Suns @ Spurs (0-1) – Derrota apesar do bom jogo

103X98

O San Antonio Spurs estreou na noite de ontem na temporada regular da NBA. Contudo, apesar do bom jogo, o resultado da partida foi negativo para o Spurs, que jogava em seus domínios. Em certo ponto da partida, San Antonio até tentou utilizar a prática do ‘Hack-a-Shaq’  (da qual eu acho injusta) para tentar reverter o resultado, mas não surtiu muito efeito.

Mesmo desequilibrado, Tony Parker tenta o arremesso diante de Steve Nash (Photo by D. Clarke Evans/NBAE via Getty Images)

Mesmo desequilibrado, Tony Parker tenta o arremesso diante de Steve Nash (Photo by D. Clarke Evans/NBAE via Getty Images)

A partida iniciou equilibrada, como já era de se esperar. As duas equipes começaram errando muito, dando sinais que ainda não estão 100% para a disputa do campeonato. Pelo lado do Spurs, o novato George Hill – que muitos anseiam por sua estréia – ficou no banco, pois ainda se recupera de um entorse no dedo. Matt Bonner conseguiu bons números vindo do banco (Oito pontos e sete rebotes), mas seu basquete continua sendo o mesmo burocrático de sempre.

Roger Mason estreou bem e deverá ser um dos principais suplentes da equipe (Photo by D. Clarke Evans/NBAE via Getty Images)

Roger Mason estreou bem e deverá ser um dos principais suplentes da equipe (Photo by D. Clarke Evans/NBAE via Getty Images)

Ime Udoka veio do banco e ajudou na defesa, embora tenha sido nulo ofensivamente. Jacque Vaughn, à exemplo do seu companheiro Bonner, nada adicionou de diferente ao time. A boa notícia ficou por conta da excelente estréia de Roger Mason Jr., que chegou como free agent no Spurs, jogou como se estivesse há anos na companhia de Duncan, Parker e cia; defendeu bem e atacou com eficiencia quando preciso. Sem dúvidas, ele será um dos principais jogadores na rotação da equipe durante a temporada.

Outra bom fator foi ver Duncan e Parker jogando como nunca. Duncan mostrou que a idade ainda não está pesando em suas costas. Atuou como nos velhos tempos e conseguiu mais de 30 pontos logo no primeiro jogo do ano. O mesmo aconteceu com o francês Tony Parker; apesar do tímido primeiro quarto, Parker se soltou no segundo tempo e quase comandou o time a uma virada.

Pelo lado do Phoenix, foi interessante ver a mudança no padrão de jogo da equipe após a saída de Mike D’Antoni. Terry Porter – que por sinal é ex-Spurs – é um bom técnico, não tenho dúvidas disso. Gostei de seu trabalho na época do Milwaukee Bucks; infelizmente, ele ficou pouco por lá. Mas, no Phoenix, ele tem tudo para fazer esse time voar com os jogadores que tem à disposição. Goran Dragic – apesar de sair zerado da partida -, mostrou que tem competência suficiente para substituir Nash em alguns momentos. Gostei muito do basquete do garoto e acho que ele evoluirá bastante com Steve Nash como tutor. A pergunta que fica é a seguinte: Porque diabos trocamos o Dragic pelo Malik Hairston?

O novato Robin Lopez tenta bloquear o armador Jacque Vaughn

O novato Robin Lopez tenta bloquear o armador Jacque Vaughn (Photo by D. Clarke Evans/NBAE via Getty Images)

Quanto as outras estréias do Suns, gostei do Matt Barnes – que fez uma grande temporada passada pelo Warriors. Ele se mostrou tímido de início, mas deu para perceber que é questão de adaptação à nova casa; inclusive deixou o Grant Hill no banco logo de cara, quem diria. O outro novato do Phoenix, Robin Lopez, também se apresentou bem. Seu jeito parecido com o do brasileiro Anderson Varejão não fica por conta apenas da aparencia; seu estilo de jogo é muito semelhante ao do ala-pivô do Cavs: Muita disposição e muita raça, e paramos por ai.

Em suma, o jogo foi muito interessante. Vimos boas estréias de ambos os lados; os dois times atuaram muito bem, provando que figuram entre os favoritos ao título. É uma pena que Ginobili ainda não esteja apto para voltar, porque ele fez muita falta ao elenco. Mesmo assim, apesar da derrota, gostei do que vi na noite de ontem no AT&T Center. O próximo jogo do Spurs acontece na sexta-feira, contra o Portland Trail Blazers, em Portland. Já o Phoenix volta à quadra hoje para enfrentar o badalado New Orleans Hornets; dessa vez o embate será no Arizona.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Tim Duncan – 32 pontos, 6 rebotes e 3 assistências

Tony Parker – 32 pontos, 5 rebotes e 5 assistências

Roger Mason – 12 pontos, 4 rebotes e 3 assistências

Phoenix Suns

Amare Stoudemire – 22 pontos e 8 rebotes

Leandrinho Barbosa – 18 pontos

Shaquille O’Neal – 15 pontos e 13 rebotes

Steve Nash – 13 pontos e 13 assistências

Anúncios

Sobre Bruno Pongas

Acompanha o San Antonio Spurs desde 1998, já escreveu para o Spurs Brasil de 2008 a 2012, criou o Destino Riverwalk e agora volta à velha casa para dar seus pitacos sobre o San Antonio Spurs.

Publicado em 30/10/2008, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s