Spurs (2-5) @ Rockets (6-2) – Ainda devendo

assinatura SA Br''

87×96

O San Antonio Spurs foi derrotado pelo Houston Rockets por 96 a 87, em jogo realizado na noite desta sexta-feira (24) no Toyota Center, casa do adversário. Com o quinto revés em sete jogos, o atual campeão da NBA encerrou a sua participação na pré-temporada. Contrariando as prévias, os dois treinadores colocaram o que tinham de melhor em quadra e quem acabou decidindo, mais uma vez, foi James Harden. Vamos aos destaques da partida:

Mais uma vez, Harden decidiu a favor dos donos da casa (NBA/E Getty Images)

Big 3 em ação, pouca pontaria

Gregg Popovich contrariou quem esperava descanso para os velhinhos do Big Three, mantendo os três em quadra por mais de 25 minutos. Tim Duncan atuou por 26 e alcançou o double-double ao anotar 11 pontos e pegar dez ressaltos. Já Tony Parker passou perto da marca, com oito pontos e dez assistências. Entretanto, os dois terminaram com um baixo aproveitamento nos arremessos: 4-12 e 2-7, respectivamente. Manu Ginobili foi outro que amassou o aro, convertendo apenas dois arremessos de quadra. O argentino fechou o jogo com oito pontos, cinco assistências e quatro rebotes em 25 minutos.

Mas a falta de pontaria não afetou apenas os três. Com uma boa marcação, o time de Houston impôs aos visitantes um baixo aproveitamento de 40,6% nos arremessos (28/69). No fim do primeiro tempo, por exemplo, o Spurs desperdiçou seus últimos sete chutes, dando aos mandantes uma liderança folgada. Além disso, os turnovers foram outra vez uma pedra no sapato do alvinegro, que cometeu 13 só no primeiro tempo e 16 na partida inteira.

Parker fez só oito pontos (Reprodução/nba.com/spurs)

Esquentando

Indo de encontro a boa parte resto do time, Marco Belinelli e Danny Green estavam mais calibrados e foram os únicos, além de Duncan, que alcançaram dígitos duplos de pontuação. O italiano, que começou no time titular, foi o cestinha do time com 19 pontos, enquanto Green somou 14.

De novo ele

Carrasco do Spurs desde os tempos de Oklahoma City Thunder, James Harden voltou a fazer a diferença no jogo desta sexta-feira. Após terminar o primeiro tempo com apenas dois disparos convertidos em nove tentados, o “barba do capeta” acertou quase tudo que tentou e somou 20 pontos após voltar dos vestiários. Junto com o armador Isaiah Canaan, que trouxe 18 pontos do banco e anotou os últimos sete do duelo, Harden ajudou a brecar a reação da equipe de San Antonio, que chegou a diminuir a diferença para dois pontos no início do quarto derradeiro.

Falta de interesse?

Após a partida, Gregg Popovich reconheceu o mal desempenho da equipe e chegou a questionar o foco dos jogadores no duelo.

“Nossa apresentação foi muito pobre. Parecia que nós não estávamos muito interessados. Claro que (nesses jogos) olhamos para os jogadores visando o encaixe. Nós obviamente não queremos que eles joguem isso fora”, cutucou o comandante, à CBS.

Já o francês Tony Parker minimizou a derrota e o desempenho ruim nos amistoso.

“Foi a pré-temporada, isso não significa nada. Eu mal posso esperar até a temporada regular começar”, disse o armador francês, depois do confronto.

Foco na terça que vem

Com o elenco praticamente fechado com os jogadores que estiveram no título da última temporada – pouquíssimo provável que JaMychal Green, após outro jogo no garbage team, vença a concorrência de Aron Baynes e Jeff Ayres – o Spurs volta suas atenções para o início da temporada regular, que começa na próxima terça-feira, diante do rival Dallas Mavericks, no AT&T Center. Antes da partida, se dará a cerimônia de entrega dos anéis e o içamento do novo banner de campeão da temporada 2013/2014.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Marco Belinelli – 19 pontos

Danny Green – 14 pontos e 3 rebotes

Tim Duncan – 11 pontos, 10 rebotes e 2 tocos

Tony Parker – 8 pontos e 10 assistências e 4 rebotes

Manu Ginobili – 8 pontos, 5 assistências, 4 rebotes e 2 tocos.

