Arquivo diário: 26/04/2008

Pré-Jogo – Spurs @ Suns – Jogo 4

Pré-Jogo – Spurs @ Suns – Jogo 4 – Playoffs 2008

Local: US AirWay Center

Horário: 16:30 (Horário de Brasília)

Data: 27/04/2008

Situação do jogo

Com a vitória incontestável no terceiro jogo da série, de forma totalmente dominante, os Spurs vão com tudo para tentarem fechar a melhor de sete, nesse domingo, novamente em Phoenix. A equipe do Texas pode varrer o tido como poderoso adversário do Arizona; para isso, basta vencer novamente fora de casa. Já a equipe dos Suns tenta evitar um vexame, que seria a série sendo decidida em um 4-0 a favor dos Spurs.

Se o trio Parker-Ginóbili-Duncan, que vem funcionando de maneira perfeita, jogar bem novamente, ficará bem complicado para a equipe do Arizona vencer esse jogo. Vale lembrar também que jamais uma equipe em desvantagem de 0-3 conseguiu virar uma série de playoffs. Veremos o que acontecerá nesse importante 4º jogo.

Série nos playoffs (Spurs 3-0 Suns)

19/04/2008 – Jogo 1 – Suns 115 @ 117 Spurs

O primeiro jogo da série contou com a excelente atuação de Tim Duncan, com 40 pontos e 15 rebotes, além de uma cesta de 3 pontos nos segundos finais da primeira prorrogação, que forçou uma 2ª e evitou a quebra do mando de quadra. Pelo lado dos Suns, o destaque foi Amaré Stoudemire.

22/04/2008 – Jogo 2 – Suns 96 @ 102 Spurs

Novamente um jogo apertado, e mais uma vitória de virada depois de uma mal ínicio dos Spurs. Dessa vez, o grande destaque foi o armador francês Tony Parker, com 32 pontos. Duncan e Ginobili novamente foram importantes. Pelo lado do Suns, destaque negativo para o brasileiro Leandrinho, que acabou a partida zerado, algo que não acontecia há muito tempo.

25/04/2008 – Jogo 3 – Spurs 115 @ 99 Suns

Com um domímio avassalador, e com um atuação perfeita de Tony Parker, a equipe Texana não teve nenhuma dificuldade para fazer 3×0 na série. Parker terminou com o recorde de pontos na sua carreira, 41, além de 12 assistências. Pelo lado do Suns, Nash esteve muito mal, e novamente Stoudemire se salvou com uma boa atuação. Leandrinho dessa vez apareceu pro jogo, e também não comprometeu.

Fique de olho

Amaré Stoudemire

Somente Stoudemire vem conseguindo causar algum problema para a equipe do Texas, e nesse 4º jogo não deve ser muito diferente, pois Amaré é praticamente imarcável quando resolve jogar. Seus quase 30 pontos de média podem novamente ser esperados; temos que conter o restante do time, como por exemplo, Nash e Shaq. Caso consigamos, é varrida na certa!

Anúncios

Interativo – Spurs @ Suns – Playoffs 2008 (Jogo 3)

NBA TV – Top 10 – 25/04/2008 – Rodada de Spurs @ Suns (Jogo 3)

Melhores momentos – Spurs @ Suns – Jogo 3

Tony Parker – Atuação – Quebra de recorde de pontos pessoal

Menção honrosa à Tim Duncan, que ontem completou 32 anos com belíssima atuação. Ficam as congratulações do Spurs Brasil para esse grande ídolo.

Spurs @ Suns – Jogo 3 – Meninos e homens devidamente separados

115x99

Spurs lidera a série (3-0)

Era a hora da verdade, a hora em que o San Antonio Spurs seria colocado à prova. Muito se falou que os 2-0 obtidos no Texas só aconteceram porque o Spurs jogou em casa. Grande engano, meus amigos, grande engano, pois o time comandado por Gregg Popovich foi até o Arizona e devastou o Phoenix Suns.

Com mais uma atuação magnífica de seu armador Tony Parker a franquia texana liderou do começo ao fim, não dando nenhuma chance aos donos da casa. Ao Suns, não restou nem a tentativa de reagir, uma vez que Steve Nash, principal articulador de jogadas da equipe, esteve apático durante todo o jogo. Ao final do primeiro período, o placar marcava vantajosos 33 a 19 para o Spurs.

Esperava-se então uma reação do Suns, assim como o Spurs fez nos dois primeiros jogos. Mas não. O que se viu foi um time apático, que podia depositar suas esperanças em apenas dois jogadores: Amaré Stoudemire e Leandrinho Barbosa. Enquanto isso, os comandados de Gregg Popovich deitavam e rolavam em pleno US Airway Center. Na descida para o vestiário, ainda larga vantagem dos texanos: 61 a 47.

Os dois últimos períodos foram de pura administração. Alguns jogadores vinham com faltas acumuladas, uma vez que, a partir do segundo período, o Spurs começou a usar a polêmica tática do “hack-a-Shaq”. Mas como a jogada é permitida pela regra, não cabe dedicar espaço nesse texto para tal discussão. O que importa é que a equipe de San Antonio não baixou seu nível, massacrou os donos da casa e ainda viu seu principal jogador na partida, Tony Parker, quebrar seu recorde de pontos em playoffs: 41 convertidos.

Pois bem, placar final 115×99 para o Spurs. Mais uma vez o Suns parece padecer diante dos texanos. Mais uma vez a pós-temporada separa meninos de homens. Sábio Michael Jordan…

Destaques do jogo

San Antonio Spurs

Tony Parker: 41 pontos e 12 assistências.

Tim Duncan: 23 pontos e 10 rebotes.

Manu Ginóbili: 20 pontos e 4-7 nos arremessos para 3 pontos.

Bruce Bowen: 4 pontos, seus primeiros na série

Phoenix Suns

Amaré Stoudemire: 28 pontos e 11 rebotes

Leandrinho Barbosa: 20 pontos

Steve Nash: 7 pontos e 3-8 nos arremessos de quadra em 32 minutos jogados