Arquivo diário: 23/08/2008

Pequim 2008 – EUA garante ouro na final; Rússia fica com bronze

resumosilverbrunozp33

Estados Unidos 92 x 65 Austrália – Favoritismo confirmado

Um ginásio lotado prestigiou a grande final do torneio feminino, disputada entre as atuais campeãs olímpicas (EUA) contra as atuais campeãs mundiais (Austrália).

Quem esperava um jogo daqueles de tirar o fôlego e equilibradíssimo do começo ao fim se enganou. As americanas dominaram o jogo desde o início, e em nenhum momento deram alguma chance para as Aussies.

 

Um dos fatores determinantes para tal vantagem no marcador foi que as australianas entraram em quadra com as suas duas melhores jogadoras em más condições físicas. A ala Penny Taylor sofreu uma entorse nas quartas-de-final contra a República Tcheca; mesmo poupada na semifinal contra a China, Penny chegou para o jogo de hoje sem muitas condicões de atuar; mesmo assim, ela esteve em quadra, mas com baixo rendimento; apenas seis pontos.

Já Lauren Jackson também jogou a final no sacrifício. Atuando a base de injeções de dor durante quase todo o torneio, a atleta fez uma boa partida, mas quem conhece a Lauren sabe que ela poderia ter dado muito mais se estivesse 100%. O problema no tornozelo incomoda tanto a jogadora que ela irá ficar fora do restante da temporada da WNBA para fazer uma cirurgia.

Destaques da partida

Kara Lawson (Estados Unidos) – 15 pontos

Lisa Leslie (Estados Unidos) – 14 pontos e 7 rebotes

Candace Parker (Estados Unidos) – 14 pontos e 4 rebotes

Lauren Jackson (Austrália) – 20 pontos e 10 rebotes

Belinda Snell (Austrália) – 15 pontos e 4 rebotes

Rússia 94 x 81 China – Becky Hammon brilha e Rússia leva o bronze

Rússia e China mediram forças pela disputa do terceiro lugar da competição. As russas, que perderam a semifinal para a equipe dos Estados Unidos, queriam sair de Pequim pelo menos com o bronze. Já as chinesas, donas da casa, queriam subir ao pódio para orgulhar o povo local. No final das contas, as asiáticas não resistiram ao jogo forte russo e perderam por 94 a 81.

O embate começou bastante equilibrado e aberto. No primeiro quarto, as equipes erraram pouco, e as visitantes venceram por apenas um ponto. Contudo, com o começo do segundo período, o selecionado russo mostrou porque é um dos melhores do mundo na atualidade, e, jogando solto, deu um baile nas chinesas.

A partir daí, as europeias apenas administraram a boa vantagem para assim conquistar o bronze. Quem brilhou foi a armadora Becky Hammon. Hammon, que não conseguiu desempenhar um bom papel na semifinal contra as americanas, deu a volta por cima; ela anotou 22 pontos e distribuiu quatro assistências.

Destaques da partida

Becky Hammon (Rússia) – 22 pontos e 4 assistências

Maria Stepanova (Rússia) – 15 pontos e 9 rebotes

Tatiana Shchegoleva (Rússia) – 15 pontos e 2 rebotes

Lan Bian (China) – 17 pontos e 6 rebotes

Lijie Miao (China) – 16 pontos e 3 assistências