Arquivo do autor:Leonardo Sacco

Spurs (7-4) @ Cavaliers (5-5) – Rival? Não, freguês mesmo!

92×90

Pouco antes do jogo entre San Antonio Spurs e Cleveland Cavaliers, o ala LeBron James, astro adversário, havia dito que não encarava os texanos como seus rivais, mesmo sendo eles responsáveis por duas de suas três derrotas em finais. Bem, é compreensível que ele não encare como rivalidade o que na verdade é freguesia. E confirmada com mais uma vitória, 92 a 90, na casa de Cleveland. E com atuação inspirada de Kawhi Leonard, que cada vez mais vem se firmando como um dos pesadelos de LeBron na liga. Vamos ao que de melhor aconteceu no duelo.

Ginobili roubou a bola de LeBron nos segundos finais e decretou a vitória texana.   (NBAE/Getty Images)

Ei, Zé Colmeia!

“Bobo” brilhou em Cleveland (NBAE/Getty Images)

Destaque na vitória sobre o 76ers, Matt Bonner não atuou por conta de uma virose e deu lugar a Boris Diaw. E o francês brilhou muito. Com excelente movimentação e inteligência que já lhe é padrão, o Zé Colmeia foi destaque com 19 pontos, sete assistências e seis rebotes, desafogando o ataque diante da boa defesa adversária.

Por outro lado…

Se no ataque a ausência de um pivô de ofício foi benéfica, na defesa não podemos dizer o mesmo. Leonard marcava LeBron e Tim Duncan, quando não dobrava nessa defesa, estava em Kevin Love. Pois então, Anderson Varejão sobrou sozinho em muitos momentos e soube aproveitar, saindo de quadra com 23 pontos – cestinha do duelo.

Já virou tradição!

Leonard novamente foi muito bem, principalmente na quadra de defesa. O ala exerceu ótimo trabalho em LeBron, limitando o adversário a apenas 15 pontos (6-17 FG), pontuação bem abaixo dos 35 em média que o fizeram ser o melhor atleta do Leste na última semana. O astro ainda cometeu cinco erros de ataque, sendo um decisivo para a vitória do Spurs.

Boa defesa = vitória

A grande preocupação do Spurs era parar o trio formado por LeBron, Love e Kyrie Irving. Pois bem, apenas o último fez jogo bom e esse fator acabou sendo decisivo para a vitória texana. Combinados, os três saíram de quadra com 45 pontos, mas baixo aproveitamento nos arremessos de quadra: 17 convertidos em 44 tentativas. Ponto para o forte esquema defensivo armador por Gregg Popovich.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Boris Diaw – 19 pontos, sete assistências e seis rebotes

Tim Duncan – 19 pontos e 10 rebotes

Kawhi Leonard – 12 pontos, 10 rebotes, quatro assistências e quatro roubadas de bola

Cleveland Cavaliers

LeBron James – 15 pontos e nove assistências

Kyrie Irving – 20 pontos

Spurs (6-4) @ Cavaliers (5-4) – Temporada regular

San Antonio Spurs @ Cleveland Cavaliers – Temporada regular

Data: 19/11/2014

Horário: 22h00 (Horário de Brasília)

Local: Quicken Loans Arena

Cotação no Apostas Online: Spurs 2,15 vs Cavaliers 1,71 (favorito)

Depois de vencer tranquilamente o fraco Philadelphia 76ers, o San Antonio Spurs terá pela frente um desafio e tanto. Os comandados de Gregg Popovich enfrentarão LeBron James e seu forte Cleveland Cavaliers. É o primeiro duelo entre o astro e o Spurs, responsável por sua derrota na última final, quando ainda defendia o Miami Heat. James, que também perdeu um título para o Spurs em 2007, desta vez quando atuava em sua primeira passagem no Cavs, afirmou que não enxerga os texanos como “pesadelo pessoal ou grandes rivais”.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

PG – Tony Parker

SG – Danny Green

SF – Kawhi Leonard

PF – Tim Duncan

C – Matt Bonner

Fique de Olho - MVP das últimas finais, Leonard fez excelente trabalho de defesa em LeBron James e foi implacável no ataque. Se repetir a atuação hoje, dá grande força ao Spurs

PG – Kyrie Irving

SG – Dion Waiters

SF – LeBron James

PF – Kevin Love

C – Anderson Varejão

Fique de Olho - Melhor jogador do Leste na última semana, um dos melhores da história e novamente candidato ao MVP. Todos os olhos, é claro, estão em LeBron James.

