Arquivo diário: 28/09/2008

O que esperar para a próxima temporada?

Dentro de um mês, a temporada irá começar, e uma dúvida paira sobre a cabeça dos torcedores do Spurs: Afinal, o que podemos realmente esperar para a próxima temporada? Será que conseguiremos nosso sonhado penta campeonato? Será que venceremos o Oeste? Chegaremos à final de conferência? Ou tombaremos antes de alcançar estes objetivos?

Hoje em dia, ainda figuramos entre os favoritos, porém já não reinamos absolutos nos palpites como tempos atrás. Muitos listam, principalmente, Boston Celtics e Los Angeles Lakers à frente do Spurs na lista de prováveis campeões. Mas a verdade é que estes times estão realmente um passo a frente dos demais candidatos ao título. São os atuais campeões das conferências e mantiveram praticamente os mesmos jogadores, sem perdas significativas.

O Spurs também manteve praticamente a mesma equipe, porém todos sabemos que o elenco está ficando envelhecido. O trio formado por Tim Duncan, Tony Parker e Manu Ginobili é a principal arma da equipe na busca por mais um título. A defesa continua sólida, sendo sempre uma das que sofrem menos pontos dos adversários, e o ataque é bem organizado e eficiente. Essa filosofia de jogo trouxe 4 anéis de campeão à equipe, e agora existe a possibilidade de trazer o quinto.

Algumas pequenas mudanças ocorreram desde o fim da temporada passada. Brent Barry deixou a equipe e rumou para a cidade de Houston. Robert Horry deve deixar a equipe e se aposentar. Em compensação alguns novos jogadores chegaram. Roger Mason Jr foi o primeiro contratado, vindo do Wizards; é um ala-armador versátil que tem boa capacidade de pontuar e também jogou em algumas ocasiões como armador principal. Salim Stoudamire chegou do Atlanta Hawks; sua principal arma é o arremesso de 3 pontos, e ele chegará ao Spurs para suprir a saída de Barry. Além deles, Ian Mahinmi deve ser incorporado de vez ao elenco e ser uma nova opção para o garrafão. Também chegou ao time o armador George Hill através do Draft, vindo da Universidade de Indiana. Nenhuma contratação de peso, porém bons nomes para compor o banco de reservas, que aliás sempre foi uma das armas do Spurs; com bons jogadores entre os reservas, o nível do jogo não diminui com a rotação.

Além disso, a favor da equipe de San Antonio temos a superstição. Isso mesmo, para quem acredita em superstições e coincidências, 2009 é ano ímpar!!! E em todo ano ímpar, o Spurs sagra-se campeão! E Esperamos que em 2009 a superstição se confime e que possamos comemorar mais um título.

Anúncios

WNBA Playoffs – Young mantêm esperanças

https://i2.wp.com/img127.imageshack.us/img127/4669/resumopongasaa2.png66X67

Foi incrível! Toda desajeitada para fazer um arremesso decisivo, Sophia Young conseguiu, com menos de um minuto no cronômetro, fazer uma cesta decisiva e manter as esperanças de título ainda vivas em San Antonio. No placar final, vitória do time da casa por 67 a 66.

Diferentemente do jogo um, o segundo duelo foi bem mais equilibrado. A equipe de Los Angeles pouco se importou se estava jogando fora de casa, e logo partiu para cima. Até o mais otimista torcedor das Stars ficou ressabiado com o bom começo das visitantes. Entretanto, as texanas logo trataram de mostrar seu jogo e retomaram o controle da partida. Quando o duelo se encaminhava para uma vitória tranquila para as donas da casa, as Sparks acordaram e incendiaram o último período. A vantagem, que era de nove pontos ao começo do quarto final, foi pulverizada com extrema facilidade; lideradas pela novata Candace Parker, Los Angeles tinha o comando da partida até os segundos finais. Foi aí que surgiu a estrela de Sophia Young; faltando apenas 1.3 segundos e em desvantagem no marcador, o técnico Dan Hughes pediu tempo. O treinador não teve dúvidas ao escolher Young para o chute decisivo. Dito e feito; Young recebeu a bola cercada por duas jogadoras, e sua única opção era o arremesso, embora estivesse completamente desequilibrada para isso; mesmo assim, a jogadora converteu o lance que deu a vitória e sobrevida a San Antonio nos playoffs. Confira abaixo o vídeo da jogada.

As duas equipes voltam à quadra hoje. O jogo será novamente em San Antonio, e algumas dúvidas pairam no ar: Até que ponto essa cesta no finalzinho abalou Los Angeles? Será que as Sparks irão ignorar a pressão da torcida assim como fizeram no duelo contra Seattle? São alguns questionamentos interessantes e que têm data e hora para serem resolvidos. É hoje (28/09) às 18h00, horário de Brasília.

Destaques da partida

San Antonio Silver Stars

Sophia Young – 21 pontos e 11 rebotes

Becky Hammon – 19 pontos e 3 assistências

Ann Wauters – 11 pontos, 4 rebotes e 4 assistências

Los Angeles Sparks

Candace Parker – 19 pontos e 17 rebotes

Lisa Leslie – 17 pontos e 12 rebotes

Delisha Milton-Jones – 14 pontos e 3 rebotes