Arquivo do autor:Vinicius Nordi Esperança

Spurs (6-4) vs Sixers (0-10) – The Red Mamba

100×75

Senhoras e senhoras, uma apresentação mágica aconteceu nesta segunda-feira (17) no AT&T Center. Encarnando o grande Brian Scalabrine, ex-jogador de apresentações espetaculares, o mais carismático ala-pivô do San Antonio Spurs, Matt Bonner, teve uma noite especial. Sendo o principal pontuador dos texanos, liderou o time a uma vitória tranquila por 100 a 75 sobre o Philadelphia 76ers. Vamos as destaques do confronto:

'Red Mamba' desfilando toda sua categoria

‘Red Mamba’ desfilando toda sua categoria (Reprodução/nba.com/spurs)

Brincadeiras à parte…

Matt Bonner teve uma partida não tão comum assim. Titular por conta da ausência de Tiago Splitter, o veterano teve aproveitamento de 70% em seus arremessos (7-10), conertendo quatro bolas do perímetro, e liderou a partida em pontos. Além disso, o Red Rocket distribuiu três assistências, sendo o terceiro melhor nesse quesito da equipe texana.

Joseph vem dando conta do recado (Reprodução/nba.com/spurs)

Descanso merecido

Após uma bateria de partidas fora de casa, o treinador Gregg Popovich pôde, enfim, descansar seus principais atletas. Nenhum dos pertencentes do Big 4 do Spurs (Manu Ginobili, Tony Parker, Tim Duncan e Kawhi Leonard) atuou mais que 20 minutos. Além disso, atletas que não vêm atuando tanto, como Jeff Ayres e Kyle Anderson, ficaram mais tempo em quadra, ganhando mais ritmo de jogo.

Mostrando serviço

Antes do início do campeonato, havia certa desconfiança sobre quanto Cory Joseph poderia ajudar a equipe. Passados dez jogos, o armador vem mostrando maior maturidade, representando bem o machucado Patty Mills. O australiano, que foi importante peça para o título texano na temporada passada, obteve médias de 10,2 pontos, 2,1 rebotes, 1,8 assistências e 46.4% de arremessos certos, com 18,9 minutos por jogo na fase regular passada.

Até agora, nas dez partidas em que atuou, o canadense, por sua vez, tem médias de 8,4 pontos, 2,2 rebotes, 1,9 assistências e 49,2% nos arremessos, com 18,5 minutos por jogo.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Matt Bonner – 18 pontos e 3 assistências

Cory Joseph – 14 pontos e 5 rebotes

Aron Baynes – 12 pontos e 9 rebotes

Danny Green – 11 pontos e 4 assistências

Tim Duncan – 10 pontos e 9 rebotes

Philadelphia Sixers

Michael Carter-Williams – 16 pontos, 5 rebotes e 4 assistências

Luc Mbah a Moute – 13 pontos e 4 rebotes

Henry Sims – 9 pontos e 8 rebotes

Spurs (5-4) vs Sixers (0-9) – Temporada regular

San Antonio Spurs vs Philadelphia 76ers – Temporada regular

Data: 17/11/2014

Horário: 23h30 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center, San Antonio, Texas

Enfim em casa! Após quatro partidas longe do AT&T Center, enfrentando as equipes californianas Los Angeles Clippers, Golden State Warriors, Los Angeles Lakers e Sacramento Kings, o San Antononio Spurs, que conseguiu três vitórias e um derrota nesses confrontos, volta aos seus domínios para enfrentar a, infelizmente, pior equipe da temporada, o Philadelphia Sixers. Vivendo mais um ano de reformulação, a equipe da Pensilvânia deve ser presa fácil para os comandados de Gregg Popovich.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

PG – Tony Parker

SG – Danny Green

SF – Kawhi Leonard

PF – Matt Bonner

C – Tim Duncan

Fique de Olho: Danny Green não vem bem no começo de temporada. Com apenas 31% de acertos dos arremessos da linhas dos três pontos em nove jogos, contra média de 41% na carreira, o ala-armador, que tem como uma das principais características ofensivas os tiros do perímetro, não deve estar satisfeito. Nada melhor como uma equipe de marcação frágil para afiar sua pontaria e voltar a ter confiança nas bolas de longa distância.

