Arquivo diário: 24/01/2009

Popovich nega intenção de contratar Krstic

Segundo fontes, Krstic (.esq) poderia ter vindo para o Spurs (Photo by Noah Graham/NBAE via Getty Images)

Segundo fontes, Krstic (.esq) poderia ter vindo para o Spurs (Photo by Noah Graham/NBAE via Getty Images)

O pivô Nenad Krstic deixou o New Jersey Nets na última offseason e rumou de volta à Europa seduzido pelos “petrodólares” russos. A crise econômica mundial, no entanto, fez com que o pivô – assim como muitos outros jogadores que atuam no ‘Velho Continente’ – não recebesse seus salários em dia, e o retorno à NBA foi a solução encontrada pelo jogador para resolver o problema. Seu destino foi o Oklahoma City Thunder, franquia caçula da liga norte-americana de basquete.

Muitas pessoas ligadas ao basquete, no entanto, afirmaram que o treinador do San Antonio Spurs, Gregg Popovich, teria conversado com diretores da equipe sobre uma possível investida para contar com o jogador, quem considera um jovem com valor. Popovich, contudo, negou tal afirmativa da imprensa, apesar de tecer diversos elogios sobre o jogo de Krstic.

“Realmente eu gosto muito do estilo de jogo do Nenad, acho que ele é um grande jogador. Mas isso não quer dizer que eu tentei contratá-lo. Acho que foi uma contratação acertada do Thunder, mas não tentamos nada”, disse Popovich. “Já temos aqui o Fabrício Oberto e o Kurt Thomas, creio que estamos bem servidos na posição”, completou.

Interativo – Spurs vs. Nets – Temporada Regular

Melhores Momentos de Spurs @ Nets – 23/01/2009

Top 10 da Rodada de 23/01/2009

Entrevistas após a partida com o técnico Gregg Popovich, Tony Parker, Roger Mason Jr. e Tim Duncan


Que fim de mês é esse?

Amigos leitores, nossa sequência de quatro vitórias consecutivas (a segunda melhor da NBA no moment0) encontra-se seriamente ameaçada. Não por conta de lesões dentro do elenco ou de queda de produção do time, e sim porque enfrentaremos quatro adversários fortíssimos nos nossos próximos quatro jogos, três deles atuando fora de casa.

O primeiro dos confrontos acontece já amanhã, em Los Angeles, contra os Lakers, líderes da Conferência Oeste. A equipe de Kobe e companhia vem de três vitórias seguidas e tem atualmente a melhor campanha da NBA; teoricamente, são os favoritos para a partida. Porém, vale lembrar que, em duelo recente, os Spurs levaram a melhor com uma cesta de Mason nos segundos finais; a equipe texana tem totais condições de vencer a partida.

Na madrugada de terça para quarta, os Spurs viajam até Utah para enfrentar o Jazz. A equipe é atualmente a oitava colocada dentro da Conferência Oeste, mas tem uma campanha não tão diferente assim dos Spurs. As equipes já se enfrentaram uma vez na temporada, com vitória do time de San Antonio; porém, o jogo foi totalmente atípico, pois o Jazz não contava com Williams e Boozer e a equipe texana estava desfalcada de Parker e Ginobili.

Na madrugada de quinta para sexta-feira, é a vez dos Suns medirem força com os Spurs. A equipe de Phoenix está atualmente na nona colocação da Conferência Oeste e precisará vencer o jogo, assim como o Jazz, para seguir na briga pelos playoffs. Os dois times já se enfrentaram duas vezes nessa temporada; uma vitória dos Suns em San Antonio e uma dos Spurs em Phoenix. É um duelo sempre imprevisível.

No sábado que vem, finalmente os Spurs voltam ao AT&T Center; para quem pensa que as pedreiras acabaram, a equipe recebe os Hornets, no que deve ser o confronto mais direto entre os quatro; o time da Nova Orleans, atualmente em quarto na Conferência Oeste, é o que tem a campanha mais parecida com a dos Spurs dentre os quatro próximos adversários dos texanos. O dois times já mediram forças uma vez nessa temporada, e os Hornets levaram a melhor jogando em casa mesmo sem poder contar com Stojakovic na oportunidade.

Para os torcedores que têm dúvidas se os Spurs podem ou não sagrarem-se campeões nessa temporada, essa semana deve ser um divisor de águas. Quatro derrotas talvez sejam encaradas como normais devido aos adversários que enfrentaremos, mas talvez quatro vitórias nos coloquem entre o grupo de principais favoritos ao título. Vamos esperar para ver.

Spurs (29-13) vs. Nets (19-24) – Mais uma vitória no sufoco

94X91

San Antonio Spurs e New Jersey Nets se enfrentaram na última madrugada no AT&T Center. O time da casa usou sua experiência para definir a partida no finalzinho do quarto quarto e manter-se entre as primeiras colocações da Conferência Oeste.

cbssports.com

Parker parte para a cesta sob a marcação de Josh Boone. Fonte: cbssports.com

O jogo começou bastante equilibrado, mas com os Nets mandando no placar até aproximadamente metade do período. Após o tempo pedido por Popovich, ainda com 6:39 por jogar, os Spurs melhoraram e assumiram a liderança do placar. Porém, os Nets estavam na partida, e não deixaram que o time texano desgarrasse no placar; o primeiro período terminou com os Spurs à frente por apenas dois pontos, com 26 a 24.

Vince Carter tenta jogada sobre Tim Duncan; Duncan mais uma vez foi dominante (Photo by D. Clarke Evans/NBAE via Getty Images)

Vince Carter tenta jogada sobre Tim Duncan; Duncan mais uma vez foi dominante (Photo by D. Clarke Evans/NBAE via Getty Images)

O segundo quarto começou com os Nets fazendo 13 pontos sem resposta após uma bola de três pontos de Matt Bonner, abrindo assim 37 x 29 no placar. Popovich foi obrigado a pedir tempo novamente, o que surtiu resultado; os Spurs voltaram ao jogo e voltaram a encostar. Mesmo assim, o período mais consistente dos Nets fez com que a equipe visitante descesse para os vestiários com 50 a 46 a seu favor.

No terceiro quarto, o equilíbrio ditou a partida até aproximadamente 2:32 minutos por jogar; a partir daí, os Spurs fizeram nove pontos contra apenas um dos Nets, o que possibilitou que a equipe texana entrasse no último período com oito pontos de vantagem.

No quarto derradeiro, os Nets tentaram cortar a vantagem dos Spurs, mas a equipe texana esteve sempre à frente no placar. A liderança foi ameaçada algumas vezes nos minutos finais, mas a maior experiência dos Spurs fez a diferença para que mais uma vitória fosse alcançada.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tim Duncan – 30 pontos, 15 rebotes, cinco assistências, quatro tocos

Tony Parker – 17 pontos, quatro assistências

Roger Mason Jr. – 14 pontos, três assistências

Michael Finley – 11 pontos, três assistências, três rebotes

New Jersey Nets

Devin Harris – 27 pontos, quatro roubadas de bola, três assistências

Vince Carter – 26 pontos, seis assistências

Brook Lopez – 15 pontos, oito rebotes