Arquivo diário: 27/02/2009

A briga no Oeste

A temporada já passou de sua metade, as festividades do All-star Weekend ficaram para trás e a briga no Oeste fica cada vez mais acirrada;  são nove equipes que permanecem na disputa por apenas oito vagas. Destas nove equipes, apenas Los Angeles Lakers e San Antonio Spurs parecem garantidos na pós-temporada.

Denver Nuggets, Houston Rockets, Portland Trailblazers, New Orleans Hornets, Utah Jazz, Dallas Mavericks e Phoenix Suns brigam vitória a vitória por posições na conferência. Uma derrota ou um triunfo pode derrubar ou alavancar o time na tabela.

Em meio a tamanha disputa, fica impossível prever quem será o primeiro adversário nos playoffs. Então, vamos analisar os mais prováveis:

Utah Jazz – Se a temporada terminasse hoje, este seria o nosso adversário da primeira rodada. O Jazz é uma equipe forte, mas que sofreu constantemente com lesões durante a temporada, o que acabou derrubando a campanha da equipe, que poderia ser bem melhor. Completos, é uma equipe dificil de bater. Com Deron Williams e Carlos Boozer como principais jogadores e um elenco de apoio contando com nomes como Mehmet Okur, Andrei Kirilenko e Paul Millsap, o Jazz pode surpreender mesmo sem o mando de quadra.

Dallas Mavericks – Atual oitavo colocado no Oeste, a equipe não parece mais ter a mesma força de anos anteriores. Porém, a rivalidade pode  dar um ânimo extra aos jogadores do Mavs, mas saírem vitoriosos em uma série de sete jogos parece improvável.

Phoenix Suns – Atualmente na nona colocação e fora da zona de classificação para os playoffs, porém seguem na disputa para ir à pós-temporada. Sem poder contar com Amaré Stoudemire pelo restante da temporada, as esperanças se depositam em Steve Nash, Shaquille O’Neal e na volta do run and gun, esquema tático que fez sucesso por anos no Arizona. Vencer a equipe de San Antonio e passar ao segundo round dos playoffs soa como missão impossível.

New Orleans Hornets – Ocupando a sexta colocação, as abelhinhas despencaram na tabela. Chegaram a ser quarto colocados há pouco tempo atrás, mas uma série de partidas ruins e derrotas fizeram a equipe descer na classificação. Na última temporada, o Hornets enfrentou os texanos de San Antonio nas semi-finais de conferência, deram trabalho mas acabaram saindo derrotados por 4 a 3. Nesta temporada, Chris Paul e companhia não parecem capazes de repetir o feito, e em caso de confronto contra o Spurs dificilmente sairão classificados.

Existe também a possibilidade, porém menor, de Blazers ou Rockets serem os adversários. A equipe de Portland ainda é inexperiente e, diante de uma equipe acostumada aos playoffs como o Spurs, é algo que deve pesar. Já a equipe da terra da Nasa não conta mais con T-Mac pelo restante da temporada, então a responsabilidade de guiar a equipe fica nas mãos do gigante Yao Ming e de Ron Artest. Este é um adversário que pode complicar, mas sem a vantagem do mando de quadra as chances de vitória para o Rockets diminuem muito.

Anúncios

Spurs (39-17) vs. Cavaliers (44-12) – Temporada regular

kamusprejogonz0

Pré-Jogo – San Antonio Spurs vs. Cleveland Cavaliers – Temporada Regular

Local: AT&T Center

Data: 27/02/2009

Horário: 23:30

Situação do Jogo

Ainda sem Manu Ginóbili, mas com a provável volta de Tim Duncan, o Spurs, que vem de quatro vitórias seguidas, recebe a equipe do Cleveland Cavaliers, que perdeu na noite de ontem para o time do Houston Rockets. Enquanto a equipe de San Antonio conta com a possível volta de seu astro maior, o time de Ohio terá o importante desfalque de Ben Wallace, que vinha fazendo uma excelente temporada até aqui, sempre marcando o principal big man adversário. Anderson Varejão deverá ser seu substituto, mas a rotação de garrafão estará seriamente prejudicada, já que o treinador Mike Brown poderá contar apenas com J.J. Hickson para a reserva.

Fique de Olho

cle

Clippers Cavaliers Basketball

Mo Williams vem sendo o principal escudeiro de LeBron James na atual temporada. O jogador, que era visto como individualista sem defesa, vem mostrando um jogo coletivo e um esforço defensivo que ninguém esperava. Williams vem sendo um dos principais responsáveis pela grande melhora da equipe de Cleveland na temporada.