Arquivo diário: 22/11/2008

Interativo – Jazz @ Spurs – Temporada Regular

Melhores Momentos de Jazz @ Spurs – 21/11/2008

Top 10 da Rodada de 21/11/2008

Entrevistas durante treino antes do jogo contra o Jazz com Tim Duncan e Manu Ginobili

Entrevistas após a partida contra o Jazz com o técnico Gregg Popovich, Roger Mason Jr. e George Hill


Vejam nossa sessão de fotos do jogo clicando aqui

Manu ainda deve esperar um pouco mais para voltar

noticiasbrunozl95

Ginobili acha que está apto a jogar. Popovich, contudo, é mais cauteloso

Ginobili acha que está apto a jogar. Popovich, contudo, é mais cauteloso

Após declarar à imprensa de San Antonio que poderia voltar já na segunda-feira diante do Memphis Grizzlies, o ala Manu Ginobili foi barrado pelo treinador Gregg Popovich. O técnico afirmou que Manu ainda não está pronto para retornar às quadras.

Após os treinamentos de quinta-feira, o argentino falou com a imprensa: “Me sinto muito bem, tive um ótimo treino hoje”, disse o jogador. “Estou jogando bem e meu tornozelo não está doendo. Fico cansado, já que esse tempo todo fora me deixou sem ritmo, mas isso é fácil de se acostumar”.

Quando perguntado se sabia uma data para a possível volta, Ginobili disse que está pronto e gostaria de voltar no jogo contra o Memphis Grizzlies. Entretanto, Gregg Popovich foi enfático ao dizer que Manu ainda irá esperar mais um pouco: “Ele jogará quando estiver pronto, e ele ainda não está”, disse o treinador, após a vitória de ontem diante do Utah Jazz.

Manu entende o fato de ser barrado pelo treinador, mas ele tem certeza que sua volta não passa da próxima semana: “Acredito que estarei pronto. Não sei se eles serão super cautelosos a ponto de me deixarem de fora mais tempo, apenas para ver como eu me desenvolvo nos treinos (…) Acredito que já posso contribuir com o time, pouco a pouco. É claro que não começarei jogando 35 minutos logo de cara, mas acho que estou pronto para começar a ajudar”, finalizou o jogador.

Sylvia Fowles faz história na Euroliga de basquete

noticiassilverbrunonc91

A americana Sylvia Fowles fez, no último dia 19/11, história na Euroliga de clubes. Em jogo contra  o Beretta, da Itália, ela se tornou a primeira atleta a conseguir uma enterrada em um jogo oficial pelo basquete europeu.

Fowles, que estreou na WNBA temporada passada pelo Chicago Sky, vem com boas médias no badalado time do Spartak Moscow; 18.5 pontos e 11.5 rebotes.

Com a cravada, ela se junta a um seleto grupo que conta com Candace Parker e Lisa Leslie – atletas que também conseguiram uma enterrada em jogos oficiais antes dela.

Confira abaixo os vídeos das enterradas

Lisa Leslie

Candace Parker

Sylvia Fowles

E aí? Qual das três é a melhor?

Meus all-stars

Aproveitando o recente post do meu colega Koba, uso esse espaço no dia de hoje para divulgar minhas escolhas para o All-Star Game de 2009, que será disputado em Phoenix no mês de fevereiro. Vamos às listas:

Conferência Oeste

Parker, Leandrinho, Bowen, Duncan e Jefferson

Nessa conferência, deixei o coração falar mais alto. Nas posições 1, e 4. Tony Parker e Tim Duncan dispensam apresentações. Na ala, a eleição de Bruce Bowen para o All-Star Game seria um prêmio para o lado defensivo do basquete, tão importante para o esporte. E nem é necessário falar o quanto me anima a possibilidade de um brasileiro disputando o ASG; razão essa pela qual escolhi Leandrinho na posição 2 e Nenê no voto extra possível a um jogador não previamente indicado. Deixei Manu de fora; voltando de lesão, não acho que seria bom para o argentino participar desse fim de semana, sendo um desncanso ideal para uma melhor recuperação física dele. No garrafão, nada de Yao ou Shaq; os dois já tiveram muitos ASG para mostrar serviço, e, por isso, fico com o jovem Al Jefferson, cujo jogo em muito me agrada.

