Bate-papo com Erin Buescher

A úlima temporada foi frustrante para a ala do San Antonio Silver Stars, Erin Buescher. A jogadora foi contratada junto ao Sacramento Monarchs e chegou para ser uma das líderes do time; papel esse que desempenhou com relativo sucesso antes de sofrer uma grave contusão no joelho esquerdo que a tirou do restante da temporada.

De volta em 2008, Buescher vem fazendo um bom campeonato. Entretanto, o amadurecimento de Sophia Young e a contratação da pivô Ann Wauters tiraram os holofotes de cima da jogadora; fato esse que não deve estar atrapalhando, pois mesmo com seus minutos em quadra reduzidos, Buescher vem sendo uma coadjuvante importante e consequentemente uma das principais jogadoras da equipe.

Na pequena folga antes do início dos playoffs – em que as Stars enfrentarão sua ex-equipe pelo segundo ano consecutivo – a jogadora concedeu entrevista ao site oficial da equipe; confira o curto bate-papo só aqui no Spurs Brasil.

A contusão do ano passado impediu que você participasse do duelo dos playoffs contra o Sacramento Monarchs. Esse ano você tem essa grande oportunidade; o que você pensa a respeito disso?

Erin Buescher: Estou realmente empolgada. É muito duro ter que ficar no banco assistindo suas companheiras sendo que você não pode fazer nada para ajudar. Prefiro muito mais estar lá, dando duro junto com as outras jogadoras, do que sentada no banco com roupas do dia-a-dia. Poder estar lá dentro é muito divertido.

Quão gratificante é para você poder estar nos playoffs, não necessariamente porque o jogo é contra sua ex-equipe, mas somente pelo fato de disputar uma fase como essa?

Erin Buescher: Realmente é algo muito especial. Joguei em Sacramento e lá vencemos um campeonato; existem pessoas maravilhosas lá, assim como existem também aqui em San Antonio. É um grande privilégio poder fazer parte deste time; estar apta a jogar sob o comando destes treinadores e poder ser companheira de time destas garotas é algo fora de série. Nosso treinador vem nos relembrando de tirarmos proveito de cada momento, salvar isso na memória e não deixar essa oportunidade passar batida, ‘sem ser noticiada’. Estou apenas aproveitando isso tudo e espero que possamos competir, nos divertir e dar tudo de nós dentro de quadra.

Muitas jogadoras nunca tiveram experiências em playoffs, enquanto você já conquistou um título. Que tipo de benefício você acha que isso traz para o seu jogo e o que esperar das Stars nos jogos daqui em diante?

Erin Buescher: Penso que você tem que ter o final já em mente; meio que começar do fim quando se tem experiências como eu tive. Temos que ver e pensar como é chegar no final e poder levantar o título; encaro isso como uma motivação e uma energia extra. Uma das coisas em que as veteranas deste time são realmente boas é o fato de nos focar nas coisas que precisamos fazer.

Sobre Bruno Pongas

Acompanha o San Antonio Spurs desde 1998, já escreveu para o Spurs Brasil de 2008 a 2012, criou o Destino Riverwalk e agora volta à velha casa para dar seus pitacos sobre o San Antonio Spurs.

Publicado em 17/09/2008, em Entrevistas. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s