Arquivo diário: 18/11/2008

Interativo – Spurs @ Clippers – Temporada Regular

Melhores Momentos da Rodada de 17/11/2008


Top 10 da Rodada de 17/11/2008


Vejam nossa sessão de fotos do jogo clicando aqui

Anúncios

A importância da equipe

Como todos já estão acostumados, quem rotineiramente escreve para o Na Linha dos Três às terças-feiras é o meu colega Leonardo Sacco. Para quem não acompanha nosso blog desde o início, quem colocou a idéia de um site em português sobre o San Antonio Spurs no ar foi justamente o Leo, e tenho a honra de poder dizer que fui seu primeiro “contratado”.

Pois bem; nessa semana, Leo está em fase final de preparação para os vestibulares da vida. E, enquanto desejo boa sorte a ele, penso que, ao montar essa equipe, ele procurou nomes que, ao suprir a ausência dos companheiros, não deixassem a força do blog cair. Ou seja, nessa semana, mesmo sem o líder de nossa equipe, estamos prontos para manter a qualidade do Spurs Brasil para o nosso leitor de todo dia.

É isso o que comentaristas esportivos sempre querem dizer com a importância de um elenco. Uma equipe não precisa, como muitos pensam, de um substituto para cada jogador, até porque cada um tem suas características e isso seria praticamente impossível. Uma equipe precisa, sim, de força para suprir uma ou mais ausências, não importa o quão importante seja o desfalque.

E, além do Spurs Brasil, quem está mostrando essa força é a razão de ser desse blog: a equipe do San Antonio Spurs. O time aprendeu a conviver com as ausências de Tony Parker e Manu Ginobili e ontem, em Los Angeles, alcançou sua terceira vitória seguida, seqüencia essa que o colocou na oitava colocação da Conferência Oeste, ou seja, entre os times que estariam hoje classificados para a disputa da pós-temporada.

Muito desse feliz desempenho da equipe se deu ao surgimento de uma peça importante para a equipe; Roger Mason vem mostrando basquetebol para, mesmo com os retornos dos principais jogadores de perímetro da equipe, ser um dos principais atletas do elenco. Finley, após um começo irregular, vem se apresentando bem e assumiu a posição de ala titular. Hill, Bowen e Udoka alternam boas e discretas partidas. Oberto continua com a raça de sempre. Vaughn e Bonner se superam em determinados momentos. Tolliver roubou de Thomas a quarta vaga na rotação ativa do garrafão dos Spurs. E Duncan dá o peso que a equipe precisa pra se manter no topo.

O Spurs provou ser uma equipe – quantos outros times da NBA poderiam engrenar uma boa seqüencia sem duas das três principais estrelas do seu elenco? Pois é. Deixaram os Spurs engrenar. Quando Parker e Manu voltarem, se a boa fase se mantiver, vai ser duro de segurar…

Spurs (5-5) @ Clippers (1-9) – Mason decide partida e Spurs vence terceira seguida

86X83Los Angeles Clippers

Em jogo disputado e novamente decidido apenas no último arremesso, o San Antonio Spurs venceu o Los Angeles Clippers, alcançando sua terceira vitória seguida e a quinta na temporada. Agora, o Spurs possui cinco vitórias em dez jogos – 50% de aproveitamento – e já figura entre as equipes que estariam classificadas para os playoffs hoje.

Mason faz o arremesso que rendeu a quinta vitória ao Spurs; a terceira de forma consecutiva (Photo by Noah Graham/NBAE via Getty Images)

Mason faz o arremesso que rendeu a quinta vitória ao Spurs; a terceira de forma consecutiva (Photo by Noah Graham/NBAE via Getty Images)

A partida começou logo com os vistantes mostrando que estavam dispostos a vencer, e o Spurs anotou nove pontos contra apenas dois dos donos da casa. Porém, após os minutos iniciais, o Clippers equilibrou a partida, se aproveitando das falhas do adversário no ataque, e terminou o primeiro quarto vencendo por 21-23.

Michael Finley foi mais uma vez um dos destaques de San Antonio (Photo by Noah Graham/NBAE via Getty Images)

Michael Finley foi mais uma vez um dos destaques de San Antonio (Photo by Noah Graham/NBAE via Getty Images)

O segundo período começou e o Spurs continuava mal no ataque, sentindo a falta de um armador que comandasse e organizasse as jogadas, já que Hill teve atuação apagada – apesar das oito assistências, marcou apenas dois pontos em lances livres convertidos – e Vaughn teve dificuldades em guiar a equipe no ataque. Porém, mesmo com o setor ofensivo indo mal, os texanos passaram a frente graças à defesa eficiente, que começou a aparecer na partida e segurou os angelinos a apenas 15 pontos no período contra 22. Desse modo, o Spurs seguiu para o vestiário vencendo por cinco pontos de vantagem.

Após a volta do intervalo, a vantagem aumentou e se mantinha entre seis e nove pontos, chegando a 11 pontos em meados do último quarto. Porém, mesmo com a boa vantagem, o San Antonio Spurs permitiu a aproximação dos rivais nos instantes finais na partida – que chegou a estar empatada em 83 pontos – graças a um arremesso de três certeiro de Cuttino Mobley restando 1:27 para o final. Mobley teve a chance de virar a partida em outro arremesso de longa distância, mas falhou, e, restando apenas 28 segundos, Duncan ficou com o rebote e pediu tempo. Com reinicio do jogo, a bola foi para as mãos de Roger Mason, que gastou o tempo de posse de bola e, ao passar pelo corta-luz feito por Tim Duncan, arremessou para três pontos e converteu, deixando no relógio apenas 8 segundos. Um tempo foi pedido pelos donos da casa, e, no último lance da partida, a defesa texana apertou Baron Davis, que, marcado por Mason, errou seu arremesso que empataria a partida e a vitória ficou mesmo com os visitantes.

San Antonio Spurs

T. Duncan – 20 pontos, 15 rebotes, 4 assistências e 6 tocos

R. Mason – 21 pontos e 3 rebotes

Michael Finley – 19 pontos e 2 roubos de bola

Los Angeles Clippers

Chris Kaman – 17 pontos, 13 rebotes e 3 tocos

Cuttino Mobley – 18 pontos

Baron Davis – 11 pontos e 8 assistências

Universidade de Baylor aposenta número de Sophia Young

noticiassilverbrunonc9

Sophia Young teve sua camiseta aposentada no último domingo pela Universidade de Baylor. A cerimonia aconteceu durante o intervalo do jogo em que Baylor enfrentou a Universidade de Stanford.

wnba.com/silverstars)

Uma das principais jogadoras de San Antonio, Young é condecorada pela Universidade de Baylor (Fonte: wnba.com/silverstars)

Durante sua carreira universitária, Young recebeu inúmeras condecorações. Muito por isso, ela foi selecionada na quarta posição do draft de 2006 pelo San Antonio Silver Stars. Em sua última temporada pelas Lady Bears – apelido pelo qual Baylor é conhecida – Young obteve médias de 18.4 pontos e 9.3 rebotes, em 36 jogos disputados.

Já em San Antonio, Young foi escolhida por duas vezes para participar do jogo das estrelas da WNBA. Além disso, ajudou San Antonio a alcançar a melhor temporada de sua história e também a primeira final da franquia. Ainda em 2008, Young foi escolhida para o quinteto ideal do torneio (All-WNBA Team) e finalmente para o principal time de defesa da liga (All-Defensive team).