Disputa do 3º lugar – Argentina obtém mais uma medalha

Mesmo sem Manu, Argentina leva o bronze

Argentina e Lituânia entraram em quadra para disputar o terceiro lugar do torneio de basquete dos jogos olímpicos. Os argentinos garantiram sua segunda medalha consecutiva em olimpíadas após bater seus adversários por 87 a 75. Vale lembrar que o grande astro da equipe, o ala Manu Ginobili, ficou de fora mais uma vez devido a uma lesão sofrida na semifinal contra os Estados Unidos. A disputa do bronze começou de acordo com o previsto; jogo bastante movimentado e tomado pelo equilíbrio. Contudo, a partir do segundo período, os argentinos passaram a dominar a partida, e conseguiram assim ir para o descanso vencendo por 12 pontos de vantagem.

Quando voltaram do intervalo, o selecionado lituano continuou irreconhecível e foi dominado mais uma vez pela Argentina, que teve como cestinha e principal jogador o ala Carlos Delfino; ele fechou a partida com 20 pontos e dez rebotes.

Como em um último suspiro, a Lituânia resolveu correr atrás do prejuízo no período final. Todavia, a vitória no quarto por sete pontos de vantagem não foi suficiente para esboçar uma reação. No final, bronze merecido para os argentinos, que, querendo ou não, acabaram se vingando da derrota no primeiro jogo da competição para os próprios lituanos.

Em entrevista após a conquista, o ala-pivô Luis Scola comentou sobre a ausência de Ginobili e elogiou seus companheiros: “Com Manu fora, nós sabiamos que iriamos precisar de algo mais”, ” Falei com Paolo (Quinteros) na noite de ontem e o perguntei se ela estava pronto para o jogo. Aí ele disse ‘Eu sempre estou pronto’ (…) Muitas pessoas não conhecem o Léo (Gutierrez), mas ele vem tendo muito sucesso no nosso país, conquistando títulos e MVP’s, ele tem sido nosso melhor jogador lá”, completou um entusiasmado Scola.

O técnico da Argentina, Sérgio Hernandez, também falou após o embate: “Viemos para esse torneio para defender nosso título (…) Sabiamos que tinhamos que defender nossa medalha a cada jogo com nossas vidas, mas ao mesmo tempo, sabiamos que os melhores times eram os EUA e a Espanha (…) Não estamos decepcionados com a medalha de bronze, muito pelo contrário, estamos orgulhosos pelo que fizemos”, finalizou o treinador. Para fechar o ciclo de entrevistas, foi a vez de Andrés Nocioni falar: “Foi fantástico o que fizemos (…) Mostramos porque nós somos a Argentina, o coração e a identidade desse time. Fizemos um grande trabalho e ninguém pode nos tirar essa medalha (…) Agora, nós temos um mês para descansar antes que comece a NBA. Vamos então aproveitar o momento e celebrar o que fizemos aqui”, completou um também animado Nocioni.

O técnico lituano, Ramunas Butautas, parabenizou os argentinos pela conquista: “Parabéns à Argentina, eles jogaram muito bem (…) Os jogadores argentinos estavam muito fortes, rápidos e jogaram bem demais, especialmente na defesa”. Butautas lamentou alguns problemas de contusão sofridos pela equipe e falou sobre o sonho de conseguir uma medalha: “Tivemos muitos problemas relacionados à equipe (…) Sonhamos com uma medalha olímpica, mas perdemos esta chance. Talvez tentemos novamente nos próximos jogos”, finalizou o treinador lituano, que deve continuar no cargo após a boa campanha no torneio.

Argentina se vinga da partida de estréia e leva o bronze

A seleção argentina masculina de basquetebol, que veio a Pequim defender o título olímpico, venceu a Lituânia por 87 x 75 nessa madrugada e conquistou a medalha de bronze, mesmo jogando sem seu principal astro; o ala-armador do San Antonio Spurs Manu Ginobili desfalcou sua equipe, pois se lesionou na semifinal disputada contra os EUA.

O primero quarto teve Scola como grande protagonista; anotando nada menos do que 10 pontos, o ala-pivô liderou sua equipe na vitória parcial por 24 x 21. No segundo quarto, a precisão argentina nos arremessos de 3 pontos ampliou a vantagem para 12 pontos; acertando 8-14 da linha dos três contra apenas 3-11 dos adversários, nossos hermanos foram para o vestiário com 46 x 34 a favor.

No terceiro período, a Argentina mostrava um jogo bastante coletivo, distribuindo 17 assistências, quase três vezes mais do que os adversários até então, enquanto que a Lituânia não acertava a mão nem de fora do perímetro nem da linha dos lances livres. Resultado; Argentina amplia sua vantagem. No último período, a Lituânia até tentou uma reação, mas os argentinos souberam administrar sua vantagem para saírem de Pequim com a terceira colocação.

Destaques da partida

Argentina

Carlos Delfino – 20 pontos, 10 rebotes

Luis Scola – 16 pontos

Lituânia

Ramunas Siskauskas – 15 pontos

Rimantas Kaukenas – 14 pontos

Sobre Equipe Spurs Brasil

Seu site de notícias sobre o San Antonio Spurs em português. Ativo desde fevereiro de 2008.

Publicado em 24/08/2008, em Pequim 2008, Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s