Arquivo diário: 23/04/2008

Notícia – “Deus que o abençoe” diz Bell

Foi com essa frase que o ala do Phoenix Suns concluiu seu racíocinio sobre a continuidade das infiltrações do armador do Spurs, Tony Parker, contra um time que conta com um verdadeiro big man: Shaquille O’Neal. No jogo 2 da série melhor de sete entre as equipes, disputado ontem, Parker voou longe ao tomar um tranco de Shaq após uma tentativa de infiltração.

O armador francês disse que continuará com seu estilo de jogo, e que possivelmente endurecerá seu jogo contra os grandalhões que dominam a defesa do Suns. Mesmo assim, o jogador admitiu, com certo bom humor, que o corpo-a-corpo não é o ideal em uma disputa entre ele e O’Neal (ou Amaré Stoudemire, o outro grandalhão do Suns).

– Ele tentou jogar duro, mas isso não vai me parar. Em um bom dia peso umas 160 libras (72 quilos), mas não é isso que vai me parar – admitiu o armador, com muito bom humor.

Foi então que o ala do Suns, Raja Bell, foi indagado sobre o assunto, e se saiu com um pensamento que culminou com a frase que entitula essa postagem.

– Se ele quiser manter seu estilo de jogo e enfrentar nosso garrafão, nossos big men (Amaré e Shaq) o colocarão no chão. Se ele levantar e insistir, que Deus o abençoe. – falou o ala.

Em nota, O’Neal pesa cerca de 145 quilos, quase o dobro de Parker.

Anúncios

Interativo – Suns @ Spurs – Playoffs 2008 (Jogo 2)

NBA TV – Top 10 – 22/04/2008 – Rodada de Suns @ Spurs (Jogo 2)

Melhores momentos da partida – Suns @ Spurs (Jogo 2)

Atuação de Tony Parker, destaque do jogo

As estatíticas do jogo

Suns @ Spurs – Jogo 2 – Magnifique, Parker! Magnifique!

96×102

Spurs lidera a série (2-0)

Em mais uma grande virada, O San Antonio Spurs ganha o segundo jogo da série e vai para os jogos em Phoenix em vantagem.

Com o AT & T Center totalmente lotado, O Spurs não começou bem pra cima do Suns, perdendo por 9-2 logo no começo. Esse cenário se manteve por um bom tempo, com boa atuação de Amare Stoudemire, acertando 5 de 7 arremessos e levando seu time a 26-12, enquanto que, no Spurs, apenas Tim Duncan e Tony Parker tinham pontuado nos nove primeiros minutos. No final, Manu acabou marcando 8 pontos em apenas três minutos. Amare já marcava 14, perto dos 70%  de acerto, liderando o Suns à vitória no quarto por 35-26.

O segundo período começou com Ginobili fazendo sete pontos seguidos, mas o Suns continuava bem no ataque. Faltando seis minutos, Brent Barry foi o primeiro fora do trio a marcar algum ponto, com uma cesta de três. Com cinco minutos por jogar, Horry voltou às quadras desde sua última aparição, em 21 de março. Ao término, o Suns continuava arrasador, com Stoudemire com 25 pontos, Shaq com 10 e Nash com 11, e com o time arremessando 63% da quadra, enquanto que, no Spurs, o trio estava comandando o ataque; fizeram, combinados, 51 pontos. O quarto terminou com vantagem para o Phoenix, por 61-54.

San Antonio Spurs forward Tim Duncan, right, pats teammate guard Tony Parker, of France, on the head during the fourth quarter in Game 2 of an NBA Western Conference playoff basketball series against the Phoenix Suns in San Antonio, Tuesday, April 22, 2008. San Antonio won 102-96. (AP Photo/Eric Gay)

Na volta do intervalo, o Suns teve um apagão. Com bom começo de Finley, marcando oito pontos, o San Antonio conseguiu virar a partida para 61-63. Ime Udoka fez seis pontos consecutivos, e o Suns fez apenas dois, com Nash, em nove minutos, o que permitiu uma grande liderança do Spurs, por 63-71. Logo, o time texano começou a caçar o Shaq em quadra, forçando faltas intencionais para levá-lo aos lances livres. Amare não conseguiu marcar nenhum ponto nesse quarto. O Spurs terminou na frente, pelo placar de 72-81.

Na parte derradeira da partida, o time de San Antonio continuou muito bem no ataque, ampliando a vantagem para 75-92. O Suns, que estava bem nos arremessos de quadra, foi para 45% na metade do último período. Kurt Thomas, com quatro minutos para jogar, foi excluído da partida por faltas. O time do Arizona ainda tentou uma recuperação, mas não conseguiu passar pela boa marcação do Spurs. A peleja acabou em 96-102.

Mais um grande confronto entre os dois times que acabou com a vitória do Spurs. Stoudemire marcou apenas 8 pontos na segunda metade da partida. Agora, as duas equipes farão dois jogos em Phoenix, onde há uma possibilidade do Spurs dar uma “varrida” no Suns. Antes de começar a partida, Manu Ginobili mostrou o prêmio de Sexto Homem à sua torcida, e D’Antoni brincou: “Acho que ele (Ginobili) deveria ser titular, assim o LB (Barbosa) poderia ganhar.” As duas equipes voltam a se enfrentar na Sexta-feira, dia 25 de abril, às 23:30, no US Airways Center.

Destaques da partida:

San Antonio Spurs

Tony Parker: 32 pontos, 7 assistências e 3 roubos de bola

Manu Ginobili: 29 pontos, 3 rebotes, 3 assistências

Tim Duncan: 18 pontos, 17 rebotes, 4 assistências e 3 bloqueios

Michael Finley: 8 pontos e 80% (4-5) nos arremessos de quadra

Phoenix Suns

Amare Stoudemire: 33 pontos, 7 rebotes e 3 bloqueios

Steve Nash: 23 pontos, 10 assistências e 66% (10-15) nos arremessos de quadra

Shaquille O’Neal: 19 pontos, 14 rebotes e 4 bloqueios

Leandro Barbosa: 4 rebotes, 3 assistências e 0% (0-7) nos arremessos de quadra