Arquivo diário: 20/12/2008

Spurs (15-10) vs. Raptors (10-16) – Temporada regular

pongasprejogoap53

Pré-Jogo – San Antonio Spurs vs. Toronto Raptors

Local: AT&T Center

Data : 20/12/2008

Horário: 23:30 (Horário de Brasília)

Situação do Jogo

O San Antonio Spurs volta para casa após duas derrotas consecutivas fora de seus domínios. A equipe busca se recuperar após perder para New Orleans Hornets e Orlando Magic. Mais uma vez o técnico Gregg Popovich deverá contar com força máxima; o provável quinteto titular será Parker/Mason/Finley/Bonner e Duncan. O Toronto Raptors vem mal nessa temporada – muito aquém do que se esperava após a contratação do ala-pivô Jermaine O’Neal. Os canadenses perderam os quatro últimos jogos, e, se a temporada terminasse hoje, eles ficariam de fora dos playoffs.

Fique de Olho

Toronto Raptors

Calderon tenta jogada em cima de Nick Collison, do Thunder (REUTERS/Bill Waugh)

Calderon tenta jogada em cima de Nick Collison, do Thunder (REUTERS/Bill Waugh)

O espanhol Jose Calderon passa em branco por muitas vezes na mídia. Para mim, ele é um dos melhores armadores de ofício dessa geração; tem uma grande visão de jogo e passa como poucos. Nesse ano, mais amadurecido no Raptors, ele vem com médias de 13 pontos e 9.0 assistências por jogo. Além disso, um fato interessante sobre o Calderon na temporada é que até aqui ele está com 100% de aproveitamente em lances livres; foram 59 tentativas e 59 acertos para o espanhol até o momento.

Tolliver de volta

noticiasbrunozl97

Tolliver deve vir apenas para cobrir a ausência de Oberto

Tolliver deve vir apenas para cobrir a ausência de Oberto

O ala-pivô Anthony Tolliver foi chamado novamente para integrar a equipe do San Antonio Spurs. O motivo é um pequeno problema no pé do argentino Fabrício Oberto, que o impossibilita de disputar as próximas partidas.

Tolliver, que estava no Austin Toros – equipe da D-League filiada ao San Antonio Spurs – jogou seis partidas por lá. Suas médias foram de 17.3 pontos e 7.8 rebotes. No Spurs, ele atuou por 11 partidas e teve médias de 3.8 pontos e 2.3 rebotes em 12 minutos em quadra.

Ian Mahinmi, que também chegou do Toros, já está recuperado de um problema físico mas ainda deve esperar mais um pouco para voltar às quadras.

A idade acusou?

Nessa semana, as duas derrotas seguidas da equipe do San Antonio Spurs, frente ao New Orleans Hornets e ao Orlando Magic – ambas disputadas fora de casa – trouxeram um antigo tema presente na vida do torcedor da equipe texana à minha cabeça; será que, nessa pequena maratona de “pedreiras”, a idade avançada do elenco dos Spurs atrapalhou?

Primeiramente, vale lembrar que a equipe está rejuvenecida em relação à do ano passado; Mason é agora titular no lugar de Bowen e Bonner vem deixando Oberto e Thomas no banco de reservas. George Hill é a peça de rotação do perímetro que trouxe a juventude que faltava no ano passado. Mas os nossos “medalhões” da última temporada continuam a fazer parte desse elenco, e muitos deles participam ativamente dos jogos da equipe.

Tanto o New Orleans Hornets quanto o Orlando Magic são duas boas equipes, que têm, cada uma, um estilo de jogo muito particular; comum entre as duas é que são times mais jovens do que o de San Antonio. Além disso, a distância entre os dois locais não é pequena, e a viagem pode ter aumentado ainda mais o desgaste do elenco dos Spurs.

Porém, vale lembrar que no quarto final do segundo jogo, em Orlando, os Spurs chegaram a esboçar uma reação e a diminuir a diferença para dígitos simples, o que não acontecia desde o primeiro período. Isso demonstrou que a equipe tem sim fôlego para buscar uma partida em seus momentos finais.

Esse é um tema delicado; apenas a palavra de um especialista da área física poderia tirar minha dúvida se a idade acusou ou não nesses dois difíceis jogos consecutivos. Minha opinião é que o desgate atrapalhou sim, mas não foi o principal determinante das derrotas. E a sua, qual é?