Spurs (9-14) vs Kings (8-13) – Nova vitória na prorrogação

105×104

Na noite dessa sexta-feira (6), o San Antonio Spurs recebeu o Sacramento Kings, e a sina da jornada anterior seguiu no AT&T Center: partida difícil, recuperação no quatro período e alívio na prorrogação. Foi assim no triunfo sobre o Houston Rockets e na vitória por 105 a 104 sobre os californianos. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto.

Belinelli fez cesta decisiva (Reprodução/nba.com/spurs)

O jogo

O cestinha do Spurs foi LaMarcus Aldridge, com 19 pontos, mas a estrela da partida foi DeMar DeRozan. O camisa #10 pontuou, deu assistências e participou bem ao longo dos 40 minutos em que esteve na quadra. Mais do que números, o ala-armador saiu do lugar comum: chutou da linha dos 3 e foi um líder para a equipe no momento em que ela mais precisou.

Gregg Popovich utilizou 11 jogadores ao longo da partida. Derrick White, Bryn Forbes e Rudy Gay completaram o quinteto titular ao lado de DeRozan e Aldridge. Do banco de reservas, saíram Dejounte Murray, Patty Mills, Lonnie Walker, Marco Belinelli, Trey Lyles e Jakob Poeltl.

A equipe de Sacramento, por sua vez, contou com três peças para pontuar em larga escala: Buddy Hield, Yogi Ferrell e a estrela do time, Harrison Barnes, que em 43 minutos produziu 21 pontos e dez assistências.

O momento chave do jogo aconteceu quando faltava 1:50 para o fim do jogo. O Spurs conseguiu apagar vantagem adversária de nove pontos e levou a bola para a prorrogação graças a arremesso convertido por Belinelli com somente quatro segundos pela frente. No tempo extra, a defesa agressiva do alvinegro ajudou a garantir o triunfo.

O que eles disseram

Após o jogo, DeRozan comemorou a vitória, mas alertou para os buracos em que o time tem caído na temporada.

“É definitivamente dramático, mas uma vitória é uma vitória. Acho que é a melhor maneira de entendermos como precisamos encerrar o jogo, que erros nos levam a um buraco em que temos que lutar tanto. Na maioria das vezes, desde que consigamos a vitória, isso é tudo que importa”, afirmou.

Popovich, por sua vez, exaltou a cesta decisiva de Belinelli e o tempo para treinar a equipe, que só volta à quadra na próxima quinta-feira (12) para receber o Cleveland Cavaliers.

“Eles executaram a jogada muito bem, e Belinelli ficou bem livre e a derrubou. Ele ama essas situações. Ele sempre gostou de toda a sua carreira, então fomos até ele e ele entregou. Vamos dar a eles mais alguns dias de folga, como fizemos antes deste jogo. Porque esses 34 dias, jogando todos os dias, foram realmente difíceis para eles. Esta é uma boa pausa para que possamos treinar nas segundas e terças-feiras e ter um bom trabalho e partir daí”, projetou.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

DeMar DeRozan – 25 pontos, 10 rebotes e 7 assistências

LaMarcus Aldridge – 19 pontos e 13 rebotes

Dejounte Murray – 14 pontos, 7 rebotes e 4 assistências

Patty Mills – 13 pontos e 5 assistências

Jacob Poltl – 13 pontos e 3 rebotes

Sacramento Kings

Buddy Hield – 23 pontos e 7 rebotes

Harrison Barnes – 21 pontos, 10 rebotes e 5 assistências

Yogi Ferrell – 17 pontos e 3 assistências

Richaun Holmes – 13 pontos e 14 rebotes

Spurs (8-14) vs Kings (8-12) – Temporada regular

San Antonio Spurs vs Sacramento Kings – Temporada regular

Data: 06/12/2019

Horário: 22h30 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Onde assistir: NBA League Pass

Vindo de um triunfo incrível sobre o Houston Rockets após duas prorrogações, o San Antonio Spurs volta ao AT&T Center para receber o Sacramento Kings.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

PG – Dejounte Murray

SG – Bryn Forbes

SF – DeMar DeRozan

PF – LaMarcus Aldridge

C – Jakob Poeltl

Fique de olho – Em meio a rumores de troca que citam interesse do Kings, Aldridge volta de lesão com muito a mostrar.

