Spurs (24-33) vs Mavericks (36-23) – Retorno amargo

103×109

Depois de perder para o Oklahoma City Thunder, o San Antonio Spurs finalmente voltou ao AT&T Center com o fim da Rodeo Road Trip deste ano. Porém, mesmo diante da sua torcida, os alvinegros foram superados pela terceira vez na temporada pelo Dallas Mavericks, novamente por um placar apertado, que nessa quarta-feira (26) foi de apenas seis pontos de diferença. Confira, a seguir, os destaques do duelo:

Spurs perdeu a terceira seguida para o rival na temporada (Foto: Reprodução/twitter.com/dallasmavs)

Chance desperdiçada

O Spurs teve talvez a melhor chance do jogo. O duelo foi para o último quarto com o Mavericks vencendo por 88 a 69, mas o time visitante simplesmente teve um apagão no início da última parcial. A equipe de Dallas fez apenas um ponto nos primeiros seis minutos da etapa em questão, ameaçando seu recorde negativo de dois pontos marcados em um quarto em 1997. Uma bola de três pontos de Trey Lyles com 6:16 para o fim colocou o alvinegro à frente com 90 a 89, na primeira liderança da equipe mandante desde o primeiro minuto.

Mas as oportunidades de segurar o resultado correram pelos dedos. O Mavericks aplicou uma sequência de 18 a 7 nos quatro minutos seguintes e recuperou o controle do embate, impondo assim ao Spurs a sétima derrota nos últimos nove jogos. Luka Doncic e Kristaps Porzingis combinaram para 11 pontos, cinco assistências e dois rebotes nos seis minutos finais.

Mão torta

O Spurs teve aproveitamento de 29% dos arremessos de quadra no primeiro quarto e terminou três pontos abaixo de seu pior placar nas etapas de abertura desta temporada. O Mavericks levou a melhor nesse quesito e faturou a primeira parcial por 36 a 20. O resultado finai quebra o jejum que durava desde 29 de janeiro de 2017, a última vitória do time de Dallas em San Antonio.

Deixa o menino jogar

Depois de jogar limitados minutos no começo da temporada, Loonie Walker IV fez sua quarta partida como titular. Ele começou o duelo marcando Doncic, que se limitou a fazer apenas nove pontos no primeiro quarto.

“Ele está ganhando minutos e descobrindo as coisas. Ele está entendendo mais e mais o que precisa ser feito, sendo mais sólido mais do que tudo nas duas extremidades da quadra. Isso leva tempo, mas ele está na cola de um sr. Doncic esta noite. Todas essas são ótimas lições para ele”, elogiou Gregg Popovich.

Walker começou a partida no lugar de LaMarcus Aldridge, que não foi a combate devido a dores no ombro direito.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

DeMar DeRozan – 27 pontos, 9 assistências e 8 rebotes

Marco Belinelli – 14 pontos e 8 rebotes

Loonie Walker IV – 12 pontos, 3 rebotes e 3 tocos

Dallas Mavericks

Kristaps Porzingis – 28 pontos, 12 rebotes e 3 tocos

Luka Doncic – 26 pontos, 14 assistências e 10 rebotes

Tim Hardaway Jr. – 17 pontos

Dorian Finney-Smith – 14 pontos e 4 rebotes

Spurs (24-32) vs Mavericks (35-23) – Temporada Regular

San Antonio Spurs vs Dallas Mavericks – Temporada Regular

Data: 26/02/2020

Horário: 22h30 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Onde assistir: NBA League Pass

Chega de viagem! Viajando desde 1º de fevereiro, o San Antonio Spurs reencontra sua torcida na noite desta quarta-feira (26). A equipe de Gregg Popovich volta ao AT&T Center para encarar o Dallas Mavericks após o fim da Rodeo Road Trip deste ano, que rendeu duas vitórias e seis derrotas, sendo a última para o Oklahoma City Thunder. O fator casa é uma das principais apostas para o alvinegro conquistar vitórias rumo a mais uma vaga nos playoffs, mas o oponente da vez promete dar trabalho, visto os confrontos acirrados que aconteceram na temporada até então.

Confrontos na Temporada (0-2)

18/11/2019 – Spurs 117 @ 110 Mavericks

Deu Mavs no primeiro dos quatro encontros entre os rivais texanos previstos para esta temporada. DeMar DeRozan teve atuação de gala pelo Spurs com 36 pontos, oito rebotes e quatro assistências, mas viu Luka Doncic brilhar ainda mais para a equipe de Dallas com 42 pontos, 12 assistências e 11 rebotes.

26/12/2019 – Spurs 98 @ 102 Mavericks

Após vencer o Memphis Grizzlies, o Spurs acabou caindo para o Mavericks no dia posterior à rodada de Natal. DeMar DeRozan foi o destaque dos alvinegros com 21 pontos, cinco rebotes e quatro assistências, enquanto Luka Doncic foi o carrasco da noite com 24 pontos, dez rebotes e oito assistências.

