Spurs 35 anos – Spurs @ Knicks, 1999

Nasci em 1990; na data de 25 de junho de 1999 tinha apenas 9 anos. Não vou dizer que naquele momento nasceu um torcedor apaixonado. Não, na época eu ainda estava aprendendo o que era ser torcedor de futebol, começando a ir em estádios lotados e ver meu time ser imbátivel dentro do futebol brasileiro. Eu não entendia nada de basquete, só sabia da existência de uns caras como Michael Jordan, Larry Bird e… David Robinson.

Eu gostava do Jordan por causa do Space Jam e não por seus feitos impressionantes em quadra. Gostava do Bird porque ele participava do Space Jam na hora em que Michael é absorvido por Pernalonga e cia…

Gostava de David Robinson graças àquele 25 de junho. Talvez tenha sido algo programado, que tivesse que acontecer. Nos horários da NBA eu costumava estar dormindo. Mas lembro bem que não peguei no sono naquela noite. Fui para a sala e liguei a TV. Admito que não lembro se o que passava naquele momento era o jogo em si ou apenas os melhores momentos em um programa do tipo do Sportscenter. Sei que bastaram duas ou três jogadas daquele monstro para eu começar a me interessar por basquete. Ora, o time era preto e branco como meu time no futebol, tinha acabado de ganhar um jogo (e eu nem sabia que era a final, vim a saber dias depois) e ainda tinha aquele cara, que só de olhar quem o marcava metia uma moral absurda. E ainda tinha junto dele aquele garoto, alto, desengonçado e que depois veio a ser meu maior ídolo no basquete. Sim, Tim Duncan…

Pois bem, repararam que eu não falei sobre um detalhe técnico do jogo? Porque eu não sei dizer sobre uma jogada ou um lance de efeito daquele dia. Sei dizer que fechou em 4×1 a série final dos playoffs da NBA que confrontou o Spurs das Torres Gêmeas com o Knicks de Patrick Ewing. Sei dizer que aquele dia despertou em mim um sentimento muito forte. Sentimento esse que passou a crescer de três ou quatro anos para cá, quando passei a compreender melhor o que se passava naquele campeonato.

De lá pra cá, assisti videos daquele jogo, jogadas daquele jogo, mas nada me tocou tanto quanto ver os melhores momentos (ou seria o jogo mesmo?) naquela madrugada. O placar hoje nem me interessa. Para os interesados, Spurs 78 @ 77 Knicks. Já se passaram quase nove anos. Hoje tenho orgulho em dizer que sou um Spurs. Obrigado David Robinson, obrigado Tim Duncan. Parabéns San Antonio Spurs, por seus gloriosos 35 anos jogados na maior liga de basquete do mundo. E que venham muito mais títulos para você, para nós.

Anúncios

Sobre Leonardo Sacco

É jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero. Cravou a opção pelo jornalismo no estouro do cronômetro, quando criou o Spurs Brasil em uma madrugada de domingo para segunda. Escreve para o Yahoo! Esportes e dá seus pitacos no @leosacco.

Publicado em 08/03/2008, em Spurs 35 anos. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s