Houston Rockets

James Harden – 25 pontos e 4 rebotes

Isaiah Canaan – 18 pontos e 5 rebotes

Terrence Jones – 11 pontos e 13 rebotes

Spurs (2-4) @ Rockets (5-2) – Pré-temporada

assinatura SA Br'

San Antonio Spurs @ Houston Rockets – Pré-temporada

Data: 24/10/14

Horário: 22h (horário de Brasília)

Local: Toyota Center, Houston, Texas

Cotação no Apostas Online: Spurs 2.23 @ Rockets 1.61 (favorito)

Nesta sexta-feira, o San Antonio Spurs cai na estrada para fazer seu último jogo na pré-temporada, contra o Houston Rockets, no Toyota Center. Após a derrota para o Atlanta Hawks, na quarta, o alvinegro tenta sua terceira vitória no período de preparação, no qual a equipe não vem conseguindo um bom desempenho. Mais uma vez, Gregg Popovich não contará com os lesionados Tiago Splitter (panturrilha) e Kawhi Leonard (olho), além de Patty Mills, que se recupera de cirurgia no ombro. Já Tim Duncan e Tony Parker não devem atuar por muitos minutos, dando a Cory Joseph e Aron Baynes mais uma chance para mostrarem serviço. Já o Houston Rockets, com novas caras após as saídas de Jeremy Lin e Chandler Parsons, vem se apresentando bem, com apenas duas derrotas. Porém, o time também virá desfalcado, sem o pivô Dwight Howard e o recém-chegado ala Trevor Ariza.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

PG – Tony Parker

SG – Marco Belinelli

SF – Danny Green

PF - Matt Bonner/JaMychal Green

C – Tim Duncan

Fique de olho - Após as dispensas de Bryce Cotton e Josh Davis, o ala-pivô JaMyChal Green terá a chance derradeira para mostrar serviço e tentar vencer a concorrência de Aron Baynes na disputa pela última vaga no elenco para a temporada regular. Na pré-temporada, o jogador apresenta médias de 6,4 pontos e 3,2 rebotes por confronto.

Kostas Papanikolaou

PG – Patrick Beverley

SG – James Harden

SF – Kostas Papanikolaos

PF – Tarik Black

C – Terrence Jones

Fique de olho - Promessa do basquetebol grego, o calouro Kostas Papanikolaos terá mais uma oportunidade de mostrar que tem futuro na NBA. Escolha de segunda rodada do draft de 2012 pelo New York Knicks, o jogador, que brilhou no basquete europeu, jogando por Olympiacos e Barcelona, assinou com o Rockets para a temporada 2014/2015 da NBA. Durante o período de preparação, o jogador vem atuando pouco mais de 25 minutos por embate e registra médias de 7,4 pontos, 2,6 rebotes e 2,2 assistências por confronto.

Spurs dispensa Cotton e Davis

Nesta quinta-feira (23), o San Antonio Spurs anunciou a dispensa de dois jogadores: o armador Bryce Cotton e o ala-pivô Josh Davis. O elenco da franquia texana conta agora com 16 atletas, um a mais do que o permitido pela NBA durante a temporada regular.

Cotton não faz mais parte do elenco do Spurs (Reprodução/airalamo.com)

Cotton participou de cinco das seis partidas que o Spurs disputou nesta pré-temporada, apresentando médias de 4,8 pontos e 1,4 assistências em 11,3 minutos por exibição. Davis, por sua vez, entrou em quadra três vezes nesta fase de preparação, obtendo, em média, 1,3 pontos e dois rebotes em seis minutos por jogo antes de ser cortado pela equipe texana.

Como uma franquia da D-League tem prioridade para assinar com os três últimos cortes feitos por sua afiliada da NBA, o Austin Spurs, antigo Austin Toros, deve ser o destino de Cotton e Davis caso eles não recebam propostas do basquete europeu.

