Arquivo diário: 29/11/2008

Spurs (9-6) @ Rockets (10-6) – Temporada Regular

pongasprejogoap52

Pré-Jogo – San Antonio Spurs @ Houston Rockets – Temporada Regular

Local: Toyota Center

Horário: 23:30 (Horário de Brasília)

Data: 29/11/2008

Situação do Jogo

O San Antonio Spurs vem embalado após vencer oito dos seus últimos dez jogos. Na noite de ontem, o armador Tony Parker voltou à equipe, e, pela primeira vez na temporada, o técnico Gregg Popovich pôde contar com todos os seus jogadores. O Houston, que vem com irregular campanha dentro de casa (3-3), não deve contar com suas duas principais estrelas – Yao Ming com um problema no olho direito e T-Mac com problema no joelho esquerdo. Na última partida, o Rockets foi derrotado pelo Indiana Pacers mesmo jogando em casa.

Confronto na Temporada (1-0 Spurs)

14/11/2008 – Rockets 75 @ 77 Spurs

Em jogo muito feio e com poucas oportunidades, o San Antonio Spurs derrotou o Houston Rockets por apenas dois pontos de vantagem. Naquele dia, o destaque do Spurs foi o armador George Hill, que anotou 17 pontos, pegou seis rebotes e distribuiu cinco assistências. Pelo lado do Rockets, Ron Artest foi o melhor, com 18 pontos.

Fique de Olho

Houston Rockets

Sem Yao e T-Mac, Scola deve ser um dos principais jogadores do Rockets (Photo by Bill Baptist/NBAE via Getty Images)

Sem Yao e T-Mac, Scola deve ser um dos principais jogadores do Rockets (Photo by Bill Baptist/NBAE via Getty Images)

O ala-pivô Luis Scola vem tendo mais uma sólida temporada; suas médias até aqui têm sido de 11.8 pontos e 7.6 rebotes em 27 minutos de média em quadra. Como já antecipamos, o Houston deverá estar com suas duas principais estrelas contundidas. Sendo assim, Scola deverá chamar mais a responsabilidade dentro do garrafão de Houston.

Interativo – Grizzlies @ Spurs – Temporada Regular

Melhores Momentos de Grizzlies @ Spurs – 28/11/2008

Top 10 da Rodada de 28/11/2008

Entrevistas durante treino antes do jogo contra o Jazz com Bruce Bowen e Ime Udoka

Vejam nossa sessão de fotos do jogo clicando aqui

Grizzlies (4-12) @ Spurs (9-6) – No reencontro do trio, Spurs vence Grizzlies em partida tranquila

Memphis Grizzlies98X109

No retorno de Tony Parker, após três semanas parado por uma lesão no tornozelo esquerdo, o San Antonio Spurs conseguiu uma vitória tranquila diante de sua torcida contra o Memphis Grizzlies. Essa também foi a primeira vez na temporada que o técnico Gregg Popovich conseguiu colocar o trio Parker, Manu Ginobili e Tim Duncan juntos em quadra.

O Spurs inciou a partida com Roger Mason Jr., Michael Finley, Bruce Bowen, Tim Duncan e Fabricio Oberto. O Grizzlies veio para tentar a recuperação e começou à frente no placar. Ginobili entrou no jogo faltando seis minutos para o fim do primeiro período, e, com ajuda de Duncan, conseguiu colocar o time à frente -terminando assim na diantera com 17 a 16. No segundo quarto, Parker entrou em quadra e foi ovacionado pela torcida em seu primeiro drible. O armador francês conseguiu, em três minutos, dois pontos, três assistências e um rebote defensivo. Até aquele momento, Manu estava com nove pontos, liderando o time para o intervalo com 46 a 36.

Em seu retorno, o armador francês Tony Parker, #9, sendo marcado pelo armador Mike Conley, #11, do Memphis Grizzlies (Foto por Delcia Lopez/Express News)

Em seu retorno, o armador francês Tony Parker, #9, é marcado pelo armador Mike Conley, #11, do Memphis Grizzlies (Foto por Delcia Lopez/Express News)

No retorno do intervalo, o San Antonio já entrou arrasador com cestas de três pontos de FInley e Mason Jr. No terceiro quarto, por dois minutos e meio, o trio esteve reunido novamente em quadra. Parker fez até aquele momento dez pontos e cinco assistências, e Mason Jr. fez 14 pontos no quarto – terminando a frente com 73 a 70. Kurt Thomas fez cinco pontos logo no começo do último período. E com mais boas jogadas de Hill e Ginobili, o time texano levou a partida por 109 a 98.

