Arquivo diário: 28/10/2008

Bem mais do que uma estréia

A estréia de qualquer modalidade, de qualquer campeonato – desde aquele campeonato de bocha no clube até um megaevento como a NBA – sempre é acompanhada de grande dose de tensão e nervosismo. Especulações, palpites e discussões são eventos cotidianos deste período tão especial. Mas alguns eventos de abertura se sobressaem perante outros. Não, não estou falando da estréia da NBA por si só. Estou falando de UM jogo. Não, não estou falando da partida de abertura entre Boston Celtics, atual campeão, e Cleveland Cavaliers, do sempre requerido LeBron James. Estou falando da guerra de nervos – ou duelo, se você preferir – entre San Antonio Spurs e Phoenix Suns, amanhã, quando três jogos já terão inaugurado a temporada regular da multimilionária liga de basquete norte-americana.

Por que logo o duelo entre Spurs e Suns? Não leitor, não fiz tal escolha apenas pelo fato de estar escrevendo para um espaço destinado ao primeiro time. Fiz tal opção pelo simples fato desse embate reunir em 48 minutos todos os sentimentos que tomarão conta dos mais diversos fãs ao longo dos próximos oito meses.

Clássico recente, o jogo entre o time do Texas e o do Arizona reunirá bem mais do que as desavenças adquiridas nas duas últimas pós-temporadas, quando o Spurs eliminou consecutivamente o Suns e jogou fora as chances do adversário de ser, pela primeira vez, campeão da NBA. Mais do que se enfrentarem dentro da quadra do AT&T Center, casa da franquia de San Antonio, os dois times colocarão a prova seus envelhecidos plantéis, cada vez mais esquecidos pela mídia especializada, que prefere apostar sempre em times jovens, com craques que brilham tanto por seu talento como por suas jogadas incrivelmente plásticas.

Em San Antonio, a história é a mesma de alguns anos atrás: nenhum reforço de peso, base mantida, críticas à postura dos dirigentes no que diz respeito à renovação do plantel. Nada mudou nos últimos anos, mas a equipe continua chegando. Mesmo aparentando cansaço ao enfrentar equipes mais jovens, o Spurs ainda é imponente e assusta muitos times. Apesar dos pesares, ninguém exclui os texanos do grupo de favoritos ao título.

No Arizona, a história não é a mesma de alguns anos atrás: o time entrou em uma curva decrescente de produção, os jogadores que antes estavam acima do bem e do mal já começam a ser olhados com desconfiança, o ritmo frenético que marcou a transição e o estilo de jogo do Suns foi deixado de lado. Muita coisa mudou desde a fatídica eliminação na última pós-temporada. Cada vez menos o time é cotado para ser campeão. Shaquille O’Neal e Steve Nash já não são mais a garantia que se esperava que fossem antes. Quase nenhum especialista os aponta como favoritos. Mas os jogadores de Phoenix querem provar o contrário.

San Antonio Spurs contra Phoenix Suns, quarta-feira, em San Antonio. Aguardem, assistam. Será bem mais do que uma estréia qualquer… Será a primeira prova para ambos os envolvidos.

… e com direito a ‘hack-a-Shaq’, por que não?