Arquivos do Blog

Spurs (62-20) vs Lakers (27-55) – Que venha o Mavericks!

100×113

Com a primeira colocação geral já garantida, o San Antonio Spurs entrou em quadra contra o Los Angeles Lakers, na noite desta quarta-feira, apenas para cumprir tabela e manter seus jogadores ativos para os playoffs. Com nenhum jogador passando de 26 minutos em quadra e Tim Duncan e Marco Belinelli poupados, o time de Gregg Popovich foi derrotado por 113 a 100. Agora, o Spurs terá pela frente o Dallas Mavericks, no domingo, pela primeira partida dos playoffs.

Splitter foi um dos principais jogadores do Spurs em quadra, com 12 pontos e oito rebotes |Fotos: NBAE/Getty Images

Sem preocupação com recorde

Gregg Popovich não está preocupado em bater recordes de temporada regular com esse time. Seu foco total são os playoffs. Tendo perdido os últimos dois jogos da temporada regular, em boa parte por ter poupado peças do elenco, o San Antonio fico um vitória atrás do seu recorde de vitórias na primeira fase, que é 63 jogos, alcançado na temporada 2005-2006. 

Jogo do Lakers 

Com 14 pontos, Leonard foi o cestinha do Spurs

Esse atual time de Lakers estava se despedindo do amarelo e roxo. É provável que poucos do elenco continuem na franquia. Por isso, vários jogadores estavam tentando se provar e conseguir um contrato – nem que seja me outra equipe – para a próxima temporada. O time angelino ficou na frente por praticamente todo o jogo. O Spurs até conseguiu empatar antes do intervalo em 51 a 51, mas na volta dos vestiários o Lakers teve uma sequência de 11 pontos contra apenas dois dos donos da casa. Kendall Marshall (15 pontos e 11 assistências) e Jordan Hill deram trabalho.

Outro jogo 

Mais importante que o jogo contra o Lakers era o confronto entre Memphis Grizzlies e Dallas Mavericks. O vencedor ficaria com o sétimo lugar e o derrotado com a tarefa de encontrar o Spurs na primeira rodada. O Memphis venceu na prorrogação por 106 a 105 e também não terá uma missão fácil na primeira rodada – encara o Thunder. Já o Dallas foi varrido pelo Spurs na temporada regular. Da última vez que os dois se encontraram nos playoffs, em 2010, o Spurs não teve dificuldade e venceu por 4 a 2. No ano anterior, em 2009, o time de San Antonio havia sido eliminado  por 4 a 1 pelo mesmo adversário.

 Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Tony Parker - 12 pontos e quatro assistências

Tiago Splitter – 12 pontos e 8 rebotes

Patty Mills – 12 pontos e 3 assistências

Kawhi Leonard – 14 pontos e 5 rebotes

Manu Ginobili - 10 pontos e 5 assistências

Austin Daye – 13 pontos

Los Angeles Lakers

Kendall Marshall – 15 pontos e 11 assistências

Jodie Meeks – 14 pontos e 3 assistências

Nick Young – 16 pontos e 6 rebotes

Wesley Johnson – 11 pontos e 11 rebotes

Ryan Kelly – 12 pontos e 8 rebotes

Jordan Hill – 18 pontos e 14 rebotes

Robert Sacre – 10 pontos e 3 rebotes

Jordan Farmar – 10 pontos e 6 assistências

Spurs (62-19) vs Lakers (26-55) – Temporada Regular

San Antonio Spurs vs Los Angeles Lakers – Temporada Regular

Data: 16/04/2014

Horário: 21h00 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Cotação no Apostas Online: Spurs 1,23 (favorito) @ Lakers 4,26

Na última partida da temporada regular de 2013/2014 da NBA, o San Antonio Spurs encara o Los Angeles Lakers tendo a possibilidade de varrer o adversário angelino neste campeonato. A equipe texana já garantiu o primeiro lugar geral da competição e pode preservar alguns jogadores se esse for o desejo do comandante Gregg Popovich. Danny Green, Kawhi Leonard e Tiago Splitter, integrantes quinteto inicial do time, assim como o armador reserva Patrick Mills, foram poupados da derrota para o Houston Rockets, na segunda-feira. O Big Three, por sua vez, também não entrou por muito tempo em quadra naquele compromisso. De acordo com Tony Parker, é provável que o mesmo se repita nesta quarta-feira. “Quinze ou vinte minutos para todo mundo e a certeza de que estejamos em forma para sábado ou domingo”, disse.

Confrontos na temporada (3-0)

01/11/2013 – Spurs 91 @ 85 Lakers

Sem Tim Duncan, o Spurs não teve muitas dificuldades para bater um Lakers, que estava sem seu astro Kobe Bryant. Destaque para os 24 pontos de Tony Parker e os 20 de Manu Ginobilli, melhores jogadores da equipe de San Antonio em quadra.

14/03/2014 – Spurs 119 x 85 Lakers

No segundo confronto entre as duas equipes, os texanos nem sequer precisaram de seus titulares por muito tempo em quadra para atropelar os angelinos. Tony Parker e Tim Duncan, por exemplo, atuaram por 14 e 15 minutos, respetivamente.

