Arquivos do Blog

Spurs (43-16) vs Mavericks (36-25) – Parker volta com tudo

112×106

O San Antonio Spurs não teve dificuldades, neste domingo (9) para conseguir sua terceira vitória seguida na temporada sobre o Dallas Mavericks. Com seu Big Three reunido mais uma vez no AT&T Center, os donos da casa estiveram na frente do placar durante praticamente todo o jogo. Já são oito triunfos consecutivos sobre o rival. Nesta terça-feira, o alvinegro encara o Cleveland Cavaliers, enquanto os visitantes pegam o Denver Nuggets. Confira a seguir o que de importante aconteceu no duelo:

Tony Parker foi o principal jogador em quadra (D. Clarke Evans/NBAE/Getty Images)

Parker

Tony Parker ficou ausente durante seis jogos para descansar de uma fadiga física e mental. Não pareceu nem por um segundo que o francês estivesse fora de ritmo. Pelo contrário: logo no primeiro quarto, o camisa #9 anotou dez pontos. O armador demonstrou muita facilidade nas infiltrações e arremessos, convertendo dez das 15 bolas que arriscou. A missão mais difícil do dia para o astro pareceu ter sido convencer o técnico Gregg Popovich a deixá-lo jogar.

Duncan foi bem de novo (D. Clarke Evans/NBAE/Getty Images)

Time titular em quadra

O quinteto do Spurs considerado titular esteve reunido novamente. Aqueles cinco que chegaram às finais da NBA, lembra? Tony Parker, Danny Green, Kawhi Leonard, Tim Duncan e Tiago Splitter. Todos eles sofreram com contusões durante a temporada: uns, como Green, até chegaram a perder o posto no time que inicia o jogo. Mas, na noite deste domingo, todos estavam prontos e saudáveis. E apenas o ala-armador não conseguiu chegar a dois dígitos de pontuação.

Banco 

O banco que muitas vezes salva o Spurs não foi tão acionado. Apenas os dois principais jogadores do segundo time foram realmente importantes. Boris Diaw e Manu Ginobili carregaram os reservas. Os dois, juntos, fizeram 29 dos 41 pontos do banco. O argentino conseguiu uma ótima sequência de bolas de três no fim do terceiro quarto. O francês, por sua vez, fez seu primeiro duplo-duplo desde janeiro, com 14 pontos e dez rebotes.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 22 pontos e 7 assistências

Tim Duncan –  17 pontos e 9 rebotes

Kawhi Leonard – 16 pontos e 7 rebotes

Manu Ginobili – 15 pontos e 7 assistências

Boris Diaw – 14 pontos e 10 rebotes

Tiago Splitter – 11 pontos e 5 rebotes

Dallas Mavericks

Dirk Nowitzki – 22 pontos e 7 rebotes

Vince Carter – 21 pontos e 5 assistências

Monta Ellis – 17 pontos e 8 assistências

Spurs (42-16) vs Mavericks (36-24) – Temporada Regular

San Antonio Spurs vs Dallas Mavericks – Temporada Regular

Data: 02/03/2014

Horário: 21h00 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Cotação no Apostas Online: Spurs 1,43 (favorito) vs Mavs 2,84

Depois de duas vitórias seguidas em casa após o fim da Rodeo Road Trip, o San Antonio Spurs sedia mais um compromisso no AT&T Center. O adversário da vez é o rival texano Dallas Mavericks. Na temporada, o time de Gregg Popovich tem boa vantagem no confronto, com duas vitórias em duas partidas. Para o jogo desta segunda-feira, o alvinegro pode, enfim, contar com Tony Parker. O armador perdeu os últimos seis jogos, descansando devido a uma fadiga física e mental. De acordo com o próprio jogador, ele só precisa convencer o técnico de que está pronto para voltar à quadra. “Eu tenho treinado nos últimos dias. Sei como meu corpo vai responder. Eu espero que consiga convencê-lo”, disse o astro, ao site da NBA.

Confrontos na temporada (2-0)

26/12/2013 – Spurs 116 @ 107 Mavericks

Em seu segundo jogo em duas noites, o Spurs conseguiu uma importante vitória, fora de casa, contra o rival. O time esteve na frente no placar durante praticamente toda a partida, chegando a tomar um susto no final, mas teve calma para fechar o jogo e garantir o resultado. Vindo do banco, Danny Green se destacou com 22 pontos.

08/01/2014 – Spurs 112 vs 90 Mavs

Sem Ginobili em quadra, o Spurs conseguiu uma ótima vitória, contando com uma bela atuação de Tony Parker. Foram 25 pontos e sete assistências do armador francês no clássico texano.

