Arquivo diário: 01/12/2008

Curtinhas: Mason on fire e Ahearn na D-League

Roger Mason on fire

Em um mês de carreira no San Antonio Spurs, o ala-armador Roger Mason Jr. se tornou um dos arremessadores de três pontos mais certeiros da NBA. Em 16 jogos, ele converteu 43 cestas de três pontos, o segundo com mais bolas convertidas na liga, atrás apenas do ala Rashard Lewis, do Orlando Magic, com 44.

Mason também acertou 52.4% (43-82) de seus arremessos da linha dos três, colocando-o na segunda posição da liga neste quesito. O armador do Golden State Warriors Anthony Morrow é o primeiro, com 53.3% (16-30).

“Os técnicos vêm fazendo um bom trabalho e me deixando em boas posições para arremessar”, disse Mason, “Estou pronto para aproveitar essas oportunidades”, completou o camisa oito.

O ala-armador Roger Mason em uma de seus arremessos de três pontos (Foto por Hector Mata/AP Photo)

Grata surpresa até aqui, Mason vem muito bem nos chutes de três (Foto por Hector Mata/AP Photo)

Blake Ahearn é enviado ao Austin Toros da D-League

nba.com)

(Fonte: nba.com)

O San Antonio Spurs anunciou nessa semana que enviou o armador Blake Ahearn para o Austin Toros, franquia do time na Liga de Desenvolvimento da NBA (NBDL).

Ahearn disputou três jogos após assinar com o time no dia 16 de novembro. Durante o curto período, o armador, que é conhecido pela pontaria calibrada, teve médias de 2.7 pontos em apenas 6.3 minutos em quadra.

A permanência do jogador no grupo era supérflua, já que o Spurs está bem servido na posição; Tony Parker voltou de lesão recentemente e George Hill vem surpreendendo bastante em sua temporada de novato. Além disso, o veterano Jacque Vaughn aparece como terceira opção – o que tornava inviável a permanência de Ahearn no elenco.

Anúncios

Turbulência, saída da Euroliga e volta repentina

Com habitual jeito de sargentão, Grudin anunciou que CSKA está a salvo

Com habitual jeito de sargentão, Grudin anunciou que CSKA está a salvo

As últimas semanas foram embaladas pelos rumores de falência da equipe russa do CSKA. O primeiro grande sinal da crise foi a perda da pivô Maria Stepanova – que tinha um ordenado acima das capacidades do clube.

Semana passada, o time do técnico Gundars Vetra anunciou sua falência juntamente com a dispensa de suas principais estrelas (Incluindo Becky Hammon) e o desligamento da Euroliga de Clubes. Passada a tempestade, a boa notícia é que o CSKA conseguiu um novo patrocinador e voltará a disputar o campeonato Europeu. “A equipe do CSKA está salva e participará do campeonato russo. Além disso, estamos fazendo o possível para que a equipe se reintegre à Euroliga”, disse o diretor esportivo do clube e ex-treinador do selecionado russo, Igor Grudin.

O diretor evitou falar o nome do patrocinador, mas, disse que assim que a papelada estiver pronta, a imprensa ficará sabendo. “Ainda não temos a documentação, logo não podemos dizer quem é, mas, noticiaremos em breve”, finalizou Grudin.

O ex-técnico ainda disse que não foi preciso aceitar a ajuda do Spartak Moscow e do UMMC Ekaterinburg – rivais do CSKA na Superliga Russa que haviam oferecido apoio ao time. Com novo patrocinador e com suas jogadoras de volta, o CSKA deverá continuar na briga por ambos os títulos – tanto da Euroliga quanto do Campeonato local. Na última quarta-feira, o CSKA perdeu por W.O na Euroliga em jogo diante do TTT Riga, da Lituânia.