Com o triunfo, o Spurs conseguiu sua quarta vitória consecutiva e a oitava nas últimas dez partidas após o péssimo início de temporada com uma campanha de uma vitória em cinco partidas. O Grizzlies sofreu sua quinta derrota consecutiva. O banco do Spurs marcou 62 pontos, enquanto o do Memphis apenas quatro. O San Antonio enfrenta neste sábado o Houston Rockets, fora de casa, às 23:30.

Destaques da Partida

Memphis Grizzlies

O.J. Mayo – 32 pontos, 4 rebotes, 4 assistências e 3 roubos de bola

Rudy Gay – 26 pontos e 6 rebotes

Mike Conley – 13 pontos, 4 assistências e 85,7% (6-7) nos arremessos de quadra

San Antonio Spurs

Roger Mason – 20 pontos e 5 assistências

Tony Parker – 15 pontos e 7 assistências em 16 minutos

Manu Ginobili – 14 pontos

George Hill – 12 pontos e 7 assistências

Michael Finley – 12 pontos

Tim Duncan – 11 pontos e 12 rebotes

Spurs com força máxima

noticiasbrunozl96
A volta de Parker agradou a todos (Photo by D. Clarke Evans/NBAE via Getty Images)

A volta de Parker agradou a todos (Photo by D. Clarke Evans/NBAE via Getty Images)

Depois da volta do argentino Manu Ginobili, foi a vez de Tony Parker retornar à equipe. No jogo de ontem, diante do Memphis Grizzlies, Parker apareceu como surpresa no banco de reservas e atuou durante 16 minutos. Apesar de ter ficado algumas semanas fora devido um entorse no tornozelo, o francês anotou 15 pontos e distribuiu sete assistências – ótimos números.

O armador disse que gostaria de ter jogado já na quarta-feira, no duelo contra o Chicago Bulls: “Vocês conhecem o Pop (…) Ele queria que eu fosse muito cauteloso na minha volta”. O técnico Gregg Popovich aprovou a volta do atleta: “Tony fez um bom trabalho (…) Ele se movimentou bem e tomou grandes decisões. Seu ritmo de jogo me pareceu bom. Ele está de volta”, completou o treinador.

Outro que gostou do desempenho de Parker foi o ala-armador Roger Mason: “Tony é um All-Star. Ele vai chamar muita atenção no ataque e isso é ótimo para mim. Se colocarem toda a atenção em cima do Parker e do Manu será bom para nós – Hill, Finley e eu. Abrirá espaços na quadra”, completou Mason Jr.

Os brasileiros na Euroliga

Hoje, no espaço da Na Linha dos Três, deixarei o leitor por dentro do desempenho dos quatro pivôs brasileiros que representam o basquete do nosso país na Euroliga dessa temporada – a segunda competição de clubes mais importante do basquetebol masculino mundial. Vamos aos nomes:

J.P. Batista

João Paulo Batista nasceu em 1981. Tem 2,06m de altura e atualmente atua com a camisa 11 do time francês Le Mans – equipe lanterna do grupo A, com cinco derrotas e nenhuma vitória. J.P. atuou em todos os jogos da equipe pela Euroliga até agora, obtendo 13,8 pontos e 3,6 rebotes em 24:20 minutos em média. J.P. é conhecido do público brasileiro por já ter atuado em várias oportunidades pela seleção do nosso país.

Vitor Faverani

Com muito tempo de basquete ainda pela frente (o atleta nasceu em 1988), Faverani é visto como um jogador de muito potencial na Espanha, país aonde atua com a camisa 15 da equipe do Unicaja, time que, com três vitórias e duas derrotas, ocupa a terceira colocação do grupo A. No alto de seus 2,09 de altura, Faverani ainda vem sendo trabalhado por seu time; atuou, em média, 7:06 minutos nos quatro jogos que disputou e obteve 8 pontos e 2,3 rebotes por partida.

Paulo Prestes

O atleta, que também nasceu em 1988, é mais uma jóia a ser lapidada pela equipe do Unicaja. Com 2,10m de altura, o camisa 16 ainda não entrou em quadra pela equipe nessa Euroliga.

Tiago Splitter

Tiago Splitter nasceu no ano de 1985. Tem 2,12m de altura. O futuro jogador dos Spurs é a principal referência brasileira atuando na Euroliga. O camisa 21 do TAU Ceráamica, equipe que cobrimos na nossa coluna De Olho Neles, atuou em quatro partidas até agora e obteve médias de 16,8 pontos e 3,8 rebotes por jogo em 21:31 minutos.