Spurs @ Nets – Foi só cadenciar…

93 X 83

Mais uma vitória, mais um passo rumo à classificação. O Spurs foi até New Jersey e venceu os Nets por uma confortável diferença de 10 pontos. O placar final refletiu o que ocorreu durante todo o jogo; domínio texano e lampejos de reação dos Nets.

O primeiro quarto teve como destaque o ala-armador Manu Ginóbili, marcando 7 pontos, e Devin Harris, armador do Nets, que marcou 11 pontos, mais da metade do total marcado por sua equipe no 1º período de jogo. O ínicio de jogo mostrou que a vitória do Spurs viria se o time tivesse calma para superar uma equipe que ainda sente falta de seu recém trocado armador, Jason Kidd, que agora desfila sua categoria no Dallas Mavericks.

Mesmo com o “substituto” de Kidd bem, os Nets não ofereceram dificuldade. Como dito, houveram apenas alguns lampejos de reação do time de Vince Carter, como o ínicio do 2º período, onde os Nets emplacaram 5 pontos sem reação do Spurs, que logo em seguida devolveu fazendo 10 pontos contra apenas 2 do Nets. A partir daí foi só cadenciar o jogo e fazer com que o Nets caísse por sua própria fraqueza. Carter ainda tentou aparecer e marcou 7 pontos seguidos, mas seu time cometia turnovers absurdos e o Spurs foi para os vestiários liderando por 53 a 43.

A vantagem obtida no primeiro tempo do jogo não se alterou e o Spurs passou a cadenciar cada vez mais o jogo. Em um 3º período escasso de pontos, os Nets diminuíram a vantagem texana para 9 pontos e foram para o último período de jogo com a esperança de que uma improvável virada pudesse acontecer.

Mas não aconteceu. Contando com atuação de gala do armador francês Tony Parker, que fez sua melhor apresentação após seu retorno depois de passar diversos jogos fora para tratar de uma lesão no pé, o Spurs soube matar o Nets utilizando as fraquezas e saudades do adversário. Ao fim do jogo, restou ao Spurs recuperar a sua vantagem de 10 pontos e terminar o último quarto com um ponto de vantagem.

O jogo não foi um daqueles jogaços com emoção a flor da pele, mas serviu para obtermos nossa nona vitória seguida e embalarmos ainda mais rumo aos playoffs. Quanto ao Nets, Carter não tem condições de segurar esse time apenas com Jefferson ao seu lado. Bom para nós, que os enfrentaremos novamente em nosso próximo jogo, rumo as 10 vitórias seguidas!

Destaques da partida:

Tony Parker – 25 pontos, 8 rebotes e 7 assistências

Tim Duncan – 13 pontos e 14 rebotes

por Leonardo Sacco

Sobre Leonardo Sacco

É jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero. Cravou a opção pelo jornalismo no estouro do cronômetro, quando criou o Spurs Brasil em uma madrugada de domingo para segunda. Escreve para o Yahoo! Esportes e dá seus pitacos no @leosacco.

Publicado em 02/03/2008, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. mais um jogo que eu perdi… mais hoje eu vou assistir.. go spurs go ^^

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s