PG – Dejounte Murray

SG – Bryn Forbes

SFDeMar DeRozan

PF – Trey Lyles

C – LaMarcus Aldridge

Fique de Olho – Apesar de ter feito sua pior partida nesta temporada em questão de pontuação na recente derrota para o Thunder, DeMar DeRozan tem o histórico de ser uma dor de cabeça para o Mavericks. Suas médias contra o adversário do Texas são de 28,5 pontos e quatro assistências por exibição com bom aproveitamento de 62,9% dos arremessos de quadra.

PGLuka Doncic

SG – Seth Curry

SF – Tim Hardaway Jr.

PF – Dorian Finney-Smith

C – Kristaps Porzingis

Fique de Olho – Toma lá, dá cá. Se por um lado DeRozan é dor de cabeça para o Mavs, Luka Doncic é o pesadelo do Spurs, sendo responsável direto pelas vitórias que a equipe de Dallas somou sobre o rival texano até agora. Contra os comandados de Gregg Popovich, suas médias são de 33 pontos e dez assistências por exibição, convertendo 31% das bolas de três e 46% dos arremessos de quadra que tenta.

103×131

Na noite desse domingo (23), enquanto muitos brasileiros curtiam o Carnaval, o San Antonio Spurs entrou em quadra fora de casa para terminar a Rodeo Road Trip e sofreu uma pesada derrota de 131 a 103 para o Oklahoma City Thunder. Assim, conclui a viagem com apenas duas vitórias em oito jogos. Vamos, a seguir, aos destaques da partida.

Aldridge não foi o bastante (Reprodução/nba.com/spurs)

Sem resposta

Durante o jogo, ficou claro que o grupo de apoio dos mandantes contribuiu muito mais, tanto na pontuação quanto no jogo coletivo. Apesar de contar com um Rudy Gay inspirado, o time de Gregg Popovich não foi páreo. O Spurs sofreu principalmente no garrafão, onde o Thunder marcou 20 dos seus primeiros 24 pontos no jogo.

No terceiro quarto, Pop tentou apostar no jogo a partir da linha três, porém, mas seus jogadores estavam em uma noite fria e converteram apenas 11 das 38 bolas tentadas do perímetro. Esse plano B foi influenciado também pela qualidade do principal armador do adversário. Chris Paul anulou o jovem DeJounte Murray e o forçou a realizar duas faltas em menos de dois minutos.

Chance para os garotos

Pop começou o jogo com seu tradicional quinteto titular, formado por Dejounte Murray, Bryn Forbes, DeMar DeRozan, Trey Lyles e LaMarcus Aldridge. Aos poucos, com o Thunder disparando, esvaziou o banco e utilizou todos os seus reservas. Assim, mandou à quadra Derrick White, Lonnie Walker, Rudy Gay, Jakob Poeltl, Marco Belinelli, Patty Mills e até os jovens Keldon Johnson e Chimezie Metu.

O Thunder teve como titulares Chris Paul, Shai Gilgeous-Alexander, Luguentz Dort, Danilo Gallinari e Steven Adams. Também utilizou Dennis Schroder, Abdel Nader, Nerlens Noel, Hamidou Diallo, Terrance Ferguson, Deonte Burton, Mike Muscala e Isaiah Roby.

Estatísticas do jogo

O Spurs acertou 36,9% dos seus arremessos de quadra (38-103), 28,9 das suas bolas de três (11-38) e 84,2% dos lances livres que cobrou. Marcou 42 pontos no garrafão e registrou ainda 43 rebotes, 27 assistências, cinco roubadas de bola e um toco. Desperdiçou a posse da bola nove vezes e cometeu 23 faltas.

O Thunder, por outro lado, acertou 57,5% dos arremessos de quadra que tentou (50-87), além de registrar aproveitamento de 45,5% nos arremessos de três pontos (10-22) e 87,5% dos lances livres. Marcou 74 pontos no garrafão e registrou ainda 54 rebotes, 28 assistências, sete roubadas de bola e sete tocos. Desperdiçou a posse da bola 12 vezes e cometeu 17 faltas.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Rudy Gay – 14 pontos e 6 rebotes

Marco Bellinelli – 13 pontos

DeMar DeRozan – 11 pontos, 5 rebotes e 3 assistências

Bryn Forbes – 10 pontos

Oklahoma City Thunder

Shai Gilgeous-Alexander – 22 pontos, 13 rebotes e 4 assistências

Steven Adams – 21 pontos e 14 rebotes

Luguentz Dort – 15 pontos e 3 roubos de bola

Dennis Schroder – 13 pontos, 6 assistências e 3 rebotes

Chris Paul – 12 pontos, 10 assistências e 9 rebotes

Danilo Gallinari – 12 pontos e 4 rebotes

Nerlens Noel – 10 pontos e 5 tocos

Abdel Nader – 10 pontos e 3 rebotes

Spurs (24-31) @ Jazz (36-19) – Folia do Dejounte

113×104

O Carnaval começou bem para o torcedor do San Antonio Spurs. Isso porque a franquia texana venceu o Utah Jazz por 113 a 104, nessa sexta-feira (21), na casa do adversário, graças principalmente à grande atuação do armador Dejounte Murray. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto.