Spurs (5-3) @ Lakers (1-8) – Pode invejar, Kobe!

 93×80

Pouco antes da partida entre San Antonio Spurs e Los Angeles Lakers, Kobe Bryant, astro adversário, admitiu ter inveja de Tim Duncan, Manu Ginobili e Tony Parker pelo tempo em que os três estão juntos ao lado de Gregg Popovich. Bem, com a vitória por 93 a 80 obtida na madrugada deste sábado (15) pelo time alvinegro, parece que o ala-armador terá mais um motivo para nutrir o sentimento. Enquanto os texanos se reestabelecem e se firmam na briga pelo topo da Conferência Oeste, os angelinos amargam uma campanha horrível de um dos piores times de sua história. Vamos ao que de melhor aconteceu na partida.

Duncan atingiu marca histórica (Reprodução/nba.com/spurs)

Salve Duncan

Se de um lado estava Kobe, do outro estava Duncan. O ala-pivô atuou por apenas 25 minutos, mas obteve um duplo-duplo ao anotar 13 pontos e conquistar 11 rebotes. Mais do que isso, porém, ele superou a barreira dos 25 mil pontos anotados na NBA, entrando para um seleto grupo do qual o ala-armador adversário já fazia parte.

Kawhi foi importante outra vez (Reprodução/nba.com/spurs)

Bom rodízio

Diante de um adversário melancólico e péssimo, Popovich rodou bem o time. Kawhi Leonard, destaque nos últimos dois jogos, atuou por apenas 18 minutos. Mesmo assim anotou 12 pontos, roubou duas bolas e conseguiu dois bloqueios, em atuação irrepreensível. Titular com mais tempo de quadra ao atuar por 31 minutos, Tony Parker arremessou apenas nove bolas, acertando quatro delas. Ficou próximo de um duplo-duplo ao anotar 11 pontos e distribuir nove assistências. No banco, destaque para Cory Joseph, que colaborou com 14 pontos e bom aproveitamento de 50% nos arremessos de quadra.

Mira afiada

Diante de um Lakers perdido e sem inspiração, o Spurs apostou nas bolas de longe e se deu bem. Foram 23 arremessos de três tentados e dez convertidos – 43.5%. Destaque para os titulares Kawhi Leonard e Matt Bonner, que terminaram o duelo com cinco tiros tentados e quatro convertidos, em soma.

Aposenta, Kobe

Nota negativa para Bryant. Acostumado a ser destaque positivo, o ala-armador, ídolo da equipe da casa, simplesmente foi o pior jogador em quadra – de longe. Em 14 arremessos, converteu apenas um. Começou o duelo com aproveitamento medíocre: nenhuma conversão em nove tentativas. Parece que o Vino passou do ponto e azedou.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tim Duncan – 13 pontos e 11 rebotes

Kawhi Leonard – 12 pontos, 5 rebotes, 2 roubos e 2 tocos

Tony Parker – 11 pontos e 9 assistências

Los Angeles Lakers

Carlos Boozer – 19 pontos e 8 rebotes

Kobe Bryant – 9 pontos, 1-14 nos arremessos de quadra

Spurs (4-3) @ Lakers (1-7) – Temporada regular

San Antonio Spurs @ Los Angeles Lakers – Temporada regular

Data: 15/11/2014

Horário: 01h00 (Horário de Brasília)

Local: Staples Center

Na TV: ESPN

Cotação no Apostas Online: Spurs 1,28 (favorito) vs Lakers 3,72

Depois de superar um começo de temporada irregular, o San Antonio Spurs tem jogo relativamente tranquilo diante do Los Angeles Lakers para consagrar de vez sua boa fase, iniciada após as convincentes vitórias sobre o Los Angeles Clippers e o Golden State Warriors, ambos da mesma divisão do oponente da madrugada de sexta-feira para sábado. Os adversários vêm em um dos piores campeonatos de sua história e venceram apenas um em oito jogos disputados. A equipe texana segue desfalcada dos lesionados Patrick Mills, Marco Belinelli e Tiago Splitter, todos sem previsão de volta.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

PG – Tony Parker

SG – Danny Green

SF – Kawhi Leonard

PF – Matt Bonner

C – Tim Duncan

Fique de Olho - Contra um garrafão bem fraco, Tim Duncan tem mais uma grande oportunidade para brilhar. Mesmo que jogue pouco tempo, The Big Fundamental terá liberdade no ataque e, na defesa, enfrentará um pouco inspirado Carlos Boozer.

