Futuros adversários

O Brasil venceu com tranqüilidade, como se esperava, a fraca seleção libanesa, e está classificado para a segunda fase do Pré-olímpico mundial. Se vencer a Grécia, a seleção enfrentará a Nova Zelândia, que perdeu para os alemães. Se perder, enfrentará a própria Alemanha, que não tomou conhecimento e atropelou os neozelandeses, com grande exibição de Dirk Nowitzki, que deveria servir de exemplo para nossas “estrelas” brasileiras da NBA, já que está disputando essa competição por vontade própria, porque pagou o seguro do seu próprio bolso.

Na partida de ontem, nossa seleção não foi muito testada, deivido à fragilidade do adversário. Entretanto, foi possível observar alguns defeitos e algumas qualidades na equipe de Moncho Monsalve. O Brasil apresentou muitas falhas defensivas, principalmente na marcação dos alas e dos armadores, deixou a seleção adversária chutar muitas bolas de três e fazer algumas infiltrações, o que pode ser fatal contra equipes de qualidade. Apesar disso, apresentou uma melhor distribuição de jogo com os pivôs, tanto é que Baby e Murilo, que não começaram o jogo como titulares, marcaram 16 e 14 pontos respectivamente.

Porém, isso não é o suficiente. Se quiser chegar às Olimpíadas, nossa seleção precisa melhorar muito. Se for batida pela Grécia e precisar enfrentar a Alemanha, por exemplo, quem conseguirá marcar os pivôs Kaman e, principalmente, Nowitzki? Ambos têm 2,13 metros de altura. Nowitzki ainda possui uma agilidade impressionante, que faz com que possa revezar entre as posições 3, 4 e 5. Em qualquer uma delas, não há ninguém em nossa seleção que consiga pará-lo.

Mas o Brasil pode vencer a Grécia e, com isso, enfrentaria a Nova Zelândia, que é um adversário mais fraco na teoria. Entretanto, mesmo contra esse adversário, a seleção pode se complicar. Isso porque eles possuem uma equipe muito rápida, que tem como características os chutes de longa distância e as infiltrações, exatamente o que nossa seleção não soube anular no primeiro jogo.

Por isso acho que, para chegar à Pequim, ainda será necessário muita luta e melhoria na equipe, porque a facilidade com que ganharam ontem não se refletirá daqui para frente nesse pré-olímpico.

Anúncios

Publicado em 16/07/2008, em Artigos. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s