Conferência Leste

Iverson, Wade, James, Garnett e Howard

Na conferência leste, deixei paixões e/ou ufanismos de lado para montar uma verdadeira seleção. LeBron James é um dos principais candidatos a MVP da temporada. Dwayne Wade é campeão olímpico e um dos alas-armadores mais espetaculares de toda a liga. Iverson vive a real possibilidade de ser campeão da NBA pela primeira vez em sua carreira. O super-man Dwight Howard e suas poderosas enterradas seriam um atrativo a mais para o All-Star Game. Fechando o time, confesso que fiquei na dúvida entre Bosh e Garnett para a posição de ala-pivô; optei pelo segundo por seu jogo mais equilibrado, mais uma vez levando em conta, também, o desempenho defensivo dos atletas.

E você leitor? Quais são as suas seleções? Deixe seu comentário e discuta sobre o tema!

Jazz (8-5) @ Spurs (6-6) – Com Hill e Mason inspirados, Spurs passeia em casa

resumobrunoxo12

94X119

A derrota para o Denver Nuggets no último jogo brecou a boa sequência que vinha tendo o San Antonio Spurs na temporada. Com o objetivo de retomar o caminho das vitórias, o Spurs recebeu o Utah Jazz – que também contava com os desfalques de seus principais jogadores, Carlos Boozer e Deron Williams.

George Hill enfrenta marcação de Brevin Knight; mais uma vez ele foi destaque da partida (Photo by D. Clarke Evans/NBAE via Getty Images)

George Hill enfrenta marcação de Brevin Knight; mais uma vez ele foi destaque da partida (Photo by D. Clarke Evans/NBAE via Getty Images)

O embate, que tinha tudo para ser chato, se tornou mais interessante do que se imaginava. As duas equipes praticaram um excelente basquete no primeiro tempo de jogo; poucos erros, placar alto – o que geralmente gostamos de assistir. No intervalo, já víamos um marcador diferente para os padrões de San Antonio; 61 a 53 para o time da casa.

83010137 DCE_JAZZ_SPURNa volta para o segundo tempo, o Utah Jazz perdeu o rumo dentro da partida. Foi aí que o San Antonio Spurs entrou em cena; com excelentes atuações de Roger Mason e George Hill – além do sempre regular Tim Duncan – o Spurs exerceu amplo domínio sobre o Jazz e soube controlar perfeitamente o jogo; no final do período, vitória acachapante por 16 pontos de vantagem.

O quarto final teve início no ritmo de “já ganhou”. Desta maneira, o técnico Gregg Popovich pouco demorou para colocar os reservas dentro de quadra. Com o quadro praticamente irreversível, os suplentes do Spurs apenas administraram a vantagem para garantir a fácil vitória no soar do cronômetro.

Com seis vitórias em 12 jogos disputados, o time texano viaja até Memphis para enfrentar o Grizzlies; o duelo acontecerá na próxima segunda-feira. Coincidentemente, o Utah Jazz também tem o Grizzlies como próximo adversário. Contudo, o enfrentamento entre Memphis e Jazz acontece amanhã, no Tennessee.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Roger Mason Jr – 29 pontos e 4 rebotes

George Hill – 23 pontos, 4 assistências e 3 roubos de bola

Tim Duncan – 18 pontos, 7 rebotes e 4 assistências

Michael Finley – 14 pontos e 3 rebotes

Matt Bonner – 12 pontos e 4 rebotes

Utah Jazz

Ronnie Brewer – 17 pontos, 4 rebotes e 4 assistências

C.J. Miles – 16 pontos, 10 rebotes e 5 assistências

Mehmet Okur – 11 pontos