Arquivo diário: 23/03/2008

Notícia – Três pilares sustentam até que ponto?

A maré de azar do Spurs parece ter ido finalmente embora nessa tarde de Páscoa, após o time vencer seu grande rival Dallas Mavericks nos domínios adversários. Depois de mais essa vitória, o time de San Antonio soma três triunfos conscutivos, e parece se reestabelecer na conferência Oeste.

Mas reparem que nessa série de três jogos com resultado positivo nossa equipe não se destacou pelo lado coletivo nem pelo jogo em equipe, nossas marcas registradas. O que se destacou foi o trio de estrelas que possuímos. Não que esses três jogadores sejam pouca coisa, mas após esses jogos fica a dúvida: se Parker, Ginobili ou Duncan não estiverem bem ou até mesmo aptos a jogar nos playoffs, como ficará nossa situação?

Se as coisas caminharem como estão, é bom torcemos para que nenhuma lesão aconteça com esses três, nossos principais jogadores e fontes da maioria de nossos pontos, assistências, rebotes, lances decisivos e tudo mais que é tão presado no basquete. E nos últimos jogos os outros nove jogadores do elenco não foram de grande ajuda para o time, deixando toda a obra nas mãos de Tony, Tim e Manu. O detalhe é que para que possamos sonhar com o bi-campeonato, não podemos depender apenas (leia bem, apenas) deles, mas sim de um conjunto bem armado como sempre fomos. Ou seja, reservas e titulares que não são nossos pilares de sustentação por favor trabalhem para não deixar as esrtuturas ruírem! Nós agradecemos e muito!

Entre em nossa comunidade no Orkut!

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES DO SPURS BRASIL DIRETO NO SEU E-MAIL! CLIQUE AQUI E CADASTRE-SE!

Anúncios

Spurs @ Mavericks – Uma vitória fundamental

88×81

Um jogo muito importante foi disputado na tarde desse domingo em Dallas. Um confronto entre 2 times que buscavam subir na classificção da conferência Oeste, e que não vêm numa boa fase. Podemos dizer que foi um confronto sem favoritos e decidido nos últimos minutos.

Depois de ínicio morno, o time da casa conseguiu abrir uma vantagem considerável de 21 x 15, com uma boa atuação coletiva. Já nos Spurs, Ginobili começou novamente a partida no banco de reservas, com Finley em seu lugar no quinteto inicial. No 2º período, os Spurs equilibraram a partida, que continuava com as defesas se sobressaindo sobre os ataques. Tony Parker era o destaque, terminando o 1º tempo com 13 pontos, enquanto Tim Duncan tinha um péssimo desempenho com 4 pontos, e aproveitando 1 de 10 arremessos de quadra. Pelo Dallas, o time continuava sem um grande destaque individual, mas vale um destaque para Jason Terry, com 9 pontos, e perfeito nos arremessos de quadra. Intervalo de jogo, vantagem para os Mavs, 40 x 36.

No ínicio do 3º quarto, o veterano Jerry Stackhouse jogava muito, e com 2 bolas de 3 pontos, colocou em vantagem o time da casa por 10 pontos. Nesse momento, Stackhouse já tinha 15 pontos e era o cestinha da partida. Os arremessos nao caíam para a equipe visitante, e a diferença se mantinha em dígitos duplos. Ginobili então, finalmente, começava a aparecer pro jogo, e já liderava o time em pontuação, com 16 pontos, e com pouco menos de 6 minutos para o fim do 3º período, o placar era de 54 x 47 para os donos da casa. Mesmo diminuindo a diferença, San Antonio chutava muito mal, em torno de 28% de quadra, o que pode ser considerado um aproveitamento pífio para os padrões da NBA. Porém, em apenas 3 minutos, a virada aconteceu. Com Stackhouse no banco e Nowitzki contundido, rapidamente a equipe visitante tomou a frente no placar com 55 x 54, em bandeja de Tim Duncan. Nesse momento do jogo, os Spurs continuavam bem e conseguiam uma vantagem considerável. No fim do 3º período, 65 x 58 para San Antonio, 29 a 18 nessa parcial, e ótima atuação do argentino Manu Ginóbili.

No último quarto, o jogo era equlibrado, e a diferença ia se mantendo. Com 5 minutos para o fim do jogo, o placar apontava: Spurs 73 x 68 Mavs. Com um arremesso de 3 de Bowen, a diferença chegava a 8 pontos. Com 3 minutos para o fim, a vantagem se mantinha numa margem boa para os Spurs, 78 x 72. O jogo permanecia tenso e aberto. Faltando 2 minutos para o término, a equipe de casa pedia um tempo para oragnizar o time e tentar a virada. Daí pra frente, foi só cozinhar o jogo, e conseguir uma importantíssima vitória sobre um rival direto por vaga no playoffs por 88 x 81. 47-23, campanha igual a do Houston Rockets, e 5ª colocação no Oeste.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Manu Ginobili: 26 pontos, 8 rebotes, 6 assistências e 11-11 lances livres.

Tim Duncan: 19 pontos e 13 rebotes.

Dallas Mavericks

Jerry Stackhouse: 19 pontos e 4 rebotes.

Jason Terry: 17 pontos, 3 rebotes e 3 assistências.