Arquivo diário: 18/09/2008

Spurs contrata três jogadores para campos de treinamento

O San Antonio Spurs anunciou ontem a contratação de 3 agentes livres para o seu campo de treinamento. São eles: Desmon Farmer, Devin Green e Darryl Watkins. Por políticas da equipe, os termos dos acordos não foram divulgados.

Os jogadores chegam a San Antonio para participar dos treinamentos da equipe e tentar conquistar um espaço definitivo na equipe para a temporada que está próxima de começar. Todos os atletas já tiveram breve passagem por equipes da NBA, porém não conseguiram se firmar e acabaram na Liga de Desenvolvimento. Agora, surge uma nova oportunidade para os jogadores firmarem-se na liga profissional americana.

Farmer jogou a temporada passada pela equipe Rio Grande Valley Vipers, da D-League, e obteve a segunda maior média de pontos da liga, com 24,7 pontos jogando 38,3 minutos por partida em 33 aparições. Na temporada 2006-2007, Farmer iniciou junto ao Seatle Supersonics e apareceu em 8 partidas, anotando 1,6 pontos e 1,1 assistências em 4 minutos, e acabou dispensado em janeiro.

Green disputou as ligas de verão pelo próprio San Antonio Spurs, e em Las Vegas obteve médias de 10,3 pontos e 3,7 rebotes em 25,7 minutos. Em Rocky Mountain Revue, Green apareceu em quatro jogos, com média de 10,3
pontos, 5,3 rebotes, 2,8 assistências e 1,25 roubada em 28,0 minutos. Na ultima temporada, Green atuou pela equipe da D-League L.A. Defenders e pela equipe Siviglia Wear Teramo, da primeira divisão italiana. Em 2005-2006 Green apareceu em 27 jogos para o Los Angeles Lakers, com discreta média de 0,9 pontos em 5,0 minutos.

Watkins atuou parte da temporada 2007-08 com o Sacramento Kings, e obeteve em
média 1,3 pontos e 1,3 rebotes em 7,9 minutos em nove aparições antes de ser
dispensadoem dezembro. No restante da temporada, Watkins atuou na Liga de Desenvolvimento pelas equipes L.A. Defenders e Iowa Energy, e em 18 aparições com a equipe de Los Angeles alcançou médias de 4,9 pontos e 5,7 rebotes em 19,8 minutos. Pela equipe de Iowa, seu rendimento aumentou e os números alcançaram 8,5 pontos e 5,9 rebotes em 22,4 minutos.

E o que dizer da França…

Candidatíssima à vaga para a disputa da Eurobasket – torneio europeu de seleções – a França vem decepcionando seus fãs e os prognósticos animadores dos especialistas em basquete. Ontem, a equipe venceu a Ucrânia em jogo de placar apertado e praticamente garantiu sua entrada no principal torneio do continente.

Entretanto, quem está acompanhando o selecionado francês tem visto que eles vêm tendo dificuldades mesmo contra os adversários de menos expressão – caso de Bélgica e Ucrânia. Há de se considerar o fato de haver alguns desfalques inportantes, como o dos alas Boris Diaw e Mickael Pietrus; todavia, o time que está jogando é plenamente capaz de conseguir melhor desempenho.

Quem vem se salvando no meio desse turbilhão é o armador do San Antonio Spurs, Tony Parker – principal estrela do time. Parker se juntou de última hora ao elenco e mal teve tempo para se preparar; ele poderia muito bem alegar qualquer desculpa e se ausentar dos primeiros jogos, seria completamente aceitável. Entretanto, o jogador assumiu a responsabilidade e entrou em quadra para defender seu país. O resultado está nos números; o francês lidera as estatísticas de sua equipe com folga, e além disso é também o cestinha do torneio com média de 24.8 pontos.

As vezes fico me perguntando aonde que esse time chegaria com a ausência do armador. Os também atletas da NBA – Ronny Turiaf e Yakhouba Diawara – têm desempenhado um papel somente mediano. O ex-Los Angeles Lakers até que tem pego seus rebotes aqui e ali, mas nada muito além; Diawara nem isso está fazendo. Quem fica sobrecarregado é mesmo o atleta do Spurs, que a duras penas têm conseguido levar o time nas costas.

Contudo, quem pensa que o futuro da França está fadado à desgraça pode estar enganado. A grata surpresa do time é o ala-armador de 21 anos Nando De Colo. O jovem jogador chegou a ofuscar Tony Parker em alguns jogos dessa Eurobasket; ele vem com médias de 12.8 pontos e 3.2 rebotes no torneio. De Colo é visto como uma grande promessa do país no basquete, e a previsão é de que ele entre na NBA já no ano que vem. Seus números jogando pela equipe francesa do Cholet Basket durante a Eurocopa de clubes desse ano – um dos torneios mais fortes do continente – são excelentes; foram médias de 19.3 pontos, 2.9 rebotes e 2.9 assistências por jogo. Como se não bastasse, o jogador também disputou o All-Star Game da competição e anotou nada mais nada menos do que 24 pontos, sendo 18 deles em bolas de três pontos.

Além disso, De Colo é visto com bons olhos desde as seleções de base da França. Em 2007, ele participou do torneio europeu sub-20 disputado na Itália e Eslovênia. Os franceses não obtiveram um grande resultado, apenas o nono lugar; mas o que chamou a atenção foi o desempenho do atleta, que conseguiu expressivas médias 17.9 pontos, 4.0 rebotes e 3.4 assistências, sendo assim o quarto maior pontuador do torneio. Dentro dessas estatísticas estão incluídos 31 pontos e sete rebotes diante da Sérvia – primeira colocada no campeonato.

Como pudemos ver, o presente da França não é dos mais animadores, embora talentos individuais não faltem. O futuro também não parece empolgante, já que nos recentes torneios sub-20, sub-18 e sub-16 os franceses não desempenharam um bom papel. A parte boa é que de vez em quando surge um grande talento; Nando De Colo pode ser um desses. É bom as equipes da NBA olharem com carinho para o jogador, que atualmente está cotado para início do segundo round no draft do ano que vem.