PG – Cory Joseph

SG – Buddy Hield

SF – Harrison Barnes

PF – Nemanja Bjelica

C – Richaun Holmes

Fique de olho – Recuperado de lesão, o ex-Spur Cory Joseph volta ao Kings em mais um retorno ao AT&T Center. O armador canadense defendeu a franquia texana entre 2011 e 2015 e fez parte do elenco campeão da NBA em 2014.

Spurs (8-14) vs Rockets (13-7) – Deixa o menino jogar

135×133

Depois de perder para o Detroit Pistons, o San Antonio Spurs recebeu o Houston Rockets na noite dessa terça-feira (3) e, após das longas prorrogações, venceu os rivais texanos por 135 a 133 em noite histórica para Lonnie Walker. Confira, a seguir, os destaques do confronto.

Loonie Walker IV e sua bola decisiva (Foto: Reprodução/San Antonio Instagram)

Dramático

Foram necessárias duas prorrogações, mas o Spurs venceu o Rockets em um jogo bastante significativo para o alvinegro, que pretende dar a volta por cima depois do lamentável mês de novembro. A reação começou quando James Harden, astro do rival, teve uma enterrada ignorada pela arbitragem depois que a bola entrou e saiu da cesta em jogada muito bizarra. Naquela altura, restava pouco menos de oito minutos para o fim do último quarto, e os visitantes lideravam por 102 a 89. Esse foi o lance simbólico da virada de chave na partida.

A partir deste ponto, Loonie Walker começou a escrever a história. O calouro liderou a equipe alvinegra em busca de uma reação que recuperou dez pontos de desvantagem, marcando seu recorde de pontos na carreira e convertido bolas de três pontos importantíssimas que levaram o jogo para a primeira prorrogação. Foram 18 pontos somente no último período, sendo oito consecutivos que decretaram o empate no tempo regulamentar.

No segundo tempo extra, Harden anotou seis pontos, incluindo uma bola aproveitando lance livre desperdiçado por Clint Capela, abrindo 131 a 128 no placar. Bryn Forbes empatou com uma bola de três pontos, e os times passaram a trocar lances livres. DeMar DeRozan, após causar a ejeção do Barba ao sofrer falta de ataque, teve aproveitamento de 3-4 dos lances livres nos últimos 30 segundos.

A força do grupo

O Spurs não contou com LaMarcus Aldridge, contundido, pelo segundo jogo consecutivo, mas mostrou independência da presença do ala-pivô. O time respondeu com um bom esforço coletivo para vencer o Rockets quatro dias depois de derrotar o Los Angeles Clippers também no AT&T Center.

“Este é um time que achamos que temos, nós apenas precisamos jogar assim constantemente e não não temos feito isso. Mas, por sorte, nós estamos começando a descobrir como fazer isso”, disse o técnico Gregg Popovich, após a partida.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Loonie Walker IV – 28 pontos, 4 rebotes e 3 roubos de bola

Bryn Fobres – 25 pontos e 4 assistências

DeMar DeRozan – 23 pontos, 9 assistências e 5 rebotes

Rudy Gay – 14 pontos e 5 rebotes

Derrick White – 12 pontos e 3 assistências

Houston Rockets

James Harden – 50 pontos, 9 rebotes, 6 assistências e 4 roubos de bola

Clint Capela – 22 pontos e 21 rebotes

Russell Westbrook – 19 pontos, 10 assistências e 10 rebotes

Austin Rivers – 19 pontos e 4 rebotes

Spurs (7-14) vs Rockets (13-6) – Temporada Regular

San Antonio Spurs vs Houston Rockets – Temporada Regular

Data: 03/12/2019

Horário: 22h30 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Onde assistir: NBA League Pass

Depois de perder para o Detroit Pistons, o San Antonio Spurs volta a entrar em quadra nesta terça-feira (3) para receber o Houston Rockets no AT&T Center. Esta é a primeira vez que os rivais texanos se enfrentam na temporada – que são previstos quatro encontros ao todo. Há quem acredite que a crise que assolou o time alvinegro em novembro está para passar, e encarar James Harden e companhia pode ser um bom teste para testar esse “poder de reação”.

