Arquivo diário: 12/02/2009

Interativo – Spurs @ Raptors – Temporada Regular

Melhores Momentos de Spurs @ Raptors – 11/02/2009


Top 10 da Rodada de 11/02/2009


Matt Bonner pode jogar pelo selecionado canadense

brunonoticiaspa35

Matt Bonner quando ainda atuava no Canadá pelo Toronto Raptors

Matt Bonner quando ainda atuava no Canadá, pelo Toronto Raptors

O ala-pivô Matt Bonner sempre gostou de atuar no Canadá, e agora ele poderá jogar pelo selecionado do país. O jogador está em vias de conseguir a cidadania canadense, e, se isso acontecer, ele espera participar do torneio classificatório para o mundial de 2010. Vale lembrar que o mundial será disputado na Turquia e o classificatório no México.

“Ainda é cedo, mas a ideia é essa; vamos ver o que acontece”, disse Bonner, que nasceu em New Hampshire – cidade próxima ao Canadá. “Isso é algo que eu quero fazer e me sinto confiante, me sinto confiante em representar o Canadá e tentar fazer o possível para que a equipe alcance sucesso. Me sinto como parte do país; meu avô é canadense e eu cresci a poucas horas da fronteira”, completou o ruivo, que começou a carreira na equipe do Toronto Raptors – coincidentemente única representante do país na NBA.

Bonner, que também é casado com uma canadense, pode decretar o fim da carreira do haitiano Samuel Dalembert no selecionado. As equipes podem contar apenas com um atleta naturalizado; sendo assim, os dois disputariam a vaga de estrangeiro da equipe. A notícia vem do Toronto Globe and Mail.

Roger Mason elogia desempenho de Roko Ukic

brunonoticiaspa33

Ukic tenta se livrar do ala Malik Hairston na noite de ontem (Photo by Ron Turenne/NBAE via Getty Images)

Ukic tenta se livrar do ala Malik Hairston na noite de ontem (Photo by Ron Turenne/NBAE via Getty Images)

O ala-armador do San Antonio Spurs, Roger Mason Jr., elogiou o desempenho do croata Roko Ukic na partida de ontem. Ukic conseguiu a melhor noite de sua carreira após anotar 22 pontos. Também foi o jogo em que mais tempo ele esteve em quadra na NBA – 28 minutos.

Ukic vem ganhado mais minutos depois que o armador titular, o espanhol Jose Calderon, se lesionou. Roger Mason, do Spurs, passou por situação parecida no ano passado quando ainda jogava pelo Washington Wizards. Com a contusão do então titular Gilbert Arenas, Mason passou a ser mais utilizado e melhorou bastante o seu desempenho.

“Como armador novato, ele fez boas e decisivas jogadas; é isso que tem que ser feito”, disse Mason na conferência após a derrota do Spurs por 91 a 89. Roko Ukic, de 24 anos, está com médias de 4.6 pontos e 1.8 assistências em pouco menos de 13 minutos jogados por partida na sua temporada de novato.

Que trocas, que nada

brunolinha3kv5

Recentemente, a equipe do San Antonio Spurs foi envolvida em uma série de rumores. O mais bombástico deles contava com o nome do superstar Vince Carter, hoje no New Jersey Nets. Outra notícia que chamou atenção dos torcedores foi um possível interesse em dois atletas do Sacramento Kings, o pivô Brad Miller e o ala John Salmons.

Com tantos rumores rondando o mercado, creio que pouca gente deve ter pensado nas moedas de troca que o Spurs tem a oferecer. Pois bem, o trio principal – Tim Duncan, Tony Parker e Manu Ginobili – é intocável e todos sabem disso. Sendo assim, sobram poucas alternativas para se dar início a um negócio.

Um nome que foi cogitado é o do ala Roger Mason Jr. Mason faz de longe sua melhor temporada na carreira, o que lhe rendeu um convite para participar do torneio de três pontos do All-Star Weekend. Em uma equipe mais visada esse ano, o ala vem despertando interesse de muitos times; trocado em miúdos, a única grande moeda de troca do Spurs – e valiosa, diga-se de passagem – é o novo xodó da torcida, Roger Mason.

