Arquivo diário: 29/03/2009

Spurs (48-25) @ Hornets (45-27) – Parker atinge marca histórica mas vê seu time ser derrotado

86X90

Mesmo desfalcada de Stojakovic e Chandler, a equipe do New Orleans Hornets superou, em casa, o San Antonio Spurs na noite desse domingo, em partida marcada pelo equilíbrio do começo ao fim.

Parker bate bola com Paul de olho; no duelo dos armadores, melhor para CP3. Fonte: sports.yahoo.com

Manu fez seu primeiro bom jogo após a volta

Manu fez seu primeiro bom jogo após a volta

A equipe texana entrou em quadra sem surpresas; Parker, Mason, Finley, Bonner e Duncan alinharam como titulares. O primeiro quarto começou com muitos arremessos errados; Finley foi inaugurar o placar com mais de dois minutos jogados. Os Spurs, mais concentrados, logo abriram pequena vantagem no placar. Matt Bonner, com pouco mais de oito minutos por jogar, cometeu sua segunda falta e, para ser poupado, deu lugar a Gooden. O ala-pivô entrou bem, ajudando a equipe a continuar abrindo no placar; com 11×5 contra e 5:56 por jogar, os Hornets pediram tempo para corrigirem seus erros. Comandados por David West, o time então subiu de produção e encostou no placar, forçando Pop a também parar o jogo. Os Hornets chegaram a tomar a liderança na partida, mas Ginobili entrou bem e ajudou os Spurs a fecharem o quarto na frente; 25×19. Faltando 50 segundos para o fim do primeiro período, Tony Parker converteu uma bandeja que o tornou um dos quatro únicos jogadores a atingirem 10 mil pontos com a camisa da franquia texana.

Novamente, o segundo quarto começou com muitos arremessos errados, e Popovich já logo parou o jogo após tomar um chute de três de Devin Brown. Mesmo assim, os Spurs não conseguiam deter a equipe da casa; com uma corrida de 8-0, os Hornets equilibraram a partida e retomaram a liderança no placar. Porém, Tim Duncan filamente entrou no jogo e liderou a reação dos visitantes. O embate seguiu então equilibrado até o tempo oficial da TV, aproximadamente na metade do período, quanto os Spurs voltaram a tomar as rédeas do jogo; com 15 pontos de seu camisa 21 no quarto, os texanos desceram para os vestiários vencendo por 47 x 43.

David West e Chris Paul comemoram o triunfo

David West e Chris Paul comemoram o triunfo

O segundo tempo começou com os Hornets jogando melhor e voltando à liderança do placar. Porém, após tempo pedido por Popovich, aproximadamente na metade do terceiro quarto, os Spurs voltaram a jogar bem e a assumir o controle do jogo. No final do período, os mandantes voltaram a melhorar, e, aproveitando-se de pane dos texanos, fecharam o quarto com interessante vantagem; Hornets 68 x 63.

O período derradeiro começou com os Spurs lutando para tentarem voltar à partida. Com pouco mais de sete minutos por jogar, o placar estava novamente apertado. Mas, mesmo com a recuperação de sua equipe, Popovich achou por bem pedir mais um tempo. A partir daí, os Hornets abriram pequena vantagem e a administraram até o final da partida, mesmo com a reação dos Spurs no minuto final.

De boa notícia para os texanos fica a boa atuação de seu principal trio de jogadores. Porém, o baixo aproveitamento nos arremessos de três pontos tem que melhorar nas próximas partidas para que o San Antonio Spurs, definitivamente, volte a ser um candidato ao título.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 20 pontos, sete assistências, quatro rebotes

Tim Duncan – 19 pontos, 13 rebotes

Manu Ginobili – 17 pontos, três rebotes, duas assistências, duas roubadas

Michael Finley – 12 pontos, dois rebotes, duas assistências

New Orleans Hornets

Chris Paul – 26 pontos, nove assistências, sete rebotes

David West – 23 pontos, 15 rebotes

Antonio Daniels – Dez pontos

Anúncios

Parker pode atingir marca histórica em duelo contra o Hornets

Jogador do San Antonio Spurs desde a temporada 2001/2002, quando entrou aos 19 anos na NBA, o armador Tony Parker pode se tornar logo mais o quatro jogador da história da franquia a bater a marca de dez mil pontos anotados na carreira. Para que tal feito seja alcançado, o jogador belga naturalizado francês deverá anotar meros sete pontos no embate ante o New Orleans Hornets, a ser disputado na casa dos adversários.

