Arquivo diário: 06/04/2008

Spurs @ Blazers – Vaga garantida!

72×65

Num jogo bem feio no Rose Garden, os Spurs mostraram sua superioridade frente à equipe de Oregon, fazendo 3-0 na série entre os 2 times nessa temporada. Os Blazers são realmente eternos fregueses da equipe texana. Mesmo com a volta um tanto quanto inesperada de Brandon Roy à equipe, o time de Portland não fez muita frente aos Spurs. Desde o 1º período, os visitantes dominaram; com Aldridge apagado (contrariando a previsão de quem vos escreve nesse momento), e o restante da equipe acompanhando seu ritmo, os Spurs não tiveram dificuldades para fechar na frente por 17 x 13.

Na volta pro 2º período, o jogo continuou feio e com os ataques bem apagados. As defesas trabalhavam bem, e a vantagem se mantinha tranquilamente para a equipe visitante. Os destaques da partida eram Duncan, por San Antonio, e Outlaw, pelos donos da casa. No intervalo, o placar apontava 39 x 34 para os atuais campeões da NBA.

No retorno dos vestiários, a postura das 2 equipes foi parecida, e consequentemente o resultado se mantinha. San Antonio vencia um Portland desanimado e sem nenhuma aspiração na temporada. O 3º período solidificou a vantagem, que aumentou para 9 pontos, terminando em 61 x 52. Duncan dominava o garrafão e era uma estrela solitária, já que Manu Ginobili e Tony Parker não fizeram uma boa partida, terminando com 10 e 8 pontos respectivamente.

Com um jogo praticamente definido, as equipes conseguiram piorar ainda mais o nível do jogo no derradeiro quarto. Com ataques pífios e as defesas bem, a última parcial foi de 13 x 11 para a equipe da casa. Os Spurs apenas cadenciaram o jogo nos últimos 12 minutos, já que no Blazers só quem merecia algum destaque nesse momento era o allstar Brandon Roy, mas como uma andorinha não faz verão, a experiência dos campeões foi suficiente para manter vantagem até o fim. Numa NBA nos últimos jogos da temporada regular, e respirando a final da NCAA, Blazers e Spurs fizeram uma pontuação digna de basquete universitário, 72 x 65, num jogo pobre e bem feio para quem assistiu. Mas o que realmente valeu foi somar mais uma vitória na classificação da concorrida conferência Oeste, se classificar para os Playoffs e continuar tentando uma posição mais acima, já que qualquer derrota ou vitória podem significar muito.

Destaques

San Antonio Spurs

Tim Duncan: 27 pontos e 11 rebotes.

Manu Ginobili: 10 pontos e 6 assistências.

Portland Trail Blazers

Brandon Roy: 18 pontos, 4 rebotes e 4 assistências.

LaMarcus Aldridge: 12 pontos e 11 rebotes.

Anúncios