PG – Tony Wroten/Michael Carter Williams

SG – Hollis Thompson

SF – Luc Mbah A Moute

PF – Brandon Davies

C – Henry Sims

Fique de Olho: Após sete meses afastado das quadras por conta de uma lesão, o melhor novato da temporada da temporada passada, Michael Carter Williams, mal voltou e já mostrou do que é capaz. Após anotar 19 pontos, oito rebotes e cinco assistências contra o Dallas Mavericks, em sua primeira partida na temporada, o armador quase conseguiu levar sua equipe à vitória contra o poderoso Houston Rockets. Futuro da franquia, o jovem astro pode desequilibrar novamente e dificultar em muito a partida se não for bem marcado.

Spurs (1-1) vs Suns (2-0) – Uma noite não feliz

89×94

O San Antonio Spurs enfrentou, na noite desta sexta-feira (31), a equipe do Phoenix Suns, em Arizona, e foi derrotado. Contra uma equipe muito rápida e habilidosa, que executa o small ball com precisão, os comandados do treinador Gregg Popovich não foram páreo para o adversário. Vamos, a seguir, aos principais pontos do confronto:

Spurs, de Diaw, acabou derrotado (Reprodução/nba.com/spurs)

MVP de volta

Se há algo para comemorar desse jogo é a volta de Kawhi Leonard as quadras. Após sofrer com uma infecção no olho direito, que o tirou das últimas partidas da pré-temporada, e da primeira da temporada regular, o MVP das finais de 2013/2014 voltou ao combate. Atuando por apenas 23 minutos, coletou oito rebotes e anotou seis pontos.

Jogo marcou a volta de Leonard (Reprodução/nba.com/spurs)

O jogo em si

O time do Arizona tem três ótimos armadores, e todos estavam em quadra ao final da partida, quando o Suns decretou sua vitória sobre os rivais. Em partida decidida somente no fim do último quarto, pesou em favor dos donos da casa seu time extremamente jovem e veloz. Até mesmo o garrafão, que seria a principal arma dos texanos com Tim Duncan e Boris Diaw, não foi tão melhor quanto o do adversário, com Markieff Morris. Os turnovers foram cruciais – a equipe de San Antonio cometeu quinze, contra sete do time de Phoenix, sendo o último, do ala-pivô francês, faltando seis segundos para o fim da partida, com os visitantes atrás do marcador por três pontos.

Lógica do bem

O Spurs perdeu logo no segundo jogo do campeonato, motivo óbvio para que os torcedores do time fiquem preocupados. Porém, se levarmos em conta as últimas duas temporadas, os dois primeiros duelos dos texanos foram exatamente com vitória e derrota.

Além disso, nas duas últimas campanhas, foram duas finais de NBA e um título. Vamos esperar que a derrota seja um indício de que o time vai para a decisão em 2015!

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 19 pontos e 6 assistências

Tim Duncan – 16 pontos e 9 rebotes

Boris Diaw – 13 pontos e 6 rebotes

Phoenix Suns

Isaiah Thomas – 23 pontos e 4 assistências

Markieff Morris – 20 pontos e 11 rebotes

Eric Bledsoe – 12 pontos e 9 rebotes

Alex Len – 10 pontos e 11 rebotes

Gerald Green – 10 pontos e 5 rebotes

Goran Dragic – 10 pontos

Spurs (1-0) @ Suns (1-0) – Temporada regular

San Antonio Spurs @ Phoenix Suns – Temporada regular

Data: 01/11/2014

Horário: 00h00 (Horário de Brasília)

Local: US Airways Center, Phoenix, Arizona

Cotação no Apostas Online: Spurs 1,83 (favorito) @ Suns 1,99

Foi dada a largada para temporada regular da NBA. Em sua primeira partida, o San Antonio Spurs realizou contra o eterno rival texano, o Dallas Mavericks, uma partida digna de playoffs. Com o jogo resolvido no último minuto, o alvinegro saiu com a vitória por apenas um ponto. Contra o também rival Phoenix Suns, não deve ser diferente. Armado com jogadores rápidos e habilidosos, que executam muito bem o small-ball, o time da casa pode complicar e muito a vida de Tim Duncan e companhia. Kawhi Leonard deve voltar neste confronto.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

PG – Tony Parker

SG – Danny Green

SF – Kawhi Leonard

PF – Matt Bonner

C – Tim Duncan

Fique de Olho: Uma das fraquezas do time do Arizona é seu garrafão. A falta de bons jogadores nessa área pode pesar em favor da equipe de San Antonio durante o confronto. Tim Duncan será o responsável por garantir muitos pontos e rebotes dentro da área pintada contra o rival. Vindo de um bom jogo Diante do Mavericks, já conseguindo um double-double, The Big Fundamental tem tudo para ser o principal jogador da equipe na partida.