PG – Tony Parker/Cory Joseph

SG – Danny Green

SF – Kahwi Leonard

PF – Tim Duncan

C – Tiago Splitter

Fique de Olho - Na ausência de Tony Parker, o Spurs conseguiu vencer cinco jogos e perdeu apenas um. Tim Duncan pode ser considerado o responsável por esses números. O ala-pivô Duncan foi o principal pontuador do time no último jogo, a vitória sobre o Charlotte Bobcats, com 17 pontos e 16 rebotes. 

PG – Jose Calderon

SG – Monta Ellis

SF – Shawn Marion

PF – Dirk Nowitzki

C – Samuel Dalembert

Fique de Olho - Mesmo tendo conseguido uma vantagem de 16 pontos sobre o Chicago Bulls, na sexta-feira, o Mavs conseguiu perder. O time anotou apenas 15 pontos no último quarto. O ala-armador Monta Ellis foi o melhor jogador da equipe, tendo marcado 20 pontos – ainda que só tenha convertido duas bolas em seis tentativas no período final.

Spurs (37-15) @ Celtics (19-34) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Boston Celtics – Temporada Regular

Data: 12/02/2014

Horário: 22h30 (Horário de Brasília)

Local: TD Garden

Cotação no Apostas Online: Spurs 1,63 (favorito) @ Celtics 2,29

Na terça-feira, o San Antonio Spurs perdeu pela 15ª vez na temporada, fora de casa, para o Detroit Pistons. Pouco mais de 24 horas depois, a equipe texana volta a entrar em quadra no jogo que marca a metade de sua Rodeo Road Trip. O alvinegro não contará com Tiago Splitter, com uma lesão no pé, e Tony Parker, que deve ser poupado pelo técnico Gregg Popovich. Além, é claro, dos jogadores que ainda se recuperam de lesões, como Kawhi Leonard e Manu Ginobili. Do outro lado, o time da casa vem de uma vitória sobre o Milwaukee Bucks. A equipe do armador Rajon Rondo, que deve retornar às quadras no duelo, só possui quatro vitórias a mais que o número de derrotas dos visitantes.

Confrontos na temporada (1-0)

20/11/2013 – Spurs 104 vs 93 Celtics

O Spurs chegou à sua oitava vitória seguida, contra o Boston Celtics, ainda no começo da atual temporada. O melhor jogador do time texano em quadra foi Tony Parker, com 19 pontos. 

Marco Belinelli

PG – Cory Joseph

SG – Marco Belinelli

SF – Danny Green

PF – Boris Diaw

C – Tim Duncan

Fique de Olho - Marco Belinelli já mostrou que pode ser um pontuador sólido. Na derrota de terça-feira, o italiano conseguiu anotar 20 pontos e liderar o Spurs. Nos últimos cinco jogos, sua média de pontos é de 14,8 por jogo. Nada mal, não é? 

PG – Rajon Rondo

SG - Avery Bradley

SF - Jeff Green

PF – Brandon Bass

CJared Sullinger

Fique de Olho - Na segunda-feira, foi anunciado que Jared Sullinger foi eleito o melhor jogador da semana da Conferência Leste pela primeira vez em sua carreira. Sullinger também já mostrou que pode se sair bem contra o Spurs, tendo sido o principal celta na derrota em novembro ao anotar 19 pontos e 17 rebotes.

Spurs (30-8) @ Pelicans (15-22) – Agora são 30

101×95

Jogando fora de casa, na segunda noite seguida e com baixas por contusão, o San Antonio Spurs deu um jeito de vencer o New Orleans Pelicans, nesta segunda-feira (13), e se tornou o primeiro time a conseguir 30 vitórias em toda NBA na temporada 2013/2014. Os visitantes ficaram boa parte do jogo atrás no placar, mas souberam crescer no momento decisivo para garantir a vitória. Na quarta-feira, ambos os times voltam a jogar: os texanos encaram o Utah Jazz, enquanto os mandantes terão o Houston Rockets pela frente.

Parker foi o cestinha do jogo com 27 pontos (Layne Murdoch/NBAE/Getty Images)

Manu

Com a contusão de Danny Green, que quebrou a mão esquerda e deve ficar um mês fora de combate, o Spurs resolveu trazer Manu Ginobili de volta, como previsto. Com um desconforto muscular na perna esquerda, o argentino estava sendo poupado dos últimos jogos. O ala-armador, no entanto, não voltou na sua função de sexto homem. O técnico Gregg Popovich o promoveu para o quinteto titular pela primeira vez na temporada.

A presença Ginobili no quinteto inicial pagou seu preço no segundo quarto. Normalmente, o camisa 20 comanda o segundo esquadrão do Spurs. Sem o argentino, formações com Belinelli, Joseph e Mills juntos tiveram dificuldades. Foi nessa altura que o Pelicans teve seu melhor momento e chegou a abrir 11 pontos de vantagem. Leonard, com dez pontos de seus 13 totais na parcial, ajudou a minimizar a diferença para apenas um ponto no intervalo.