19/03/2014 – Spurs 125 @ 109 Lakers

O terceiro encontro entre as duas equipes foi bem equilibrado. Durante os três primeiros períodos, o texanos não conseguiram abrir no placar. Já no último quatro, os visitantes deslancharam, ficando com a vitória no Staples Center.

PG – Tony Parker

SG – Danny Green/Marco Belinelli

SF – Kawhi Leonard

PF – Tim Duncan

C - Tiago Splitter

Fique de Olho - É importante para o Spurs que Marco Belinelli chegue nos playoffs com a mão calibrada. No último jogo, contra o Rockets, o italiano foi o cestinha do time, com 17 pontos.

PG – Kendall Marshall

SG – Jodie Meeks/Nick Young

SF – Wesley Johnson

PF – Ryan Kelly

C – Jordan Hill

Fique de Olho - Na partida contra o Utah Jazz, na segunda-feira, Nick Young anotou 41 pontos pelo Lakers, ficando a apenas de seu recorde pessoal. Mas o ala-armador ainda precisa se provar no confronto com o Spurs, já que sua média na temporada é de apenas 8,6 pontos por exibição, com 33% de aproveitamento nos arremessos de quadra.

Spurs (56-16) @ Nuggets (32-41) – Só falta uma

133×102

Com o triunfo sobre o Denver Nuggers, na noite desta sexta-feira (28), por 133 a 102, o San Antonio Spurs alcançou sua 16ª vitória consecutiva na atual temporada regular. Com mais uma, o time texano iguala o recorde da história da franquia, alcançado em 1996. Na noite desde sábado, o alvinegro terá a chance de atingir a marca em casa, contra o New Orleans Pelicans. Veja como foi o tranquilo jogo contra a equipe do Colorado:

Belinelli foi o cestinha da partida com 27 pontos (NBAE/Getty Images)

It’s me, Marco!

Com a ausência de Danny Green, por contusão, Marco Belinelli foi promovido a titular do Spurs. A aposta acabou se provando acertada, já que o ala-armador foi o cestinha do jogo com 27 pontos. Só no primeiro quarto, o camisa 3 fez 14. No total, foram seis bolas de três pontos, igualando seu recorde pessoal da temporada. “Foi uma sensação boa, com certeza. Mas não só para mim, e, sim, para o time. Eles me passaram a bola quando eu estava livre. Como sempre, trabalho em equipe. Nós adoramos movimentar a bola”, disse o o italiano.

Recorde 

Leonard também fez um bom jogo (NBAE/Getty Images)

Os 133 contra o Nuggets representam o máximo de pontos que o Spurs fez em um jogo no campeonato. Faltando apenas um triunfo para igualar o recorde de sequência de vitórias, pode-se dizer que o time está muito próximo de seu pico de produtividade.

Atualmente, a equipe tem a melhor campanha da NBA, com três jogos de vantagem em relação ao Oklahoma City Thunder. Restam apenas nove compromissos na temporada – cinco deles fora de casa. A partida também representou um recorde pessoal para Tim Duncan, que atuou com o time preto e prata pela 1,246ª vez. O ala-pivô ultrapassou Kobe Bryant e agora é o quarto colocado na lista de jogadores que mais vestiram a mesma camisa pela NBA. O primeiro é John Stockton, com 1,504 jogos pelo Utah Jazz.

Atropelo 

A vitória do Spurs foi tão avassaladora que o último quarto foi jogado quase todo por reservas. Isso foi construído graças a um ótimo primeiro tempo.

O time tomou controle cedo e foi para os vestiários vencendo por 62 a 43. No restante do jogo, o Nuggets não conseguiu diminuir a diferença para menos de 18. Entre os bancos, a surra também foi grande. Comandados pelo armador australiano Patty Mills, com 16 pontos, os reservas anotaram 56, contra apenas 16 dos reservas dos mandantes.

Não está bem

Após ter feito apenas dez pontos em 37 minutos na vitória sobre o mesmo Denver Nuggets, na quarta-feira – último compromisso do time até então -, Tony Parker teve mais uma noite lenta. Foram somente quatro pontos em 17 minutos de apresentação. O francês acertou dois arremessos de quadra em nove tentativas. Já o brasileiro Tiago Splitter foi bem. Apesar de não ter conseguido um dois dígitos de pontuação, seus números foram marcantes: oito pontos, 12 rebotes e sete assistências, liderando o alvinegro nos dois últimos fundamentos.

 Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Marco Belinelli – 27 pontos

Tim Duncan - 20 pontos e 8 rebotes

Patty Mills – 16 pontos e 6 rebotes

Kawhi Leonard – 14 pontos e 6 assistências

Boris Diaw – 11 pontos e 6 rebotes

Austin Daye – 11 pontos

Denver Nuggets

Randy Foye – 20 pontos

Kenneth Faried – 18 pontos, 13 rebotes

Evan Fournier – 15 pontos e 5 rebotes

Ty Lawson – 13 pontos e 5 assistências

Spurs (55-16) @ Nuggets (32-40) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Denver Nuggets – Temporada Regular

Data: 28/03/2014

Horário: 22h00 (Horário de Brasília)

Local: Pepsi Center

Na TV: ESPN

Cotação no Apostas Online: Spurs 3,56 (favorito) @ Nuggets 1,30

Após conquistar a 15ª vitória seguida na atual temporada ao bater o Denver Nuggets, o San Antonio Spurs volta a enfrentar o adversário. Na quarta-feira, o time do Texas recebeu a visita da equipe do Colorado e venceu por 108 a 103, se aproximando do seu recorde de 1996 de 17 triunfos consecutivos.  O alvinegro chegou a liderar o placar por 24 pontos, mas permitiu ao oponente encostar no placar no segundo tempo e reduzir a diferença para somente quatro. Desta vez, os comandados de Gregg Popovich vão jogar como visitantes.

Confrontos na Temporada (2-0)

06/11/2013 – Spurs 102 vs 94 Nuggets

O Spurs saiu com a vitória fora de casa graças ao bom desempenho no último quarto. Tony Parker e Tim Duncan foram os destaques da equipe texana, com 24 pontos e seis assistências e 17 pontos, oito assistências e oito rebotes, respectivamente.

26/03/2014 – Spurs 108 vs 103 Nuggets

O Spurs chegou à 15ª vitória consecutiva na temporada, eliminando matematicamente os Nuggets dos playoffs de 2014 - o time havia ido à pós-temporada por dez anos seguidos. Tim Duncan teve uma incrível atuação, com 29 pontos, 13 rebotes e cinco assistências.

PG – Tony Parker

SG – Danny Green

SF – Kahwi Leonard

PF – Tim Duncan

C – Tiago Splitter

Fique de Olho -  Nos últimos cinco encontros com o Denver, Tim Duncan tem apresentado médias de 23,5 pontos, 11,2 rebotes e 3,4 tocos por exibição. Na quarta-feira, o ala-pivô terminou o jogo com assustadores 29 pontos, 13 rebotes e cinco assistências.

PG – Ty Lawson

SG – Randy Foye

SF – Quincy Miller

PF – Kenneth Faried

C – Timofey Mozgov

Fique de Olho - Kenneth Faried está com uma média de 21,3 pontos, 11,3 rebotes nos seus últimos quatro jogos em casa. O ala-pivô fez um duplo-duplo no último encontro com o Spurs, na quarta-feira, deixando o AT&T Center com 24 pontos e dez rebotes anotados.

Spurs (47-16) @ Bulls (35-29) – Primeiro tempo fulminante

104×96

Mesmo jogando fora de casa nesta terça-feira (11), o San Antonio Spurs atropelou o Chicago Bulls no primeiro tempo e abriu uma vantagem confortável, que durou até o fim. Foi a sétima vitória seguida dos comandados de Gregg Popovich, que agora terão o Portland TrailBlazers pela frente, nesta quarta. O próximo oponente do Bulls será o Rockers, na quinta.

Baynes, e não Duncan, contra Noah: reflexo do jogo (NBAE/Getty Images)

Vantagem

O Spurs construiu uma boa vantagem durantes o três primeiros quartos do jogo, chegando a liderar o placar por 32 pontos. Tony Parker, só no primeiro quarto, fez 16 pontos, tendo completado com apenas somente quatro no restante do duelo. O time texano manteve uma diferença de mais de 20 pontos ao fim de todos os três primeiros quartos. No último, já jogando com a equipe reserva, o Bulls conseguiu diminuir o estrago, mas nada que fizesse o técnico Gregg Popovich olhar para o banco e cogitar colocar algum titular em quadra.

Ginobili teve bela atuação de novo (NBAE/Getty Images)

Descanso

O bom de se conseguir uma vantagem tão grande durante uma partida é que os titulares ganham um descanso. Nenhum jogador do Spurs chegou a ficar em quadra mais do que 30 minutos. O tempo máximo, na verdade, foi de 28 minutos, de Kawhi Leonard. Tim Duncan ficou 27 minutos em quadra, enquanto Tony Parker esteve em atuação durante 24. Tiago Splitter e Danny Green, com 14 e nove minutos, respectivamente, mal atuaram e saíram zerados. Cinco jogadores do time texano terminaram o jogo com dois dígitos na pontuação.

Argentino 

Manu Ginobili teve mais uma atuação sólida. Se na vitória sobre o Orlando Magic o argentino havia contribuído com 24 pontos, dessa vez, em 20 minutos em quadra, o astro da equipe texana anotou 20 pontos, tendo acertado nove dos seus 11 arremessos de quadra. Da linha de três pontos, o ala-armador só errou um dos seus cinco arremessos arriscados.

 Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Manu Ginobili – 22 pontos

Tony Parker – 20 pontos e 9 assistências

Kawhi Leonard – 16 pontos e 9 rebotes

Marco Belinelli – 10 pontos e 4 rebotes

Patty Mills – 10 pontos e 3 assistências

Chicago Bulls

D.J. Augustin - 24 pontos e 4 assistências

Jimmy Butler – 23 pontos e 6 assistências

Joakim Noah – 13 pontos e 8 rebotes

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 42 outros seguidores