PG – Goran Dragic/Isaiah Thomas

SG – Eric Bledsoe

SF – Marcus Morris

PF – Markieff Moris

C – Miles Plumlee

Fique de Olho: Reforço da equipe do Arizona, Isaiah Thomas, que no Sacramento Kings já mostrava potencial, com médias de 20,3 pontos, 6,3 assistências e 1,3 roubos de bola, em 34.7 minutos por jogo, deixou claro que não vai aceitar facilmente a reserva de Goran Dragic e Eric Bledsoe. Anotando 23 pontos na vitória do Suns sobre o Los Angeles Lakers, quer cavar sua vaga no time titular, e nada melhor do que uma ótima partida contra o Spurs para isso.

Spurs (2-3) vs Kings (2-4) – Novato aparecendo

106×99

O San Antonio Spurs enfrentou, nesta segunda-feira (20), a equipe do Sacramento Kings, no Texas, e saiu vitorioso. Com bela atuação do novato Kyle Anderson, o time quebrou a sequencia de duas derrotas seguidas. Vamos aos destaques da partida:

Ettore Messina auxiliando Gregg Popovich na conversa com os jogadores (Reprodução/nba/spurs)

Ettore Messina auxiliando Gregg Popovich na conversa com os jogadores (Reprodução/nba/spurs)

Calouro se destacando

Novamente, Kyle Anderson apresentou um bom jogo. Na partida desta segunda, o ala foi o principal atleta da equipe texana. Mostrando muitos recursos, distribuiu bons passes, pegou rebotes e conseguiu defender bem, além de fazer pontos, e mostrou que o trabalho de Gregg Popovich e sua comissão técnica em cima do novato vem trazendo resultados.

Titulares fora, novos nomes dentro

Kyle Anderson fez novamente boa partida (Reprodução/nba.com/spurs)

Sem as presenças de Tiago Splitter, lesionado, e Kawhi Leonard, com uma infecção no olho, além de Tim Duncan, poupado, e Danny Green, que jogou somente dez minutos, a equipe de San Antonio teve somente Tony Parker atuando durante um bom tempo do jogo. Isso possibilitou que jogadores menos utilizados, como Bryce Cotton, Austin Daye, Jeff Ayres e JaMychal Green, tivessem oportunidade de apresentar seu jogo, com tempo suficiente para o segundo e o terceiro mostrarem serviço.

Novos antigos jogadores

Como dito acima, Austin Daye e Jeff Ayres, que foram “veteranos” durante a Summer League, tiveram mais tempo em quadra contra os Kings e mostraram serviço. O primeiro, além de anotar 13 pontos e conseguir oito rebotes, ainda distribuiu duas assistências e dois tocos em pouco mais de 22 minutos. Por outro lado, o segundo, em 23 minutos, conseguiu 15 pontos, seis rebotes, duas assistências, dois roubos de bola e um toco.

Totais coadjuvantes no título da temporada passada, o ala-pivô e o pivô tentam mostrar que têm capacidade de contribuir mais para a equipe.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Jeff Ayres – 15 pontos e 6 rebotes

Kyle Anderson – 14 pontos, 5 rebotes, 2 assistências, 3 roubos de bola e 1 toco

Marco Belinelli – 14 pontos

Austin Daye – 13 pontos e 8 rebotes

Sacramento Kings

DeMarcus Cousins – 32 pontos, 11 rebotes, 4 assistências, 2 roubos de bola e 1 toco

Rudy Gay – 18 pontos e 7 rebotes

Carl Landry – 15 pontos e 7 rebotes

Darren Collison – 14 pontos, 5 rebotes e 6 assistências

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 50 outros seguidores