Arquivo diário: 14/04/2008

Novidades sobre Horry e Barry

Sobre os dois veteranos lesionados, Popovich reiterou que espera contar com Brent Barry em pelo menos uma das últimas duas partidas da temporada regular.

Contudo, Gregg está menos otimista sobre o retorno do ala-pivô Robert Horry, que não jogou as últimas 12 partidas com uma contusão no joelho esquerdo.

“Eu estou muito preocupado com Horry,” disse o técnico do Spurs. “Eu não quando nós estaremos prontos para ele voltar totalmente. O joelho dele vem incomodando-o bastante.”

Getty ImagesGetty Images

Entre em nossa comunidade no Orkut!

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES DO SPURS BRASIL DIRETO NO SEU E-MAIL! CLIQUE AQUI E CADASTRE-SE!

Artigo – Os aposentáveis

Com contratos expirantes e avançada idade, alguns jogadores da equipe do San Antonio Spurs têm uma situação que permite que se especule sobre sua aposentadoria. Analisarei a seguir a situação desses atletas para ver se os boatos são compatíveis.

O ala-pivô Robert Horry já tem sua retirada praticamente confirmada ao fim da temporada. Em sua carreira, ele tem médias de 24,5 minutos, 7 pontos e 4,8 rebotes por jogo, enquanto que, em 07-08, esses números caem para 13 minutos, 2,5 pontos e 2,4 rebotes por partida. Além disso, o jogador passou por alguns problemas de contusão nesse ano; recentemente, está no estaleiro por problemas médicos.

Para substituí-lo no garrafão, a equipe de San Antonio conta com duas jovem promessas. A primeira delas é o pivô Ian Mahinmi, de 21 anos, que, atuando nessa temporada na D-League, liga de desenvolvimento filiada à NBA, tem médias de 17,1 pontos e 8,2 rebotes por jogo. O jogador chegou a atuar em 6 jogos no começo da NBA nessa época, obtendo médias de 3,8 minutos, 3,5 pontos e 0,8 rebotes por partida. Outra opção é o brasileiro Tiago Splitter, que se juntará aos Spurs para a próxima temporada. Em sua última época atuando pelo time espanhol TAU Ceramica, o ala-pivô de 23 anos contribuiu em muito para sua equipe chegar ao final four da Euroliga de 07-08.

Brent Barry é outro que pode, em breve, parar de jogar. O ala armador atravessa uma tumultuada temporada, envolvido na polêmica troca com os Sonics e atualmente machucado. Em sua carreira, Barry atingiu médias de 26,7 minutos, 9,7 pontos e 3,3 assistências por partida; na época vigente, esses números caem para 18,7 minutos, 7,3 pontos e 1,8 passes decisivos. A queda não é tão expressiva como a de Horry, mas eu não me surpreenderia em ver o jogador aposentado ao fim da temporada.

Há quem diga que Barry poderia, ao parar de jogar, ter a companhia de seu colega de posição Michael Finley. O também ala armador marca no boxscore uma média de 16,7 pontos, 4,6 rebotes e 3,2 assistências por jogo em 35,8 minutos na carreira. Esse ano, mesmo com médias menores, de 26,7 minutos, 9,9 pontos, 3,2 rebotes e 1,4 assistências por partida, Finley é titular do San Antonio Spurs, e acho difícil que se aposente ao fim da época.

Em todo o caso, a diretoria do time texano já procura alternativas para o perímetro. Recentemente, o ala de 24 anos Bobby Jones foi contratado para um período de testes em San Antonio e, em 3 jogos, anotou 0,7 pontos, 0,7 rebotes e 0,7 roubadas de bola em 6,7 minutos por jogo. O ala armador de 27 anos, DerMarr Johnson, assinou há poucos dias em situação parecida, e, nos 4 jogos que disputou com os Spurs, apresentou médias de 4,5 minutos e 3,5 pontos. Temos também o armador Darius Washington, companheiro de equipe de Ian Mahinmi na D-League. O atleta, em 18 aparições na NBA pelo time de San Antonio, registrou 2,9 pontos, 1,1 rebotes e 0,8 assistências em 8,1 minutos em quadra.

Veremos como o time se comportará frente aos jogadores aposentados e se terá boa capacidade de renovação.

Notícia – DerMarr Johnson integrado

Desde o último dia 11, o ala-armador de 27 anos DerMarr Johnson faz parte do elenco do San Antonio Spurs. O jogador vinha atuando pelo Austin Toros, time da D-League filiado ao time texano, obtendo médias de 17,2  pontos, 4,6 rebotes e 1,8 pontos por jogo.

Pela NBA, Johnson também passou pelos Hawks, pelos Knicks e pelos Nuggets, obtendo, na liga, médias de 6,2 pontos e 2,2 rebotes em 17,3 minutos por jogo. Em 4 aparições pelo time de San Antonio, Johnson apresenta 3,5 pontos em 4,5 minutos por jogo.

Pré-jogo – Spurs @ Kings

Pré-Jogo – Spurs @ Kings

Local: ARCO Arena

Horário: 23:00 (Horário de Brasília)

Data: 14/04/2008

Situação do jogo

Um jogo com menos brilho do que o da tarde passada, a pesada derrota frente aos Lakers, porém com a mesma importância; as partidas dessa reta final significam muito em termos de classificação, pois um resultado pode fazer um time ascender ou decair várias posições. Os Spurs vêm motivados com a briga pelas primeiras posições da conferêcia, enquanto que os Kings já não aspiram nada nessa temporada. Até agora, o mando de campo vem sendo decisivo nos confrontos entre as duas equipes, uma má notícia para os visitantes de hoje.

Série na temporada (2-1)

02/11/2007 – Kings 80 @ 96 Spurs

Logo no começo da temporada, Parker (15 pts, 6 reb) e Duncan (15 pts, 10 reb) lideraram os Spurs em uma vitória facilitada após boa atuação do time no segundo quarto. Pelos visitantes, destaque para Martin (22 pts) e Salmons (14 pts, 9 reb).

26/11/2007 – Spurs 99 @ 112 Kings

Em seu primeiro jogo contra seu ex-clube, o armador do time de Sacramento, Udrih, liderou a vitória de sua equipe, definida nos dois quartos intermediários, com 27 pontos e 5 assistências. Pelo lado dos visitantes, a dupla de garrafão titular Duncan (15 pts, 5 reb) e Oberto (13 pts, 6 reb) teve boa atuação.

23/01/2008 – Kings 89 @ 102 Spurs

Vencendo todos os quartos, os Spurs não deixaram os visitantes Kings imporem seu ritmo no AT&T Center. Pelos mandantes, destaque para Duncan (21 pts, 13 reb) e Parker (19 pts, 7 ast). Pelo time de Sacramento, boas atuações de Artest (23 pts, 7 reb) e Martin (20 pts).

Fique de olho

Beno Udrih

www.nba.com

O ex jogador do San Antonio Spurs jogou apenas uma das três partidas diante da antiga equipe desta temporada, mas, nela, mostrou a que veio, com uma grande exibição. O jogador marca, em média 12,6 pontos por jogo e distribui 4,3 assistências por partida. Muitos não entendem porque o esloveno foi preterido e, Jacquie Vaughn, mantido no elenco; veremos se hoje ele fundamenta essa análise.