Arquivo diário: 15/05/2008

Notícias – Chandler diz que estará pronto para o jogo 6

Tyson Chandler O pivô do Hornets, Tyson Chandler, teve que ser ajudado para chegar até o banco de reservas depois de cair na quadra com uma torção no pé esquerdo, no quarto período do jogo 5 entre New Orleans Hornets e San Antonio Spurs. A perna de Chandler parecia estar dobrada quando ele torceu-a no último quarto.

“Eu cai engraçado, e eu tipo não senti,” disse Chandler. “Mas eu estarei bem.”

Depois da vitória por 101-79 do Hornets sobre o Spurs na New Orleans Arena, Chandler estava com os pés dentro de um grande balde com água gelada.

Pela terceira vez em cinco jogos, Chandler foi forçado a jogar poucos minutos por problemas com faltas. Ele fez duas faltas durante os nove minutos iniciais da partida, que limitou seu tempo para apenas 15 minutos durante o primeiro tempo. Chandler não teve nenhum ponto e pegou quatro rebotes até o intervalo.

Enquanto isso, David West, que fez sua maior atuação da carreira em playoffs, com 38 pontos, 14 rebotes e cinco bloqueios, foi visto sentindo dores nas costas no final do jogo. Ele disse durante uma entrevista após o jogo que a região estava lesionada e rígida.

Notícias – Kareem Abdul-Jabbar parabeniza Horry pela quebra do recorde

Kareem Abdul-JabbarO ala-pivô Robert Horry, que jogou a 238ª partida em playoffs, quebrando um recorde da NBA na quinta, recebeu felicitações do jogador Hall of Fame que teve o recorde superado. Kareem Abdul-Jabbar, agora um assistente técnico do Los Angeles Lakers, disse aos repórteres em Los Angeles que o recorde foi uma prova da qualidade da carreira de 16 anos de Horry na NBA.

Horry nunca perdeu na primeira rodada dos playoffs em nenhuma de suas 16 temporadas na liga. Ele esteve em sete equipes campeões.

“Essa é uma prova para ele por ter participado de boas realizações,” disse Abdul-jabbar. “Você tem que estar nos playoffs. É um testemunho da qualidade de sua carreira e por isso ele jogou em tantas partidas de playoffs.”

Abdul-Jabbar, que jogou 20 temporadas e continua reinando como o líder em pontos de toda história da NBA, disse não estar surpreso que alguém quebrou sua marca de jogos em playoffs.

“Eu joguei 20 anos e em apenas dois anos nós não estivemos nos playoffs,” ele disse. “Quando eu comecei a jogar, os playoffs tinham uma rodada à menos. Eram menos jogos. Mas é simplesmente uma incrível performance (de Horry), em termos de estar em equipes vencedoras e ajudá-las à chegar tão longe como foram.”

Pré-Jogo – NO Hornets @ SA Spurs – Jogo 6

Pré-Jogo – New Orleans Hornets @ San Antonio Spurs – Jogo 6

Local: AT&T Center

Horário: 22:00 (Horário de Brasília)

Data: 15/05/2008

O jogo será exibido pela ESPN Brasil

Situação do jogo

O Spurs vai pro tudo ou nada. Nenhum time perdeu nos seus domínios nessa série. O trio do Spurs (Parker, Manu e Duncan) precisa mostrar o seu melhor para não dificultar a tarefa de vencer em casa. O técnico do Spurs, Gregg Popovich, vai ter que fazer de tudo se não quiser “ir pescare descansar mais cedo.

Série nos playoffs (NO Hornets 3-2)

03/05/2008 – Jogo 1 – Spurs 82 @ 101 Hornets

Com má atuação de Duncan, o Spurs não suportou a pressão dos donos da casa e sucumbiu na segunda metade da partida, após um primeiro tempo equilibrado. O mau desempenho do garrafão da equipe texana foi decisivo nesse jogo; em grande desvantagem nos rebotes, o Spurs não conseguiu segurar D. West, que foi o cestinha da partida, anotando 30 pontos e pegando 9 rebotes.

05/05/2008 – Jogo 2 – Spurs 84 @ 102 Hornets

O San Antonio Spurs repetiu os erros da primeira partida, fazendo um bom primeiro tempo e, depois do intervalo, deixando o Hornets abrir vantagem para ganhar a partida. Dessa vez, o Spurs conseguiu parar o garrafão de New Orleans, porém não conseguiu segurar a estrela C. Paul, que teve mais uma grande atuação, com 30 pontos e 12 assistências.

08/05/2008 – Jogo 3 – Hornets 99 @ 110 Spurs

No primeiro jogo no Texas, o San Antonio finalmente venceu e suas estrelas apareceram. Duncan atuou muito bem, e foi bem amparado por Parker e Ginobili. A série começava a se equilibrar.

11/05/2008 – Jogo 4 – Hornets 80 @ 100 Spurs

Com o domínio desde o início da partida, os Spurs igualaram a série em casa. Duncan teve excelente atuação, com 22 pontos e 15 rebotes. Parker com 21 e Ginobili com 15 foram muito importantes. Porém, a grande surpresa veio do banco: Udoka contribuiu com 15 pontos. Destaque também para a defesa de San Antonio, que resumiu C.Paul a apenas 5 assistências, sua pior marca nos playoffs desse ano.

13/05/2008 – Jogo 5 – Spurs 79 @ 101 Hornets

Jogo equilibrado até o intervalo, quando novamente o apagão voltou a assombrar o Spurs. D.West anotou 38pts, pegou 14rb e bloqueou 5 arremessos, enquanto C.Paul fez 22pts e 14ast.

Fique de olho

Chris Paul

Chris Paul

Chris Paul não carrega o time nas costas, mas faz os outros jogadores melhores. A chave da vitória não é parar o armador do Hornets, mas não deixar ele armar as jogadas para os seus companheiros.

Notícias – Suns de olho em assistente técnico do Spurs

Mike BudenholzerO Spurs pode sofrer uma baixa na comissão técnica de Gregg Popovich.

Depois de perder o principal assistente técnico, P. J. Carlesimo, para o Seattle SuperSonics, depois de ganhar o título da NBA em 2007, o Spurs tem o risco de perder o assistente técnico Mike Budenholzer para o Phoenix Suns. Budenholzer, que foi promovido para a vaga de principal assistente na comissão técnica de Popovich depois de Carlesimo sair, apareceu em Phoenix como possibilidade para ser o substituto de Mike D’Antoni.

D’Antoni e o Suns foram por caminhos diferentes após o Suns ser eliminado pelo Spurs na primeira rodada dos playoffs. D’Antoni, essa semana, foi nomeado o novo técnico do New York Knicks.

Steve Kerr, general manager do Suns, já conhece Budenholzer, que está na comissão técnica de Popovich há 12 temporadas, das quatro que jogou em San Antonio.

Budenholzer e R. C. Buford são os dois integrantes mais antigos da equipe de operações sobre basquete do Spurs. Eles foram contratados por Gregg Popovich no verão de 1994. Mike começou como coordenador de vídeos do Spurs. Ele ficou nessa posição por duas temporadas, antes de ser nomeado assistente técnico no verão de 1996.

Ele não comentou os rumores, somente disse que não ouviu nada de ninguém de dentro do Spurs sobre essa proposta.