Murray se destacou contra o Jazz (Reprodução/nba.com/jazz)

Estandarte

Seja porque recebeu mais liberdade ofensiva ou porque está mais confiante, Dejounte Murray se tornou a principal referência ofensiva do Spurs nos últimos jogos. Contra o Jazz, foram 23 pontos, que o transformaram em cestinha da partida, além de sete rebotes, quatro assistências e quatro roubadas de bola. Foi a segunda vez seguida que o jovem jogador superou a marca dos 20 pontos. Além disso, nos últimos quatro compromissos, o armador converteu 60% dos arremessos de quadra que tentou.

Ataque balanceado

Além de Murray, outros cinco jogadores passaram da marca dos dez pontos, o que ajudou o armador a ter mais espaço para operar. O Spurs acertou dez das vinte bolas de três pontos que arriscou e converteu 46% dos arremessos que tentou fora do garrafão. Destaque para DeMar DeRozan, com 18 pontos, sete assistências e cinco rebotes, LaMarcus Aldridge, com 15 pontos, oito rebotes e quatro assistências, e Patty Mills, com 15 pontos. O armador australiano converteu os sete lances livres que cobrou, estabelecendo um novo recorde pessoal na temporada.

Jogo de corridas

O Spurs começou o jogo quente e contou com uma corrida de 14 a 5 para abrir 24 a 15. O alvinegro converteu os seis primeiros arremessos de quadra que tentou no segundo período e fez 38 pontos na parcial, estabelecendo um novo recorde na temporada. Mas o Jazz respondeu guiado por Rudy Gobert e chegou a encostar, mas o time texano marcou 17 pontos seguidos no segundo tempo e enterrou qualquer chance de reação dos mandantes.

Sonho vivo

O Spurs é o atual décimo colocado na Conferência Oeste. Nessa sexta-feira, Memphis Grizzlies, oitavo e Portland TrailBlazers, nono tropeçaram. Os resultados deixaram o alvinegro a 3,5 jogos da zona de classificação para os playoffs. O sonho ainda está vivo?

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Dejounte Murray – 23 pontos, 7 rebotes, 4 assistências e 4 roubos de bola

DeMar DeRozan – 18 pontos, 7 assistências e 5 rebotes

LaMarcus Aldridge – 15 pontos, 8 rebotes e 4 assistências

Patty Mills – 15 pontos

Derrick White – 14 pontos, 3 rebotes e 2 roubos de bola

Bryn Forbes – 13 pontos, 5 rebotes e 2 roubos de bola

Utah Jazz

Rudy Gobert – 18 pontos e 14 rebotes

Emmanuel Mudiay – 18 pontos, 5 rebotes e 3 assistências

Bojan Bogdanovic – 15 pontos e 6 rebotes

Jordan Clarkson – 15 pontos e 3 assistências

Donovan Mitchell – 12 pontos e 4 assistências

Spurs (23-31) @ Utah Jazz (36-18) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Utah Jazz – Temporada Regular

Data: 21/02/2020

Horário: 23h00 (Horário de Brasília)

Local: Vivint Smart Home Arena

Onde assistir: NBA League Pass

Com apenas nove vitórias nos 28 jogos que fez fora de casa na temporada, o San Antonio Spurs volta às quadras após a pausa para o All-Star Weekend e dá sequência à Rodeo Road Trip em visita ao Utah Jazz. Enquanto o alvinegro vai para o jogo com força máxima, os donos da casa têm Mike Conley como baixa e Ed Davis como dúvida.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

Confrontos na temporada (1-0)

29/01/2020 – Spurs 127 x 120 Jazz

Depois de três derrotas consecutivas, o Spurs reagiu ao vencer o Jazz em partida disputada no AT&T Center. DeMar DeRozan, com 38 pontos, cinco assistências e cinco rebotes, foi o destaque do alvinegro na ocasião.

PG – Dejounte Murray

SG – Bryn Forbes

SF – DeMar DeRozan

PF – Trey Lyles

C – LaMarcus Aldridge

Fique de Olho – Depois de desfalcar o Spurs nos dois últimos compromissos da equipe por conta de dores nas costas, DeMar DeRozan volta como esperança de uma improvável arrancada rumo aos playoffs. Até aqui, na temporada, o jogador tem médias de 23 pontos, 5,7 rebotes e 5,2 assistências em 34,3 minutos por exibição.

PG – Donovan Mitchell

SG – Joe Ingles

SF – Bojan Bogdanovic

PF – Royce O’Neale

C – Rudy Gobert

Fique de Olho – A ausência de Conley aumenta a responsabilidade de Donovan Mitchell na criação de jogadas. Até aqui, na temporada, o jovem astro do Jazz tem médias de 24,3 pontos, 4,3 assistências e 4,3 rebotes em 34,4 minutos por exibição.