Arquivo diário: 13/06/2008

Ao (polêmico) mestre, com carinho

A semana que iniciou o mês de junho foi especial para algumas crianças turcas. Integrantes do projeto “Basquete sem fronteiras”, os jovens turcos receberam em sua terra natal treinamentos de basquete com professores um tanto quanto renomados. O ala-pivô do New York Knicks, David Lee, o armador dos Timberwolves, Randy Foye, o ala francês, Mickael Pietrus, e o ala do San Antonio Spurs, Bruce Bowen, se juntaram à dupla de garrafão titular da Turquia formada por Mehmet Okur e Hedo Turkoglu, jogadores respectivamente do Utah Jazz e do Orlando Magic, para ensinar conceitos básicos do basquete para os pequenos turcos.

Mostrando-se muito empolgado, o experiente ala do Spurs mostrou aos seus perseguidores que também pode ser muito dócil se quiser. Conhecido pelas entradas e faltas um tanto quanto duras em seus adversários, Bruce Bowen demonstrou total afinidade quando o assunto é ensinar crianças. Bowen era um dos mais solicitados e ensinou principalmente conceitos defensivos para os jovens, uma vez que a defesa é o forte do jogador.

Apoiado, entre outros, pela Unicef, o projeto da NBA tem como objetivo recrutar novos fãs para a Liga e ainda ajudar crianças e famílias carentes. Bowen é presença quase sempre garantida nesses eventos, que na maior parte das vezes ocorre em território norte-americano, como, por exemplo, no caso do furacão Katrina. É o lado de Bruce Bowen que muitas pessoas desconhecem e que fazem do sempre polêmico jogador um amado mestre.

Anúncios