Primeira escolha? Sei…

Nada como uma semana fora do mundo do basquete, não? Foram contados sete dias desde que me ausentei por motivos pessoais deste espaço que hoje volta a me pertencer – e meus sinceros agradecimentos ao Lucas, por seu brilhante e incentivador texto. E não é que depois deste curto espaço de tempo, quando retorno ao “batente”, vejo uma situação no mínimo… estranha? Pois é, bastante estranha até. E eu explico.

O péssimo início de campanha do San Antonio Spurs na temporada regular em vigência na NBA assustou torcedores e despertou em secadores aquele velho desejo de sacanear a equipe, coisa que não era muito fácil de se fazer visto o amplo domínio que a mesma vem exercendo no basquete norte-americano nos últimos anos. Piadinhas de mal-gosto e algumas até com certa fundamentação foram feitas pelos amigos adversários. Pois bem, acabou-se o que era doce.

Muitos disseram que, do jeito que as coisas iam, o Spurs voltaria a ensaiar uma campanha como aquela que lhe valeu, no ano seguinte, a aquisição de Tim Duncan. Isso mesmo amigo leitor, alguns achavam que o Spurs teria a pior campanha dentre todos os times da NBA nesta temporada. Não torcedor amigo, não gaste suas forças rindo. Era o ÚNICO momento nos últimos DEZ anos que isso pôde ser dito, não? Pois então, gaste agora seu tempo para rir: eles (secadores) quebraram a cara!

Mesmo sem Manu Ginobili, mesmo sem Tony Parker e com uma equipe evidentemente envelhecida, o Spurs manteve a calma, segurou as pontas e atingiu uma campanha equilibrada, com seis derrotas e seis vitórias. Com o retorno de Manu ontem, diante do jovem Memphis Grizzlies, sete vitórias e seis derrotas. Bela campanha para se obter a primeira escolha, na minha opinião.

Não digo que nosso time é hoje o favorito ao título. Ainda não, claro, estamos desfalcados, os outros times já têm mais entrosamento e todas essas coisas da vida. Mas a volta de Parker provavelmente será marcada pela campanha positiva da equipe, fator que dará ao francês tranquilidade para voltar bem. Some isso ao fato de termos Duncan e Ginobili e também ao ótimo jogo apresentado por alguns coadjuvantes que, em minha humilde opinião, não teremos a pior campanha desta temporada.

Secadores, minhas sinceras desculpas, mas é difícil fazer piadas conosco, não? Primeira escolha? Acho que não…

Sobre Leonardo Sacco

É jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero. Cravou a opção pelo jornalismo no estouro do cronômetro, quando criou o Spurs Brasil em uma madrugada de domingo para segunda. Escreve para o Yahoo! Esportes e dá seus pitacos no @leosacco.

Publicado em 25/11/2008, em Na linha dos 3. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.