PG – Derrick White

SG – Bryn Forbes

SF – DeMar DeRozan

PF – Rudy Gay

C – LaMarcus Aldridge

Fique de Olho – LaMarcus Aldridge ainda está listado como “questionável” para a partida contra o Rockets. Porém, caso entre em quadra, o ala-pivô tem boas chances de se destacar, já que todo o foco do time adversário está no jogo de perímetro. Clint Capela, que poderia ser um eventual rival no garrafão, também não está confirmado para o duelo.

PG – Russell Westbrook

SGJames Harden

SF – Ben McLemore

PF – PJ Tucker

C – Tyson Chandler

Fique de Olho – Contra o Pistons, o Spurs sofreu com as bolas de três do adversário. Foram 15 arremessos de longa distância convertidos pelo time de Detroit. Levando isso em consideração, nem é preciso dizer que existe um certo jogador barbudo do Rockets que merece atenção especial. Na última vez em que esteve em quadra, James Harden anotou nada menos que 60 pontos e oito assistências, liquidando o Atlanta Hawks.

Spurs (7-14) x Pistons (7-13) – Banho gelado

98×132

Dois dias depois de ameaçar engrenar ao fazer seu melhor jogo da temporada e bater o Los Angeles Clippers, o San Antonio Spurs viveu o outro lado da moeda. A equipe texana visitou o Detroit Pistons nesse domingo (1º) e, no que pode ser considerada sua pior exibição no campeonato, perdeu por 132 a 98 para um time que havia vencido apenas seis dos seus primeiros 19 compromissos. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto.

DeRozan foi o cestinha do Spurs (Reprodução/nba.com)

Impacto

Contra um time que usa Blake Griffin e Andre Drummond como titulares e teve Christian Wood saindo do banco para se destacar, LaMarcus Aldridge fez muita falta. O Pistons pegou 50 rebotes na partida, contra somente 31 do Spurs. O jogo serviu para mostrar que o camisa #12 é muito importante para o alvinegro, mesmo fazendo uma temporada até aqui abaixo da crítica ofensivamente.

Cadê a defesa?

Historicamente marca registrada dos times de Gregg Popovich, a defesa do Spurs deu mais uma mostra de que ainda não se encontrou na temporada. O alvinegro cedeu 15 cestas de três para o Pistons em 31 tentativas, e para piorar converteu somente sete das 26 bolas do tipo que arriscou. Cinco jogadores da equipe de Detroit chegaram aos dígitos duplos de pontuação, com os reservas marcando 75 pontos com assustador aproveitamento de 67% nos arremessos de quadra.

“Sim, estou decepcionado. Jogamos agressivamente no nosso último jogo contra o Clippers e tivemos energia e execução dos dois lados da quadra. Eles marcam 97 pontos, e hoje nós cedemos 132. Foi brutal. Foi mais uma daquelas noites em que cedemos bolas de três pontos e não convertemos nenhuma. Mas acho que eles fizeram tudo melhor do que a gente nessa noite”, disse Pop, após a derrota, a 11ª nos último 13 jogos do Spurs.

“Precisamos melhorar como equipe defensivamente e simplesmente trazer mais energia. Temos o talento, os jogadores e os treinadores, mas simplesmente não estamos entregando defensivamente”, concordou Lonnie Walker.

#FreeWalker

Por falar em Lonnie Walker, o segundanista foi uma das poucas partes boas do Spurs no jogo. Entrou apenas no segundo tempo, mas marcou 13 pontos em 16 minutos, convertendo seis dos 12 arremessos de quadra que tentou. O que mais o ala-armador precisa fazer para entrar na rotação?

Destaques da partida

San Antonio Spurs

DeMar DeRozan – 20 pontos e 4 rebotes

Lonnie Walker – 13 pontos

Rudy Gay – 12 pontos, 3 rebotes e 2 tocos

Detroit Pistons

Christian Wood – 28 pontos e 10 rebotes

Luke Kennard – 20 pontos, 4 rebotes e 3 assistências

Bruce Brown – 13 pontos, 7 rebotes e 3 assistências

Derrick Rose – 10 pontos, 10 assistências e 2 roubos de bola

Blake Griffin – 10 pontos e 6 assistências

Markieff Morris – 10 pontos e 4 rebotes