Duncan foi excluído por faltas (Layne Murdoch/NBAE/Getty Images)

Sonolento

O Spurs teve aquele desempenho sonolento nos primeiros quartos. Só se mantendo próximo no placar. Apenas Tony Parker teve uma boa atuação na primeira metade do jogo. Na verdade, muito mais no primeiro quarto, quando marcou 11 pontos. Na terceira parcial, o time texano ligou o turbo e, no fim do período, passou a frente no placar. Tim Duncan, que ainda não fazia uma boa partida, marcou 11 pontos só nos 12 minutos que sucederam o intervalo. Falando nele….

Timmy

Gregg Popovich já devia estar calculando em que jogo iria sentar Duncan para descansar. Mas não acho que isso será mais necessário… O lendário ala-pivô só atuou durante 26 minutos no confronto contra o Pelicans. Isso porque, na metade do último quarto, Timmy atingiu o limite de seis faltas e foi tirado do duelo. Isso não acontecia com ele desde de 20 de janeiro de… 2010! Praticamente quatro anos sem ser excluído em compromissos da temporada regular.

Apesar do pouco tempo, o camisa #21 teve uma boa atuação. Marcou bem, apesar das faltas, o monstro Anthony Davis, além de ter contribuído com 18 pontos e nove rebotes. Ah, e ele descansou os cinco minutos finais da partida e ainda assim o Spurs conseguiu vencer. Como?

A resposta

A resposta para a vitória, mesmo sem Duncan, não é difícil. Parker foi o responsável. Com seis pontos no último quarto, sendo dois deles faltando 44 segundos e praticamente decidindo o jogo, o francês controlou as ações ofensivas. Belinelli e sua habilidade do perímetro também ajudaram. O italiano fez uma cesta praticamente do meio da quadra.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 27 pontos e 7 assistências

Tim Duncan –  18 pontos e 9 rebotes

Manu Ginobili – 14 pontos

Kawhi Leonard – 13 pontos e 6 rebotes

Marco Belinelli – 12 pontos

New Orleans Pelicans

Anthony Davis – 22 pontos e 11 rebotes

Brian Roberts – 19 pontos e 4 assistências

Eric Gordon – 12 pontos e 3 assistências

Austin Rivers – 11 pontos e 5 assistências

Spurs (29-8) @ Pelicans (15-21) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ New Orleans Pelicans – Temporada Regular

Data: 13/01/2014

Horário: 23h00 (Horário de Brasília)

Local: New Orleans Arena

Cotação no Apostas Online: Spurs 1,38 (favorito) @ Pelicans 3,09

O San Antonio Spurs entra em quadra nesta segunda-feira para enfrentar o New Orleans Pelicans, fora de casa, sem três dos seus principais jogadores. Como se já não bastassem as ausências por lesão de Tiago Splitter (ombro) e Manu Ginobili (desconforto muscular), Danny Green fraturou a mão esquerda e ficará fora por quatro semanas. Cory Joseph, que substituiu o camisa #4 após a lesão durante a vitória sobre o Minnesota Timberwolves, deve ganhar minutos. Vamos esperar também para ver se o retorno do astro argentino será adiantado para minimizar o estrago. Os donos da casa, por sua vez, também sofrem com visitas indesejadas ao departamento médico. Ryan Anderson, com hérnia de disco, Jrue Holiday, com problema na tíbia, e Tyreke Evans, com tornozelo torcido, devem ficar fora.

Confrontos na temporada (1-0)

25/11/2013 – Spurs 112 vs 93 Pelicans

Com bom jogo de Manu Ginobili, a equipe texana chegou à marca de 13 vitórias em 14 jogos, igualando o melhor inicio de temporada da história da franquia.

Boris Diaw

PG – Tony Parker

SG – Marco Belinelli

SF – Kawhi Leonard

PF – Boris Diaw

C – Tim Duncan

Fique de Olho - Quando Splitter se machucou, muitos temeram pelo futuro do garrafão do Spurs. Até agora, com Boris Diaw jogando na defesa em alto nível, a falta do pivô ainda não foi tão sentida. O francês teve atuações incríveis na marcação contra Dirk Nowitzki e Kevin Love. 

Anthony Davis

PG – Brian Roberts

SG - Eric Gordon

SF – Al-Farouq Aminu

PF - Anthony Davis

C – Jason Smith

Fique de Olho - O ala-pivô Anthony Davis tem jogado o seu melhor, mas, mesmo assim, o seu time não tem conseguido vencer com regularidade na temporada. Seus números impressionam. São 19,6 pontos, 10,3 rebotes e 3,1 tocos por jogo de média. No sábado, na derrota para o Dallas Mavericks, ele anotou 28 pontos e 14 rebotes. Vai dar trabalho!

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 42 outros seguidores