Arquivo diário: 15/11/2008

Spurs (3-5) @ Kings (4-6) – Temporada regular

Local: ARCO Arena

Data: 16/11/2008

Horário: 00:00 (Horário de Brasília)

Situação do Jogo:

Embalados pela afirmação dos guards titulares Hill e Mason, pelas sempre concretas atuações de Duncan e pela vitória no clássico diante dos Rockets, os Spurs vão amanha a Sacramento para enfrentar os Kings. Uma vitória seria importante para que a equipe texana engrene de vez e passe a voltar ao grupo de principais postulantes ao título da Conferência Oeste, uma vez que, ganhando, os Spurs empatariam com os adversários na oitava posição.

Fique de Olho

nba.com

Com mais minutos devido à saída de Artest, Salmons vem fazendo uma bela temporada. Fonte: nba.com

John Salmons vem fazendo uma consistente temporada. Com 16,1 pontos, 4,2 rebotes e 4.0 assistências de médias nos nove jogos que disputou até agora, o versátil ala promete dar trabalho para os marcadores de perímetro do San Antonio Spurs.

Interativo – Rockets @ Spurs – Temporada Regular

Melhores Momentos de Rockets @ Spurs – 14/11/2008

Top 10 da Rodada de 14/11/2008

Vejam nossa sessão de fotos do jogo clicando aqui

Rockets (5-4) @ (3-5) Spurs – Vitória em clássico texano

resumokamuskc1

hou1 75X77sas1

A equipe de San Antonio recebeu a forte equipe do Houston Rockets na noite desta sexta-feira, e com grande atuação da dupla George Hill e Tim Duncan, conseguiu sua terceira vitória na temporada. O jogo começou feio, com as duas equipes errando bastante, sendo que o Rockets conseguiu seus primeiros pontos com três minutos jogados. O período manteve-se equilibrado, terminando com os visitantes na frente por dois pontos.

George Hill e Matt Bonner disputam bola com Carl Landry, do Houston Rockets (Photo by D. Clarke Evans/NBAE via Getty Images)

George Hill e Matt Bonner disputam bola com Carl Landry, do Houston Rockets (Photo by D. Clarke Evans/NBAE via Getty Images)

No segundo período, o equilíbrio permaneceu em quadra. Com um jogo burocrático e com poucas posses de bola – bem ao estilo Spurs – nem Houston e nem San Antonio conseguiam se desvencilhar no marcador e o jogo foi para o intervalo com o placar de 43×40 a favor do Rockets.

Tim Duncan foi novamente destaque pelo lado do Spurs (Photo by D. Clarke Evans/NBAE via Getty Images)

Tim Duncan foi novamente destaque pelo lado do Spurs (Photo by D. Clarke Evans/NBAE via Getty Images)

No começo do segundo tempo, o Spurs voltou mal e os visitantes logo abriram uma diferença de sete pontos. Toda a vez que os anfitriões encostavam no marcador, o time de Houston abria para sete novamente, conseguindo manter a vantagem até o quarto derradeiro.

O último período foi marcado pela superação do Spurs, que chegou a estar perdendo por 14 tentos após arremesso de Aaron Brooks. Mas foi aí que a forte defesa de San Antonio encaixou e os donos da casa encostaram no placar após os tiros de três de Matt Bonner. Duncan virou o jogo após uma bandeja e Mason tratou de dar números finais à partida. Artest teve a chance do último arremesso, mas falhou e a vitória ficou mesmo com o time de San Antonio.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tim Duncan – 22 pontos

George Hill – 17 pontos, 6 rebotes e 5 assistências

Matt Bonner – 11 pontos, 3-4 nos arremessos de 3

Houston Rockets

Ron Artest – 18 pontos e 3 roubos

Yao Ming – 13 pontos e 8 rebotes

Aaron Brooks – 14 pontos e 8 rebotes

Marbury e Walsh começam conversas sobre buyout

noticiasbrunozl91

Donnie Walsh deverá liberar Stephon Marbury mediante à acordo

Donnie Walsh deverá liberar Stephon Marbury mediante à acordo

A edição de sexta-feira do New York Post noticiou que Stephon Marbury e o presidente de operações do Knicks, Donnie Walsh, iniciaram “conversas preliminares” para definir o futuro de Marbury na liga. O armador quer o buyout para assim poder negociar com outras equipes da NBA.

Especialistas norte-americanos dizem que Marbury deve se tornar um agente livre em uma semana. Equipes como Miami Heat e Boston Celtics – além do já noticiado San Antonio Spurs – demonstraram interesse nos serviços do jogador.

Entretanto, a equipe texana pode sair com vantagens na corrida pelo armador. Para haver o buyout, Donnie Walsh deve exigir que Marbury faça um acordo garantindo que não irá para nenhuma equipe da Conferência Leste. Sendo assim, haverá sinal verde para o San Antonio Spurs contratá-lo. Marbury, inclusive, já manifestou desejo de jogar pelo Spurs.

Há males que vêm para o bem

17 pontos, seis rebotes e cinco assistências. Números alcançados sobre o, talvez, melhor rival de divisão da equipe. Estatísticas que se aplicam a, no mínimo, um jogador de razoável para bom quando levamos em conta a rivalidade que ontem entrou em quadra. Mas se engana quem acha que estou falando de algum veterano ou alguma contratação de peso dos Spurs; estou falando do novato mais promissor da equipe nos últimos anos, George Hill.

Quem diria que o surgimento de um nome jovem para a rotação da equipe, algo tão cobrado durante as últimas temporadas, teria que acontecer desta maneira; Hill só está tendo a oportunidade de jogar tantos minutos por conta da lesão de uma das maiores estrelas da franquia, o armador francês Tony Parker. Mas o novato não se assusta com essa responsabilidade de forma alguma; prova disso são suas médias, que cresceram significativamente depois que o atelta virou titular.

Nosso outro guard titular passa por uma situação parecida. Contratato na pré-temporada, Roger Mason aparentemente disputaria alguns minutos com Finley na reserva de Ginobili. Mas, com a cirurgia de Manu e as boas atuações de Mason na pré-temporada, o camisa 8 assumiu a responsabilidade e vem surpreendendo positivamente nesse ano, com médias de 13,8 pontos, 4,1 assistências e 3,6 rebotes por jogo.

Claro que as ausências de Tony Parker e Manu Ginobili são claramente sentidas na equipe texana e não se sabe o dano que vão causar, algo que só saberemos ao fim da temporada regular. Não estou, de modo algum, comemorando esses desfalques. Mas o fato é que, dentro dos aspectos negativos dessas lesões, ao menos temos um positivo; o surgimento de dois talentos para auxiliar nossa equipe.