por outras equipes.

Depois dele, os Spurs draftaram o armador Goran Dragic, na 45ª posição, que foi trocado  com o Phoenix Suns pelo ala Malik Hairston. O jogador, hoje no Austin Toros, chegou a atuar em algumas partidas com a camisa do San Antonio Spurs.

Tivemos ainda o draft do ala James Gist, na 57ª posição, que atuou na última temporada pela equipe italiana do Pallancanestro Bella, obtendo médias de 13 pontos e seis rebotes por partida. Ele deve jogar com a camisa da franquia texana nas Ligas de Verão.

E mais…

Ginobili foi a melhor escolha de segundo round desde 1984

Segundo Fran Blinebury, do site nba.com, Manu Ginobili foi a melhor escolha de draft de segundo round dos últimos 25 anos. O ala-armador foi selecionado pelo San Antonio Spurs na 57ª posição em 1999, e, após mais alguns anos atuando na Espanha, se juntou à franquia texana e se transformou em um dos grandes ídolos da sua história recente.

O argentino ficou na frente de nomes como Dennis Rodman, Gilbert Arenas, Carlos Boozer e Michael Redd. Além das dez primeiras colocações, outras cinco escolhas receberam menção honrosa; entre elas, os Spurs voltam a aparecer pelo draft de Kevin Duckworth, selecionado em 1986.

Spurs Brasil no Twitter

Twitter

Agora você também pode ter o seu site de notícias do San Antonio Spurs em perfil no Twitter. Para nos seguir, basta acessar http://twitter.com/spurs_brasil, e você receberá todas as atualizações do blog.

O Twitter virou mania na internet, e o Spurs Brasil também está nessa para que você leitor mantenha-se sempre informado e atualizado sobre o universo da NBA, e principalmente do San Antonio Spurs.

http://twitter.com/spurs_brasil