PG – Jeremy Lin

SG – Kobe Bryant

SF – Wesley Johnson

PF – Carlos Boozer

C – Jordan Hill

Fique de Olho - O Lakers está mal, mas Kobe Bryant está pontuando bem. Tem arremessado demais e errado muito, mas mesmo assim vem sendo a única vida útil em seu time. Deverá ser o cestinha da partida, mas dificilmente levará seu time à vitória.

Spurs (3-3) @ Clippers (4-3) – O MVP voltou!

 89×85

O San Antonio Spurs visitou o Los Angeles Clippers na madrugada desta terça-feira (11) e saiu de quadra com uma importante e expressiva vitória por 89 a 85. Mesmo com os desfalques importantes do armador Patrick Mills, do ala-armador Marco Belinelli e do pivô Tiago Splitter, os comandados de Gregg Popovich fizeram boa partida – sobretudo na parte defensiva – e conseguiram o triunfo apertado. Agora, seguem por sua viagem pela divisão do Pacífico e enfrentam o Golden State Warriors, líder da Conferência Oeste, também fora de casa apenas um dia depois do bom resultado. Vamos ao que de melhor aconteceu no confronto.

Leonard foi o destaque do jogo (Reprodução/nba.com/spurs)

Olá, MVP

Finalmente o Kawhi Leonard das últimas Finais, melhor jogador da série que deu o penta ao Spurs, apareceu na temporada regular. Totalmente recuperado de uma conjuntivite, o ala foi o cestinha da partida com 26 pontos, igualando a melhor marca de sua carreira. Além disso, foram dez rebotes e três roubos de bola, com um aproveitamento de quadra de dez arremessos convertidos em 18 tentativas. Uma verdadeira atuação de MVP, como lhe é digno.

Duncan fez mais um duplo-duplo (Reprodução/nba.com/spurs)

Defesa!

O Spurs defendeu muito bem um dos ataques mais poderoso da liga. Se Blake Griffin conseguiu ir bem com seus 23 pontos, Chris Paul fez um de seus “piores” jogos na temporada. Deu apenas nove assistências e cometeu quatro erros de ataque – até o jogo diante da equipe de San Antonio, ele havia cometido apenas cinco em todo o campeonato. A marcação sobre o armador foi essencial para a vitória.

Jogo tenso

Envolvendo dois dos melhores times da liga, a partida foi bastante tensa. O que se viu não foi o melhor basquete possível, mas muita vontade e aproveitamento baixo nos arremessos de quadra. Nos tiros para três pontos, as duas equipes foram péssimas. O Spurs acertou apenas absurdos dois arremessos de longa distância em 19 tentativas, enquanto o adversário converteu cinco em 22 chutes arriscados de fora do perímetro. Quem esperava um clássico bonito de se ver deu com os burros n’água.

Final eletrizante

O Spurs caminhava para sua quarta derrota na temporada até o fim da partida. Foi então que Gregg Popovich, percebendo a necessidade do time pontuar, ativou Leonard. O jogador comandou as ações no fim do jogo e foi o principal responsável pela sequência de 14 a 3, nos últimos minutos, que levou o Spurs à vantagem e, consequentemente, à vitória.

Ele fica?

Nos últimos dias, rumores sobre a situação de Leonard tomaram conta do ambiente do Spurs. A possível saída ao final do contrato, na próxima temporada, foi tema da entrevista do jogador após a vitória. E os torcedores podem ficar tranquilos de acordo com o ala. “Quero estar no Spurs e vestir esse uniforme até o final da minha carreira”, afirmou ele, que também foi muito elogiado por sua postura – dentro e fora das quadras – pelo técnico Gregg Popovich.

Ainda pelo Pacífico

Sem descanso, o Spurs agora pega o Warriors, rival de divisão do Clippers e líder da Conferência Oeste com cinco vitórias em seis jogos, um dia após bater os angelinos.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Kawhi Leonard – 26 pontos, 10 rebotes e 3 roubos de bola

Tim Duncan – 18 pontos e 11 rebotes

Tony Parker – 13 pontos

Los Angeles Clippers

Blake Griffin – 23 pontos e 10 rebotes

Chris Paul – 12 pontos, 10 rebotes e 9 assistências

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 50 outros seguidores