Parker pode atingir dez mil pontos pelo Spurs nesta noite (Getty Images)

Parker pode atingir dez mil pontos pelo Spurs nesta noite (Getty Images)

Em sua oitava temporada como jogador da NBA, Parker vem sendo apontando como um dos melhores atletas em atividade na liga norte-americana, tendo sido inclusive lembrado na disputa do prêmio de MVP (Jogador Mais Valioso) em 2008/2009. O armador sustenta neste ano médias de 21.9 pontos e 6.9 assistências por embate. Essas são as maiores médias do jogador nos dois quesitos desde que se tornou um Spur.
.
Com apenas 26 anos, o jogador pode pensar mais longe e buscar o posto de maior cestinha da história da franquia texana, ocupado hoje pelo ex-jogador George Gervin, ala-armador da equipe nas décadas de 1970 e 1980. Os outros dois jogadores que já atingiram a marca de dez mil pontos pelo Spurs são o ex-pivô David Robinson e o ala-pivô Tim Duncan, este ainda em atividade pelo time.

Vantagem adquirida

No meio dessa semana, a equipe do Tau Cerámica, onde joga o pivô brasileiro Tiago Splitter, que tem vínculo com o San Antonio Spurs na NBA, começou a disputa do difícil playoff na Euroliga,  o segundo maior campeonato de clubes do basquete mundial, ficando atrás apenas da liga estadunidense. O complicado adversário é o Barcelona FC, vice-líder da Liga ACB, o campeonato espanhol de basquete, atrás justamente do TAU Cerámica. E a equipe de Splitter se deu bem essa semana; inclusive, conforme informado por Leonardo Sacco na última quinta-feira, o pivô brasileiro quebrou um recorde no dia 24. Vamos a um breve resumo da semana da equipe:

Os jogos

24/03/2009 – Regal FC Barcelona 75 x 84 TAU Cerámica

Logo na primeira partida do difícil confronto, a equipe do TAU Cerámica, que atuou como visitante,  impôs seu jogo e inverteu a vantagem nesses playoffs; o Barcelona adquiriu, por ter ficado em primeiro na sua chave na fase anterior, o direito de jogar o jogo cinco em casa, caso ele seja necessário. Voltando à partida, a boa atuação do TAU Cerámica no primeiro tempo foi fundamental; no intervalo, a vantagem era de 11 pontos em favor dos visitantes. Além disso, a equipe teve o grande nome da partida: Igor Rakocevic, com 18 pontos, três rebotes e duas assistências. Splitter teve uma atuação discreta; foram oito pontos, cinco rebotes e duas assistências. Porém, o bloqueio solitário do pivô no jogo tornou-o um dos dez maiores bloqueadores da história da Euroliga, com 79 tocos em 117 partidas. Pelo lado do Regal FC Barcelona, destaque para Juan Carlos Navarro, com 17 pontos, dois rebotes e duas assistências.

26/03/2009 – Regal FC Barcelona 85 x 62 TAU Cerámica

Na segunda partida consecutiva atuando como visitante nessa série, não deu para a equipe do TAU Cerámica. Dessa vez, o Regal FC Barcelona soube usar o fator casa a seu favor, principalmente nos momentos decisivos; os dois últimos quartos tiveram amplo domínio dos mandantes. O Barça teve vários jogadores atuando bem; Jaka Lakovic fez 17 pontos, Ersay Isiasova atingiu um duplo-duplo, com 16 pontos e dez rebotes, Fran Vasquez também pegou dez rebotes, e ainda adicionou 14 pontos, mesma quantia anotada por Juan Carlos Navarro, que ainda deu seis assistências e pegou quatro rebotes. Pelo TAU Cerámica, novamente boa atuação de Igor Rakocevic, que fez 18 pontos, deu três assistências e pegou dois rebotes, e discreta apresentação de Splitter, com apenas cinco pontos e três rebotes.

Situação da equipe

A vitória conquistada no último dia 24 foi importantíssima para o TAU Cerámica; caso vença suas duas partidas em casa da série, as duas próximas, elimina o Regal FC Barcelona e se classifica para a fase Final Four dessa euroliga.

Pela Liga ACB, o TAU Cerámica segue na liderança isolada da competição, seguido justamente pelos rivais dos playoffs da Euroliga. A equipe entra em campo logo mais pela competição, diante do CB Murcia.

Interativo – Spurs vs. Clippers – Temporada Regular

Melhores Momentos de Spurs vs. Clippers – 27/03/2009

Top 10 da Rodada de 27/03/2009

Entrevistas após a partida com o técnico Gregg Popovich, Manu Ginobili, Roger Mason Jr. e Drew Gooden