Para mim, e acredito que para a maioria dos torcedores, envolver Mason em um negócio seria loucura. Ele chegou como bom reforço, é verdade, mas o que ninguém esperava é que em poucos meses ele estaria decidindo jogos e sendo fundamental no esquema do técnico Gregg Popovich. Mason se adaptou como poucos no Spurs, e seria arriscado trocá-lo agora, bem no meio da temporada.

Outro jogador que gerou possível interesse de outras equipes é o armador George Hill. Draftado no segundo round dessa temporada, Hill surpreendeu e vem sendo aquele armador reserva que tanto pedíamos – pois convenhamos, com Jacque Vaughn estava difícil. O ex-atleta da Universidade de Indiana logo se tornou querido do treinador e da torcida – desta maneira, há poucas chances dele mudar de casa.

Gregg Popovich é daqueles técnicos que prefere ir com o mesmo time até o final do que se envolver em negócios arriscados ao longo da temporada – filosofia da qual também sou adepto. Ou seja, se a coisa está caminhando bem do jeito que está, pra que fazer trocas? Ainda mais quando os nomes cogitados jogam em posições que San Antonio já está bem servido – as alas. Se fosse eu o General Manager e tivesse que mexer meus pauzinhos, com certeza eu traria um pivô de qualidade, nunca outro ala. Resumindo, acho difícil o Spurs fazer negócio ainda nessa temporada; vamos deixar para o ano que vem.

Spurs (35-16) @ Raptors (21-34) – Ukic rouba a cena e Spurs perde em Toronto

brunoresumoai0

89X91

Ainda na rodeo trip, o San Antonio Spurs enfrentou mais uma partida fora de casa, dessa vez na sequência, pois o time havia vencido o New Jersey Nets na noite anterior. Contra o Toronto Raptors sem dois dos seus principais jogadores – o armador Jose Calderon e Chris Bosh, ambos lesionados – o Spurs tinha grande chance de sair do Canadá vitorioso; mas a história foi completamente diferente.

Destaque da partida com 22 pontos, crota Roko Ukic é observado atentamente por Tony Parker e Gregg Popovich (Photo by Ron Turenne/NBAE via Getty Images)

Destaque da partida com 22 pontos, croata Roko Ukic é observado atentamente por Tony Parker e Gregg Popovich (Foto por Ron Turenne/NBAE via Getty Images)

A equipe começou bem e o primeiro quarto foi bastante equilibrado; equilíbrio esse que durou até meados do segundo período, quando os donos da casa conseguiram abrir certa vantagem. Na ida para os vestiários, o Raptors vencia por seis pontos de diferença. Quando as duas equipes voltaram, os comandados de Gregg Popovich souberam se impor melhor e conseguiram virar o duelo.

Tony Parker dá belo passe durante a derrota do Spurs

Tony Parker dá belo passe durante a derrota do Spurs; francês atuou bem mais uma vez (Photo by Ron Turenne/NBAE via Getty Images)

gran finale ficou para o período derradeiro, que começou com vantagem de dois pontos para os visitantes. E, de fato, foi uma das partidas mais emocionantes na temporada até aqui. A equipe texana vencia por três pontos com menos de um minuto para o término do embate; no entanto, foi a vez do jovem croata Roko Ukic entrar em cena. Com duas bolas fundamentais, o armador conseguiu virar a partida para os canadenses – foi seu melhor desempenho de toda a carreira, com 22 pontos. San Antonio ainda teve a chance de vencer a partida com Tony Parker, mas o francês desperdiçou o arremesso seguido de perto por Jermaine O’Neal.

A derrota impediu o Spurs de alcançar seu terceiro triunfo consecutivo. Para tentar engrenar nova sequência, os comandados de Gregg Popovich viajam para New York para enfrentar o Knicks; o jogo acontece na próxima terça-feira. Já o Raptors, que faz campanha decepcionante até aqui, recebe na quarta-feira o perigoso Cleveland Cavaliers.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Manu Ginobili – 32 pontos, 7 rebotes e 4 assistências

Tony Parker – 22 pontos e 4 assistências

Tim Duncan – 20 pontos, 13 rebotes e 7 assistências

Toronto Raptors

Andrea Bargnani – 23 pontos e 8 rebotes

Roko Ukic – 22 pontos

Jason Kapono – 21 pontos