Arquivo diário: 10/11/2008

Spurs busca alternativas para período sem Parker

Conforme divulgado no último domingo pelo Spurs Brasil, o armador Tony Parker desfalcará o San Antonio Spurs por no mínimo um mês devido a uma lesão sofrida na derrota da equipe para o Miami Heat, na última sexta-feira. Parker vinha sendo um dos únicos destaques da franquia, ao lado do ala-pivô Tim Duncan; a partir de agora, o treinador Gregg Popovich e o gerente-geral RC Buford buscarão alternativas para o time no período em que o mesmo ficará desfalcado do jogador francês.

George Hill em ação pelas ligas de verão. Novato deverá ser novo titular do Spurs. Foto: NBA.com

Duas soluções são cogitadas em San Antonio: colocar o novato George Hill como titular da equipe ou cortar algum dos jogadores disponível do elenco para buscar a contratação de outro armador que possa ser titular – Salim Stoudamire, que recentemente fez testes na equipe, seria a primeira opção. Buford ainda não sabe qual dos caminhos deverá seguir, mas a resposta pode depender das primeiras atuações de Hill como titular.

“De imediato, testaremos George como titular e veremos como ele se sai”, afirmou o executivo. “Pelo fato de ele ser jovem, não queremos atrapalhar seu crescimento na NBA, e caso ele não consiga render tudo o que pode com tanta responsabilidade em suas costas, deveremos abrir conversas para mandar algum de nossos jogadores para a D-League (liga de desenvolvimento da NBA) e podermos ter espaço no plantel para a aquisição de algum armador que possa exercer tal função. Para essa segunda opção, já temos alguns nomes, mas não os adiantaremos”.

A grande esperança da comissão técnica e da diretoria do Spurs está no fato do ala-armador Manu Ginobili estar cada vez mais próximo de sacramentar seu retorno ao time. Lesionado desde meados de setembro, o jogador está em fase final de recuperação; deverá retornar na segunda quinzena de dezembro e será imediatamente utilizado por Popovich. Até lá, o Spurs deve depender quase que exclusivamente de Duncan.

Anúncios

Volta à rotina em Moscow

A Semana…

Euroliga

CSKA Moscow 81 x 77 MKB Euroleasing

Campeonato Russo

CSKA Moscow 93 x 69 Vologda-Chevakata

Após ser derrotado na semana passada pela primeira vez na temporada, o CSKA Moscow voltou à sua rotina de vitórias ao vencer na Euroliga e no Campeonato Russo. Pelo campeonato europeu, o triunfo foi diante das húngaras do MKB Euroleasing; o jogo foi disputado em Moscow. Pela torneio nacional, fácil vitória frente ao Vologda Chevakata. O grande destaque da semana fica por conta da pivô Maria Stepanova. A grandalhona deixou a equipe da capital russa após quatro anos; o destino da loira será o estrelado UMMC Ekaterinburg, também da Rússia.

fibaeurope.com)

Ilona Korstin foi um dos destaques da semana (Fonte: fibaeurope.com)

Os Destaques…

No torneio continental, Ann Wauters dominou absoluta o garrafão adversário. Fez 26 pontos e coletou 11 rebotes, sendo assim o destaque maior do embate. Wauters teve boa ajuda da ala Ilona Korstin, da armadora Becky Hammon e da ala-pivô Janel McCarville; elas anotaram 15, 13 e 13 pontos respectivamente. Pelo lado húngaro, a melhor jogadora foi a armadora australiana Kathleen Mcleod; ela terminou o jogo com 22 pontos. Mesmo após voltar a vencer, o CSKA continua em segundo lugar no Grupo B, já que o Umana Reyer Venezia voltou a vencer; desta vez contra o Lille, por 81 a 63.

Na Superliga Russa, fácil vitória diante do Vologda Chevakata. A armadora do San Antonio Silver Stars, Becky Hammon, foi a melhor jogadora do embate; ela fechou o duelo com 21 pontos, cinco rebotes e cinco assistências. Das oito atletas que participaram da rotação do técnico Gundars Vetra, seis fizeram dez ou mais pontos; foram elas: Becky Hammon (21), Ekaterina Lisina (17), Ilona Korstin (16), Katie Douglas (12), Ann Wauters (10) e Janel McCarville (10). A vitória manteve o CSKA na liderança do campeonato russo com seis vitórias e nenhuma derrota.

O time russo volta à quadra na quarta-feira. O jogo será pela Euroliga e o adversário da vez é o Umana Reyer Venezia, fora de casa. O duelo marca a luta pela primeira posição do grupo, já que a equipe italiana é a líder do Grupo B.

Depois do Apito…

fibaeurope.com)

Katie Douglas é orientada pelo trainador Gundars Vetra (Fonte: fibaeurope.com)

Gundars Vetra (Técnico do CSKA): “Essa noite foi difícil, mas alguns jogos deixam a equipe fortalecida. Espero que esse jogo e o anterior – diante do Dynamo Moscow pelo campeonato russo – façam o time melhor. Nosso próximos jogos; diante do Vologda (Jogo que já aconteceu) e em Veneza, não serão nada fáceis. O Grupo B é bastante equilibrado; a vitória do TTT Riga contra o Brno, hoje, foi um exemplo disso. Sabemos que temos nossas forças e nossas fraquezas; sabemos também que ainda há muito a ser trabalhado. Muitos jogos ajudam a tornar-se mais confiante”.

Janel McCarville (Jogadora do CSKA): “Estamos felizes com a vitória. Foi um jogo difícil para nós, mas nos momentos principais tudo deu certo. Trabalharemos duro nos próximos dias para melhorar nosso jogo”.

Norbert Székely (Técnico do MKB): “Foi um grande jogo; creio que atuamos muito bem. Tivemos chances de vencer o jogo, mas somos um time muito jovem e perdemos quatro jogadoras durante o embate; por causa de problemas físicos e faltas. Estou muito desapontado pela derrota, mas ao mesmo tempo feliz por essas garotas. Todo jogo é diferente, mas temos que acreditar que podemos vencer jogos como esses”.

Kathleen Macleod (Jogadora do MKB): “Jogamos muito bem, mas estou decepcionada por não ter vencido. O CSKA é um time muito experiente e conseguiu converter suas jogadas no final da partida”.