Arquivo diário: 21/01/2009

Interativo – Spurs vs. Pacers – Temporada Regular

Melhores Momentos de Spurs @ Bobcats – 19/01/2009

Top 10 da Rodada de 19/01/2009


Kobe x LeBron

A temporada continua e na última semana dois grandes concorrentes ao título que contam com os principais candidatos a MVP se enfrentaram. Lakers e Cleveland travaram o principal embate da rodada que homenageia Martin Luther King. Mais do que uma simples partida, esse encontro promovia o duelo de Kobe e LeBron, os dois maiores jogadores da NBA na atualidade. Fãs e especialistas não têm dúvidas quanto à qualidade de ambos, mas quando o assunto é “quem é o melhor?” há uma divisão.

No entanto, Bryant parece já ter assumido uma posição em relação a isso. Antes da partida, afirmou que James era o MVP da temporada até o momento. O camisa 24 da equipe de Los Angeles declarou: “Ele está jogando um basquete incrível e sou um de seus grandes fãs. James fez a melhor primeira metade de temporada e hoje seria o merecedor do prêmio de MVP, não tenho dúvidas.”

Os dois têm apresentado um basquete de altíssima qualidade e sem dúvida o prêmio estaria bem entregue para ambos. Mas infelizmente só um pode ganhar. No duelo entre as equipes lideradas por eles, no último dia 19, deu Lakers.  No entanto, o cestinha da partida foi LeBron: 23 pontos contra 20 de Bryant. Nas estátisticas da temporada, James também leva vantagem. São 27.6 pontos; 7.2 rebotes e 6.6 assistências, contra 27 pontos, 5.6 rebotes e 5.1 assistências de Kobe.

A disputa ainda está em aberto, inclusive para outros atletas, mas fazia algum tempo que dois jogadores não se destacavam tanto dos outros como fazem estes dois nesta temporada. A briga está boa e quem tem a ganhar com isso é só o basquete. Jogadores com qualidade acima do normal e líderes em quadra nunca são demais para a NBA.

Spurs (28-13) vs. Pacers (15-27) – Duncan garante vitória fácil

99X81Indiana Pacers

San Antonio Spurs e Indiana Pacers se enfrentaram na última terça-feira e a expectativa era de que um jogo equilibrado fosse disputado no AT&T Center. O Pacers, apesar da campanha ruim que vem fazendo, já havia dado muito trabalho para grandes equipes nesta temporada – vencendo alguns jogos contra essas franquias, inclusive. Mas com o Spurs a história foi outra. Comandado pelo ala-pivô Tim Duncan e pelo ala-armador Manu Ginobili, o time texano impôs seu jogo desde o início e venceu facilmente.

Duncan novamente teve grande atuação pelo Spurs (Photo by AP Photo)

Duncan novamente teve grande atuação pelo Spurs (Photo by AP Photo)

Logo no primeiro período de jogo – o mais equilibrado antes de o Spurs disparar e garantir a vitória – Duncan já mostrou a que estava disposto e iniciou a partida com incríveis 12 pontos e nove rebotes apenas no quarto em questão. O Pacers, no entanto, mantinha-se vivo na partida e conseguiu não ficar muito atrás no marcador ao final dos primeiros 12 minutos: 22 a 17 para o Spurs.

Ginobili disputa bola em partida na qual foi destaque ao lado de Duncan. (Photo by AP Photo)

Ginobili disputa bola em partida na qual foi destaque ao lado de Duncan. (Photo by AP Photo)

Se nos primeiros momentos da partida Duncan quem comandou o time da casa, pode-se dizer que no segundo quarto o nome dos texanos foi o argentino Ginobili. Pontuando muito e com muitas bolas de longa distância, o jogador garantiu vantagem de confortáveis 13 tentos antes da ida aos vestiários para o descanso de ambas as franquias. Neste momento, o marcador apontava 53 a 40 favoráveis aos mandantes.

Se Duncan comandou o Spurs em um período e Ginobili no outro, os dois fizeram questão de juntos – e com o sempre importante apoio do armador Tony Parker e do ala Roger Mason – liquidar a fatura no terceiro quarto. Sem dar quaisquer chances ao adversário, a equipe de San Antonio ampliou ainda mais a vantagem que já era grande e atuou no período derradeiro poupando seus titulares, uma vez que a equipe passou por maratona de jogos pesada nos últimos dias. O placar apontava ao final da partida 99 a 81 para o Spurs, que vence mais uma e se consolida como vice-líder da disputadíssima conferência Oeste.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tim Duncan – 27 pontos, 10 rebotes, 2 roubos de bola e 10-15 nos arremessos de quadra

Manu Ginobili – 26 pontos, 8 rebotes, 3 assistências, 2 roubos e 8-10  nos arremessos de quadra

Tony Parker – 13 pontos, 7 assistências e 2 roubos de bola

Indiana Pacers

Danny Granger – 17 pontos

Mike Dunleavy – 15 pontos

Hairston com bom desempenho na D-League

noticiasbrunozl95

O bom desempenho do ala Malik Hairston atuando pelo Austin Toros fez com que os dirigentes do Spurs fizessem um contrato com o jogador. Mesmo contratado pelo Spurs, Hairston foi enviado de volta à D-League para ‘amadurecer’ seu jogo.

O resultado da ida de Hairston para a liga de desenvolvimento da NBA tem sido proveitoso, já que o atleta vem sendo o grande destaque da equipe até aqui. Ele tem médias de 21.0 pontos, 5.8 rebotes e 4.0 assistências por jogo, e, nos últimos dois embates da equipe, Hairston somou 60 pontos.

Malik Hairston foi draftado pelo Phoenix Suns e logo em seguida mandado à San Antonio, na D-League, Hairston busca voltar para a NBA e se firmar no time principal (Chris Covatta/NBAE/Getty Images)

Malik Hairston foi draftado pelo Phoenix Suns e logo em seguida mandado à San Antonio; na D-League, Hairston busca voltar para a NBA e se firmar no time principal (Chris Covatta/NBAE/Getty Images)

O técnico do Toros, Quin Snyder, elogiou o jogador: “Ele é um ótimo finalizador, explosivo e muito bom atacando a cesta”, disse o treinador, “Ele também se movimenta muito bem”, completou.

Hairston foi contratado pelo San Antonio Spurs em dezembro, o que lhe deu a oportunidade de ficar no banco de reservas no emocionante jogo diante do Phoenix Suns. “Foi emocionante quando o Rog (Roger Mason) converteu aquele arremesso no final”, disse o atleta.

No penúltimo jogo da equipe pela D-League, Hairston foi excepcional; anotou 43 pontos na vitória do Toros frente o Colorado 14ers por 124 a 113. Além de acertar 15 dos 23 arremessos de quadra, Hairston ainda pegou oito rebotes e distribuiu seis assistências, completando assim a noite de gala.