Richards é dispensado após atrito com técnico

De acordo com reportagem do site americano Project Spurs, Ryan Richards não faz mais parte do elenco do BC Zepter Vienna, da Áustria, após entrar em conflito com seu técnico. O ala-pivô britânico, de 23 anos de idade e 2,13m de altura, foi selecionado pelo San Antonio Spurs na 49ª escolha do Draft de 2010 e, desde então, tem seus direitos presos à franquia texana.

Richards em ação pelo BC Zepter Vienna (Michael Filippovits/DIENER)

“Decidi encerrar o contrato de Ryan Richards por diferenças esportivas. O time vem em primeiro lugar. Ryan é um jogador de grande potencial, e eu o desejo sorte em seu futuro”, disse o treinador Andrea Maghelli, em entrevista ao site oficial do clube.

Neste ano, Richards esteve com o elenco do Spurs para a Summer League de Las Vegas, mas não chegou a entrar em quadra. Depois, nos cinco jogos que fez no início da temporada antes de ser dispensado pela equipe austríaca, apresentou médias de 20,2 pontos (51,7% FG, 29,2% 3 PT, 69,6% FT) e 6,8 rebotes em 31,6 minutos por exibição.

GM’s apontam o Spurs como favorito ao título

Nesta quarta-feira (22), a NBA publicou, em seu site oficial, os resultados da GM Survey, a tradicional pesquisa anual em que cada General Manager dá seus palpites para a temporada que está prestes a começar. Neste ano, o San Antonio Spurs foi apontado como favorito para sagrar-se campeão da NBA novamente em 2014/2015.

Campeões de novo? (NBAE/Getty Images)

A equipe texana foi apontada como a futura campeã da Divisão Sudoeste por 96,4% dos eleitores, da Conferência Oeste por 55,6% e da NBA por 46,2%. A final seria disputada contra o Cleveland Cavaliers, que teve a preferência de 70,4% na Conferência Leste. Além disso, o time foi eleito o terceiro mais divertido para se assistir, atrás de Golden State Warriors e Los Angeles Clippers, e recebeu votos entre as melhores defesas e os mandantes mais perigosos.

Jogadores do Spurs também foram lembrados pelos GMs. Tony Parker terminou a pesquisa como o segundo melhor jogador não-americano da NBA, atrás de Dirk Nowitziki, e como o terceiro melhor armador do campeonato, atrás de Chris Paul e Russell Westbrook. Tim Duncan foi eleito o melhor líder e o quarto melhor pivô da liga. Kawhi Leonard ficou em segundo entre os melhores defensores de perímetro. Por fim, Kyle Anderson, novidade do elenco da franquia alvinegra, foi eleito a terceira maior steal do Draft de 2014.

Além disso, Tony Parker recebeu votos entre os jogadores mais perigosos no contra-ataque e entre os melhores finalizadores perto do aro, Manu Ginobili recebeu votos entre os que melhor se movimentam sem a bola, Kawhi Leonard recebeu votos entre os melhores defensores no geral e entre os jogadores que devem subir consideravelmente de nível durante a temporada e Tim Duncan recebeu votos entre os melhores alas-pivôs da NBA.

Algumas categorias tiveram mais de um jogador do Spurs entre os eleitos. Boris Diaw foi escolhido o melhor role player da liga, Kawhi Leonard e Manu Ginobili ficaram empatados em terceiro e Danny Green também recebeu votos. Tim Duncan ficou em terceiro entre os mais inteligentes, em categoria em que Manu Ginobili e Boris Diaw tamvém receberam votos. Por fim, Manu Ginobili e Tim Duncan receberam votos entre os “mais durões”.

Mas é fora da quadra que o Spurs parece ter mais prestígio. Gregg Popovich foi eleito o melhor técnico, o melhor gerente e motivador de pessoas, o melhor nos ajustes dentro de um jogo e o comandante do melhor ataque, além de ficar em segundo entre as melhores defesas. Além disso, Ettore Messina foi eleito o terceiro melhor assistente, e Jim Boylen também recebeu votos na categoria. Ainda nesta categoria, Manu Ginobili recebeu votos entre os jogadores que têm potencial para virarem bons treinadores.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 47 outros seguidores